Benefícios da planta saião – Para que serve e como usar

Especialista da área:
atualizado em 26/10/2021

O saião é uma planta suculenta com propriedades medicinais. Ela é conhecida principalmente por seus benefícios no tratamento da gastrite e de outros problemas estomacais.

  Continua Depois da Publicidade  

É possível usar as folhas do saião para preparar chás, infusões e sucos. Além disso, a planta também é útil no preparo de cremes e pomadas caseiras para promover a cicatrização da pele.

Outros nomes populares da planta saião são: folha da fortuna, coirama, flor da fortuna, coreana, folha da costa ou orelha de monge. Cientificamente, a planta é conhecida como Kalanchoe brasiliensis Cambess

Além dela, existem também outras plantas medicinais, como por exemplo a Kalanchoe pinnata, que são da mesma família e que apresentam propriedades terapêuticas semelhantes entre si.

As propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias do saião ajudam a melhorar sintomas gastrointestinais, aliviar alguns problemas respiratórios, estimular a cicatrização da pele e melhorar a função do intestino. Além disso, a planta serve como um cicatrizante estomacal que melhora sintomas de gastrite.

Benefícios da planta saião

planta saião

Conheça a seguir os principais benefícios da planta saião para a saúde.

1. Pode ajudar a acalmar o estômago

O principal uso do saião é para o alívio de sintomas estomacais causados por doenças gastrointestinais ou pela má digestão. Isso se deve especialmente aos efeitos cicatrizante e anti-inflamatório do saião.

  Continua Depois da Publicidade  

Além de melhorar o funcionamento do sistema gastrointestinal, o saião também pode aliviar as cólicas e dores associadas ao período menstrual.

2. Pode reduzir o inchaço e ajudar no emagrecimento

A planta saião tem um efeito diurético que ajuda a reduzir a retenção de líquidos. Além disso, esse efeito também ajuda a eliminar cálculos renais, a diminuir o inchaço no corpo e a regular a pressão arterial.

3. Acelera a cicatrização de lesões

As propriedades cicatrizantes do saião são conhecidas há bastante tempo. Tradicionalmente, a planta é usada para ajudar na cicatrização de vários tipos de lesões na pele, como por exemplo queimaduras, úlceras e picadas de inseto.

Nestes casos, geralmente é usada uma infusão das folhas de saião ou uma pomada caseira diretamente sobre a pele.

4. Pode contribuir para o alívio de problemas respiratórios

O saião também pode ser útil no tratamento de infecções pulmonares. Além de ter propriedades antimicrobianas e anti-inflamatórias, a planta ajuda a melhorar a tosse associada a doenças respiratórias como a asma e a bronquite.

Como usar

chá de saião

A forma mais fácil e comum de usar a planta saião é por meio de um chá. Nesse caso, é preciso usar 3 colheres de sopa de folhas de saião para cada 250 mL de água fervente.

  Continua Depois da Publicidade  

Para preparar o chá, aqueça a água e adicione as folhas picadas assim que a água levantar fervura. Em seguida, desligue o fogo e deixe a mistura descansar por 5 minutos. Por último, coe a bebida e tome o chá. De acordo com os praticantes da medicina tradicional, é indicado beber até 1 xícara de chá 2 vezes ao dia.

Além disso, algumas pessoas preferem bater o saião com uma xícara de chá de leite para amenizar sintomas estomacais e melhorar a tosse. Assim como no preparo do chá, é importante coar a bebida antes do consumo.

Apesar de não existir relatos de efeitos colaterais, é importante consultar um médico ou fitoterapeuta para obter mais informações sobre a segurança e eficácia desta planta medicinal, além de respeitar a ingestão diária recomendada.

Fontes e referências adicionais

Você já conhecia a planta saião e os seus benefícios para a saúde? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 1,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

Deixe um comentário