A Dieta Dissociada: Como Funciona, Cardápio e Dicas

Especialista:
atualizado em 16/04/2020

Reduzir o percentual de gordura corporal não é só desejo daqueles que lidam com os quilinhos a mais, mas muitos adeptos de dietas proteicas também convivem com a dificuldade de driblar o efeito platô e a estagnação no processo da eliminação das gordurinhas a mais.

Foi pensando nessas pessoas que o endocrinologista João César Castro Soares dedicou-se à criação de um método que auxilia na distribuição e planejamento de sua alimentação, assim você poderá preparar suas refeições de acordo com os nutrientes funcionais para determinado período do dia. Essas informações você pode encontrar no livro A Dieta Dissociada, por isso é importante ficar ligado nas informações a seguir.

O que é?

O livro A Dieta Dissociada de João César Castro Soares é funcional para desmistificar aquelas teorias incoerentes que resultam em inúmeras interrogações sobre a combinação perfeita entre carboidratos e proteínas.

O objetivo principal da dieta dissociada é exatamente orientar para que as pessoas não combinem esses principais nutrientes em uma mesma refeição. Vale lembrar que há inúmeras dietas que restringem o consumo do carboidrato, considerando-o um vilão da perda de peso, mas a dieta dissociada propõe que você usufrua da contribuição dele de forma positiva e benéfica para a sua perda de peso.

Os estudos realizados para a consolidação da dieta dissociada foram embasados na afirmativa de que, quando combinados, proteínas e carboidratos podem proporcionar uma maior liberação de insulina, sendo um dos principais hormônios responsáveis pela inibição da enzima que atua na quebra das moléculas de gordura em seu corpo. Há quem diga, inclusive, que os consumindo separadamente, é possível obter maior saciedade.

Como funciona?

A principal orientação da dieta dissociada é não misturar proteínas com carboidratos. Ela pode ser planejada sem grandes restrições, possibilitando ser posta em prática por períodos maiores às dietas tradicionais da moda. Recomenda-se manter a dieta por pelo menos 3 meses consecutivos.

A dieta recomenda que não consuma carboidratos simples com alimentos proteicos, ou seja, você deve utilizar verduras e legumes como acompanhamentos.

Separadamente, os carboidratos devem ser consumidos nas refeições do período da manhã, e também no almoço, assim fornecendo carga energética suficiente para a sua rotina e exercícios diários. Já as proteínas devem ser consumidas nas ultimas refeições do dia, ou seja, a partir do lanche da tarde, pois é momento em que o metabolismo funciona de forma menos acelerada, e esta colabora fornecendo saciedade, o que reduz a dificuldade da compulsão alimentar, fator que muitas pessoas lidam na segunda metade do dia.

Segundo os defensores da dieta dissociada, se os carboidratos forem consumidos no período noturno, serão armazenados e estocados como gordura localizada, não sendo assim utilizados como fonte energética, já que o metabolismo estará funcionando de forma mais lenta.

O momento noturno também é dedicado à construção muscular, pois as proteínas são fundamentais para a construção dos músculos, e esses agem positivamente sobre o funcionamento metabólico.

Essa dieta permite que você coma tudo, porém, de forma equilibrada, na hora e ordem correta. O segredo é mesmo deixar de consumir carboidratos e proteínas juntos.

O endocrinologista recomenda que um dia da semana seja reservado ao cardápio líquido. A adoção desse dia pode caracterizar a dieta como mais restritiva, mas há relatos de que pode contribuir para a conquista de metas. Veja abaixo o cardápio recomendado apenas para esse dia líquido:

– Café da manhã

  • 1 copo de vitamina de banana (feita com 300 ml de leite de soja e 2 colheres [de sopa] de aveia em flocos).

– Lanche da manhã

  • 1 copo médio (300 ml) de suco natural de melancia.

– Almoço

  • 2 conchas [pequenas] de sopa de aipim (processada no liquidificador);
  • 1 copo pequeno (200 ml) de suco natural de maracujá.

– Lanche da Tarde

  • 1 copo (150 ml) de iogurte grego ou desnatado;
  • 1 taça pequena de gelatina light.

– Jantar

  • 2 conchas [pequenas] de sopa de espinafre com chuchu (processada no liquidificador);
  • 1 copo pequeno (200 ml) de suco natural de abacaxi.

– Ceia

  • 1 copo (200 ml) de leite de soja.

Cardápio tradicional

– Café da manhã

  • 200 ml de leite desnatado, ou leite de soja;
  • Pães integrais, cereais, torradas;
  • Acompanhamentos: Pasta de atum light, ricota light, margarina light ou geleias diet’s.

Você pode substituir o leite por uma xícara de café ou suco sem açúcar, ou ainda chás.

– Lanche da manhã

  • 1 fruta fresca ou 1 xícara de chá ou 1 barra de cereais (sem adição de açúcar).

– Almoço

  • Legumes e verduras (Devem ser consumidos cozidos, crus ou grelhados);
  • Carboidratos (Batata doce, mandioca, arroz, feijão, etc);
  • Leguminosas (grão de bico, ervilha, etc);
  • 1 fruta fresca de sobremesa.

– Lanche da tarde

  • 1 copo de iogurte grego ou desnatado ou 1 taça de gelatina.

– Jantar

  • Salada ou sopa com legumes e verduras;
  • 1 filé de carne magra (grelhada, assada ou cozida) ou ovos;
  • 1 taça de gelatina de sobremesa ou pudim diet.

– Ceia

  • 1 xícara de chá ou 1 copo de iogurte desnatado ou 1 taça de gelatina diet.

Dicas

  • O livro A dieta dissociada custa em média R$ 35,00, e pode ser adquirido em livrarias e lojas online. Você pode adquiri-lo para um melhor acompanhamento e detalhamento sobre a perspectiva do endocrinologista João César Castro Soares;
  • Uma das grandes vantagens da dieta dissociada é que ela induz você a adequar todos os grupos alimentares em suas refeições diárias, o que favorece a nutrição de seu organismo. É importante que você utilize essas combinações a seu favor, por isso, não limite sua alimentação;
  • A dieta dissociada pode favorecer a sua perda de peso, mas é fundamental programar uma rotina de exercícios regulares, pois assim você poderá obter queima calórica extra, auxiliando no funcionamento metabólico;
  • Contrariando alguns julgamentos de que dietas são desmotivadoras ou lentas para proporcionar resultados, brinque com as combinações de cardápios e divirta-se ao adaptar o consumo de carboidratos e proteínas, abuse da dieta dissociada, já que ela não é excessivamente restritiva;
  • A dieta dissociada conta com regras e uma metodologia simples, caso você queira intensificar os resultados, ou necessita de uma forcinha para seus treinos, o consumo de suplementos pode ser adicionado, desde que autorizado e recomendado por um profissional qualificado;
  • Não pense que para iniciar a dieta dissociada, você deverá apenas comprar o livro e seguir regra por regra, muito pelo contrário. É fundamental reconhecermos que cada organismo pode reagir de uma forma diferente, ou seja, essa pode não ser a dieta ideal para seu corpo, por isso, antes de iniciar o processo de perda de peso, busque uma avaliação médica, e compartilhe o interesse pela dieta. Essa é a melhor forma para você ficar mais próximo de seus objetivos;
  • O consumo de chás e alimentos termogênicos é um impulso extra para o seu metabolismo, por isso, adeque corretamente e insira esses alimentos ao seu cardápio diário;
  • É recomendado consumir pelo menos 2 litros de água por dia, assim seu corpo permanecerá hidratado e obtendo inúmeros benefícios para o organismo de um modo geral;
  • Lembre-se: A palavra chave sempre será EQUILÍBRIO. A dieta dissociada não proíbe qualquer alimento, muito pelo contrário, ela possibilita que você faça diferentes refeições, porém, com acompanhamentos saudáveis. Não utilize essa liberdade contra os seus objetivos, reserve momentos para uma pequena fugidinha que não comprometa a queima calórica, assim você poderá desfrutar, ocasionalmente, de algumas delicias, mas sempre de forma moderada.

Link

Interessou-se? Se você entendeu como funciona e achou que a dieta dissociada pode ser uma alternativa para você perder peso, de uma olhada em algumas folhas do livro no link abaixo:

http://www.saudeeforca.com/dieta-dissociada-joo-cesar-castro-soares-livro

Você concorda com as premissas e conceitos da dieta dissociada? Já tinha ouvido falar dessa dieta? Tem vontade de experimentar? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (14 votos, média: 3,71 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

1 comentário em “A Dieta Dissociada: Como Funciona, Cardápio e Dicas”