8 Distrações Que Você Precisa Evitar na Academia

Especialista:
atualizado em 14/01/2020

Por se tratar de um lugar cheio de pessoas e equipamentos, fica praticamente impossível não encontrar distrações dentro uma academia. É celular tocando, barulho de conversa ou de algum equipamento caindo, pessoas se esbarrando, cheiro de suor, pessoas que chegam para perguntar algo ou puxar uma conversa…

O problema é que se deixar levar por situações como essa pode fazer com que você perca o foco e que o desempenho e aproveitamento do seu treino sejam prejudicados. O que tira um pouco do propósito da sua ida à academia, não é mesmo?

Para te ajudar a evitar que isso aconteça, fizemos uma lista com oito distrações que você deve evitar na academia e como fazer para não ser atrapalhado por elas enquanto estiver malhando.

1. Sua playlist é ruim

Enquanto ouvir música no smartphone durante o exercício pode te colocar no ritmo e te deixar animado para executar as séries, escutar uma música que não combine muito com o treino que você está fazendo – como uma canção romântica triste e dramática quando você está fazendo o levantamento de peso – ou não preparar uma playlist especialmente para a academia e ter que ficar pulando toda hora de música pode acabar te tirando do foco do treino e te deixando mais preocupado com a música que toca do que com o exercício em si.

Como evitar: Salve uma playlist no seu celular feita sob medida para acompanhar os treinos na academia. E ao menos uma vez por semana, tente atualizá-la, buscando novas opções na internet e excluindo as canções mais antigas das quais você já está enjoado. 

Também não deixe de anotar toda vez que ouvir uma música que possa ser interessante para você ouvir enquanto malha. Assim, quando tiver tempo e estiver com o celular em mãos, bastará baixar a faixa e adicionar no arquivo.

2. O cheirinho ruim do colega

Imagine que você está lá tranquilo na academia se preparando para usar os halteres ou andar na esteira, quando de repente um colega se aproxima para fazer o mesmo exercício. Até aí nenhum problema, mas é só ele chegar um pouco mais ao seu lado que você percebe que o cheiro que ele exala não é dos mais agradáveis.

E por mais que você tente disfarçar ou ignorar o odor, ele ainda está lá e continua a chamar a sua atenção e te incomodar a ponto de você pensar mais no cheiro do que na série que está fazendo naquele momento.

Como evitar: Nesse caso não tem muito o que fazer a não ser mudar de lugar. Escolha outro canto da sala para malhar ou use a última esteira da fila, mas faça o que puder para se distanciar do mau cheiro. 

Você até correrá o risco de parecer um pouco rude, mas não dá para se desconcentrar da sua série porque o coleguinha não teve o cuidado de tomar banho ou não repetir a mesma roupa de academia dos dias anteriores, não é mesmo?

3. Quando os fios do fone se embolam

9bboaforma

Você se abaixa para pegar um halter na sala de musculação enquanto põe para tocar no celular aquela playlist que preparou especialmente para o treino e do nada os seus fones de ouvido parece que ganham vida e resolvem descer para o seu pescoço e se embolar na gola da sua camiseta. Então, você precisa se erguer de novo, arrumar o fone e depois se abaixar mais uma vez para finalmente pegar o equipamento e começar a sua série.

Ou então você está focado, correndo na esteira enquanto escuta uma música que te coloca exatamente no ritmo do exercício e sem que você perceba, o fone escorrega da sua orelha e você tem que se desconcentrar do treino para colocá-lo de volta no lugar.

Como evitar: A solução para essa distração não é tão barata, mas é definitiva: compre um fone de ouvido sem fio. Só assim você não ficará enrolado nos fios quando fizer um movimento durante o exercício e não se irritará por ter que parar o que está fazendo para colocar o fone de volta no lugar.

Caso você não esteja com muito dinheiro disponível, mas mesmo assim queira se livrar dos fios embolados, a nossa sugestão é fazer uma pesquisa na internet – pode-se achar fones sem fio por volta de R$ 45 –, procurar algum modelo usado, mas em bom estado, que pode sair até mais barato ou optar pelos fones com fio, mas que têm uma espécie de presilha que fica bem presa à orelha e faz com que seja mais difícil do aparelho escorregar.

4. A academia lotada

Tem coisa mais chata do que se programar para treinar em determinado horário e ao chegar na academia encontrar o local lotado e o aparelho que você gostaria de usar ocupado? Como nem sempre dá para esperar o colega sair, você pode acabar atrasando os outros compromissos que ainda tem no dia ou tendo que deixar a série para outro dia por não poder cancelar suas outras obrigações.

Quase tão irritante quanto é quando mesmo com muita gente fazendo aula naquele dia você consegue achar um equipamento vazio, mas mal consegue executar os movimentos direito porque as pessoas esbarram em você devido à falta de espaço.

Como evitar: Para não passar mais por esse tipo de situação, basta marcar o seu treino para os horários em que a academia não está muito cheia. Cheque com seu personal trainer ou com a pessoa responsável pela recepção em quais turnos o local fica mais tranquilo e agende a sua malhação para esse período. 

5. Desconecte-se do telefone 

9cboaforma

Os smartphones até são úteis por permitirem que você escute a uma boa e animada playlist enquanto se exercita, o problema é quando você deixa a internet ligada e recebe mensagens, atualizações e notificações e para a cada 10 minutos para respondê-las e atende todas as ligações que recebe enquanto está na academia. Como é que vai se manter focado no exercício com tantas interrupções?

Como evitar: Quando for malhar, trate de desligar a internet móvel do seu celular e não se conecte ao WiFi da academia. Além disso, quando receber uma ligação no meio de uma série, não atenda se não for algo de extrema importância e deixe para retornar mais tarde.

E se você não é daqueles que costuma ouvir música no aparelho enquanto malha, deixe-o no silencioso, no armário da academia ou no seu carro.

6. Reparar nos outros

É um instinto natural do ser humano reparar uma vez ou outra quando alguém do sexo oposto é mais atraente ou notar quando uma pessoa usa uma roupa mais estranha ou faz um movimento engraçado. Entretanto, se isso se torna constante demais e você passa mais tempo se importando com o que os colegas da academia fazem ou usam do que com o seu próprio treino, você certamente perderá foco e terá a sua perfomance prejudicada e provavelmente deixará uma ou outra pessoa irritada com a sua indiscrição.

Como evitar isso: Tome conta dos seus próprios problemas antes de reparar nos outros, seja para apreciar ou criticar. Você paga a mensalidade para cuidar da sua boa forma, não é mesmo? Então, olhe menos para os colegas e concentre-se mais em garantir bons resultados para o seu corpo. 

Isso não quer dizer que você nunca mais pode olhar em direção a outra pessoa, mas que deve controlar e evitar as encaradas, especialmente quando notar que elas estão tirando a atenção do seu objetivo.

7. Ficar de papo com os amigos

9dboaforma

Quem não tem aquele amigo que quando encontra com ele na academia fica conversando um tempão a ponto de perder a noção do tempo? Por mais que seja bacana fazer amizade com o pessoal do local para trocar experiências e um poder motivar o outro quando estiver mais desanimado, parar uma série para ficar de papo não é uma escolha muito acertada.

Isso porque ao interromper o exercício para conversar você não apenas perde tempo, como também tem os seus resultados afetados, já que o seu batimento cardíaco desacelera e o seu corpo esfria. E para se colocar em um estado em que seja possível obter os melhores ganhos, você terá que começar tudo outra vez.

Como evitar: Quando encontrar com um amigo, seja educado e diga oi, mas não deixe o papo começar a rolar. Diga que você está apressado, que precisa terminar o exercício e que depois vocês poderão conversar. E quando terminar, procure-o ou marque um encontro em um local e horário em que vocês possam falar sobre o que quiserem durante todo o tempo que desejarem. 

8. A sua roupa

Você viu uma roupa de ginástica nova na loja e resolveu comprar porque ficou super bem nela. O problema é que quando você a vestiu para ir a academia e fazer exercícios, percebeu que ela gruda demais, pinica ou fica saindo fora do lugar. Além daquilo te incomodar, você precisa ficar ajeitando a roupa no corpo o tempo todo e acaba parando demais o treinamento, o que inevitavelmente te tira o foco.

Como evitar isso: Dê preferência a roupas que te deixem confortável. Por mais charmosa ou bonito que você esteja em uma vestimenta, se ela te incomoda e não te oferece liberdade de movimentos, ela não é apropriada para ser utilizada na academia. 

Isso não significa que você precisa ir malhar vestido de qualquer jeito, mas que deve dedicar um tempinho para montar um guarda-roupa de ginástica que ao mesmo tempo que agrade ao seu estilo pessoal, dê o conforte necessário para se exercitar sem ficar incomodado.

Você costuma sofrer com alguma dessas distrações durante o seu treino na academia? O que mais te atrapalha? Como faz para evitar? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (4 votos, média: 4,25 de 5)
Loading...
Sobre Francisco Santana

Francisco José Santana é Personal Trainer - CREF 1859 G/SE. Formado pela Univer Cidade RJ 2007, com certificação CORE360º treinamento funcional, Certificação Internacional FNS I e II em avaliação funcional, especializações em suplementação nutricional esportiva, Crosstraining - Scientific Sport, Cineantropometria aplicada, Primeiras ações em emergência, Prevenção de Doenças Laborais, Musculação, Ginástica Corretiva, Spinning (Johnny G), Técnica de Tecidos Moles - Miofacial, e Inteligência Emocional - ASICC

Deixe um comentário