Especialista da Área:

Alecrim é Bom para Pressão Alta?

Veja se é verdade que o alecrim é bom para pressão alta ou se não há evidências de que essa erva realmente ajuda no combate à hipertensão.

Que o alecrim é bom para temperar e dar um gosto a mais em diversos pratos culinários, todo mundo já sabe. Mas e sobre a possível relação da erva com a hipertensão? Será que o alecrim é bom para pressão alta?

  Continua Depois da Publicidade  

Vale a pena conhecer todos os benefícios do alecrim para a saúde e aprender como fazer chá de alecrim, uma outra forma de consumir essa erva em sua dieta.

Sobre a hipertensão

A pressão arterial é determinada tanto pela quantidade de sangue que o coração bombeia quanto pela resistência ao fluxo sanguíneo nas artérias. Quanto mais sangue o coração bombear e quanto mais estreitas forem as artérias, maior será o nível de pressão arterial.

Com isso, um quadro de hipertensão é desenvolvido quando a força do sangue contra as paredes arteriais é elevada o suficiente para provocar problemas de saúde. Um dos graves problemas é que pressão alta é descrita como uma doença silenciosa, ou seja, que demora para dar sinais.

Isso porque a pressão arterial não costuma provocar sintomas – ainda que possam surgir sinais como dores de cabeça, dificuldade em respirar e hemorragia nasal, eles não são específicos da condição e geralmente não aparecem até que ela tenha atingido um nível perigoso.

A pressão alta exige a nossa atenção porque um quadro descontrolado de hipertensão pode causar uma série de complicações graves como: ataque cardíaco, acidente vascular cerebral (AVC), aneurisma, insuficiência do coração, síndrome metabólica, dificuldade de memória ou compreensão e demência.

Outras complicações de uma pressão alta não tratada incluem o enfraquecimento e estreitamento de vasos sanguíneos nos rins, o que evita que o órgão funcione apropriadamente, e o espessamento, estreitamento ou rompimento de vasos sanguíneos nos olhos, o que pode resultar na perda de visão.

Portanto, não é à toa que quando vamos a uma consulta médica, a nossa pressão arterial é sempre conferida. E não é a troco de nada que uma vez que a hipertensão é diagnosticada, o tratamento recomendado pelo médico precisa ser seguido corretamente.

E então, será que o alecrim é bom para pressão alta?

De acordo com informações, aqueles que sofrem com a hipertensão devem evitar o uso do alecrim na forma de suplemento. Mas por que será que isso é necessário? A resposta pode estar nos riscos de interação da erva com medicamentos empregados no tratamento da hipertensão.

A médica de saúde alternativa Brindusa Vanta citou um estudo conduzido em animais que apontou que o alecrim é dotado de propriedades diuréticas.

A pesquisa, publicada no Journal of Ethnopharmacology (Jornal de Etnofarmacologia, tradução livre), usou uma dose de 10 ml/kg de um extrato de alecrim de 8% a 16% em água destilada. “Nessas doses, foi identificado que o extrato de alecrim tem propriedades diuréticas ao eliminar água e eletrólitos do organismo”, completou Vanta.

  Continua Depois da Publicidade  

Mas o que isso tem a ver com o questionamento se o alecrim é bom para pressão alta ou não e a possível interação da erva com os remédios para tratar a doença? É que os medicamentos diuréticos podem ser um dos remédios escolhidos para controlar a pressão arterial.

“Os diuréticos ajudam a eliminar água e sal do corpo, reduzindo o volume de líquido e, portanto, os níveis de pressão arterial. Os diuréticos são particularmente benéficos para os indivíduos acima do peso e para aqueles que têm doença cardíaca ou renal associada à pressão alta”, esclareceu a médica de saúde alternativa.

É justamente aí que entra o risco de que o alecrim interaja, ou seja, interfira na atuação desses medicamentos para pressão alta no organismo. Segundo advertiu Vanta, a erva pode aumentar a ação dos remédios diuréticos e deve ser utilizada com cautela pelas pessoas que usam esse tipo de medicamento, pois a combinação com o alecrim pode resultar no estímulo a uma perda excessiva de líquido e à desidratação.

O alecrim também pode interagir com outro tipo de remédio que pode ser prescrito para o tratamento da pressão arterial – os inibidores da enzima conversora de angiotensina (ECA), alertou a médica de saúde alternativa.

Isso significa que o hipertenso não deve nem temperar os seus alimentos com alecrim? Não necessariamente. Vanta afirmou que o uso do alecrim como erva para as comidas é seguro – o que jamais deve ser feito é utilizar o alecrim para substituir os medicamentos convencionais prescritos pelo médico para o tratamento da pressão arterial elevada.

Fazer isso pode ser bastante perigoso para a saúde, uma vez que a hipertensão é uma doença que pode gerar uma série de complicações graves, como já vimos anteriormente.

Caso você tenha sido diagnosticado com a pressão alta, ao receber a prescrição do médico para utilizar algum tipo de remédio, pergunte ao profissional de saúde quais outros medicamentos, suplementos, ervas e alimentos precisarão ser deixados de lado durante o tratamento por conta do risco de interação com o princípio ativo do remédio em questão. Não deixe de questioná-lo também sobre como deve ser toda a sua dieta para hipertensão.

O óleo de alecrim

Pesquisas iniciais mostraram que usar o óleo de alecrim três vezes ao dia aumentou tanto a pressão arterial sistólica quanto a pressão arterial diastólica em pessoas com pressão baixa.

Entretanto, a pressão arterial desses pacientes aparentemente retornou aos valores prévios do tratamento quando o uso da erva foi interrompido. Embora as evidências a respeito da utilização do óleo de alecrim para a hipotensão tenha sido classificadas como insuficientes, os resultados já podem servir de alerta quanto ao uso do produto por parte de quem já tem a pressão alta.

Até porque um estudo de autoria de pesquisadores da Tailândia e conduzido em 20 voluntários saudáveis, que avaliou os efeitos da inalação do óleo de alecrim nas sensações e nas atividades do sistema nervoso, apontou que houve uma elevação significativa na pressão arterial depois da inalação do óleo de alecrim.

A profissional de saúde holística e professora associada de enfermagem e psicologia, Debra Rose Wilson, afirmou que óleos essenciais estimulantes como o de alecrim e os cítricos devem ser evitados pelas pessoas que sofrem com a pressão arterial elevada.

Referências Adicionais:

  Continua Depois da Publicidade  

Você já tinha ouvido falar que alecrim é bom para pressão alta? Possui essa condição de saúde? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo muito solicitada para palestras, consultoria a empresas e atendimento personalizado para atletas, pessoas com condições especiais de saúde e pessoas que desejam melhorar a forma física de forma saudável. É a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España). É também membro da International Society of Sports Nutrition. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma. Dra. Patricia Leite é uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário