Carne Tem Carboidrato? Quais? Cuidados e Dicas

Especialista:
atualizado em 26/12/2019

As carnes são um grupo de alimentos conhecido por servir como fonte de proteínas. Mas isso não significa que não seja possível encontrar alguma quantidade de carboidratos nesses alimentos, especialmente naquelas carnes que são preparadas com outros ingredientes, como as empanadas com farinha de trigo, por exemplo.

Para quem segue uma dieta com restrição ou controle da ingestão de carboidratos, seja por questões de saúde, seja com o objetivo de diminuir o peso corporal, vale a pena conhecer qual tipo de carne tem carboidrato em sua composição.

Pois bem, segundo doutora Sara Police, em artigo publicado, aves, carnes de caça, carnes de vaca, carnes de porco, peixes e frutos do mar são basicamente livres de carboidratos, ao mesmo tempo em que constituem uma boa fonte de proteínas para a dieta.

Entretanto, Police confirmou que alguns métodos de preparação dessas carnes faz com que eles ganhem carboidratos.

As aves

Em seu artigo, a PhD em ciências nutricionais explicou que o grupo das aves inclui frango, pato, peru, ganso, avestruz e faisão.

“Cada um desses pássaros é naturalmente livre de carboidratos, já alguns métodos de cozinhar adicionam carboidratos. Por exemplo, 85 g de frango assado são livres de carboidratos, enquanto a mesma porção de frango frito contém 8 g de carboidratos.

Police explicou que isso acontece justamente porque os pães, a massa ou a farinha utilizada para revestir o frango possuem trigo ou amido.

Peixes e frutos do mar

A especialista também falou a respeito dos peixes e frutos do mar, que são outra fonte rica em proteínas, mas que também podem apresentar carboidratos, em alguns casos.

De acordo com a PhD, robalo, carpa, bagre (peixe-gato), bacalhau, garoupa, arinca, alabote, mahi-mahi, tamboril, olho-de-vidro laranja, salmão, peixe-espada, tilápia e atum não fornecem carboidratos quando grelhados.

Já amêijoas, ostras e mexilhões podem apresentar entre 3 g a 6 g de carboidratos em uma porção de aproximadamente 55 g, completou Police.

“Similar às aves, os métodos de preparação impactam (a quantidade) de carboidratos por porção. Por exemplo, um filé de bacalhau cozido é livre de carboidratos, já um palito de peixe pronto contém 6 g de carboidratos”, salientou a medica.

A especialista também chamou a atenção para o sushi preparado com arroz, destacando que ¼ de xícara arroz branco cozido possui mais de 13 g de carboidratos. Ou seja, um rolinho de sushi feito com arroz fornece carboidratos ao organismo.

Carne de vaca e carne de porco

Quando analisamos quais tipos de carne têm carboidrato, não podemos nos esquecer das carnes bovinas e suínas, populares aqui no Brasil.

Em seu artigo, Police afirmou que todos os cortes de carne bovina como peito, lombo, flanco e costela não contêm carboidratos.

O lombo de porco e a maioria dos produtos derivados do porco também não possuem carboidratos ou apresentam quantidades muito baixas do nutriente, enquanto uma porção de bacon com ovo frito possui aproximadamente 1 g de carboidrato, informou a especialista.

Ela ressaltou, porém, que as carnes ricas em sódio, como é o caso do bacon, devem ser consumidas com moderação. Além disso, Police alertou que “é importante lembrar-se de checar os rótulos (e procurar) por aditivos que contenham carboidratos”.

Carnes de caça

Ainda de acordo com a PhD em ciências nutricionais Sara Police, as carnes de caça não possuem carboidratos.

“Carnes de caça como antílope, veado, alce, coelho e esquilo são todas uma fonte rica em proteínas, contudo livres de carboidratos”, apontou a especialista.

O teor de carboidratos encontrado em diferentes carnes

Como vimos, há casos em que a carne tem carboidrato sim, por isso resolvemos preparar uma lista que traz a quantidade do nutriente que pode ser encontrada em diferentes tipos de carne comuns aqui no Brasil. Dê uma conferida:

  • Bife à parmegiana: 5,8 g de carboidratos em 100 g;
  • Bife de peru grelhado: 0,38 g de carboidratos em 100 g;
  • Costeleta de vaca grelhada: 0 g de carboidratos em 100 g;
  • Pernil assado: 0 g de carboidratos em 100 g;
  • Lombo de porco assado: 0 g de carboidratos em 100 g;
  • Salsicha de porco defumada: 2,1 g de carboidratos em 100 g;
  • Salsicha de frango Aurora: 7 g de carboidratos em 100 g (correspondente a aproximadamente três unidades);
  • Carne de vaca assada: 0 g de carboidratos em 100 g;
  • Hambúrguer ou carne de vaca moída empanados: aproximadamente 15 g de carboidratos por hambúrguer médio;
  • Linguiça suína Perdigão: 0 g de carboidratos em 50 g;
  • Calabresa: 1,42 g de carboidratos em 100 g;
  • Linguiça de frango Seara: 0 g de carboidratos em 50 g;
  • Carne de vaca seca: 11 g de carboidratos em 100 g;
  • Carne de vaca moída: 0 g de carboidratos em 100 g;
  • Sobrecoxa de frango grelhada ou assada com pele: 0 g de carboidratos em 100 g;
  • Peito de frango grelhado ou assado sem pele: 0 g de carboidratos em 100 g;
  • Frango empanado e frito: 16,32 g de carboidratos em 100 g;
  • Frango frito com pele sem revestimento: 0 g de carboidratos em 100 g;
  • Frango à milanesa: 7,23 g de carboidratos em 100 g;
  • Bife à milanesa: 12,24 g de carboidratos em 100 g;
  • Filé de frango à parmegiana Sadia: 6,5 g de carboidratos em 100 g;
  • Filé de frango grelhado: 0 g de carboidratos em 100 g;
  • Costela de porco assada: 0 g de carboidratos em 100 g;
  • Salmão grelhado: 0,49 g de carboidratos em 100 g;
  • Tilápia: 0 g de carboidratos em 100 g;
  • Mahi-mahi: 0 g de carboidratos em 100 g;
  • Atum no forno ou grelhado: 0,41 g de carboidratos em 100 g;
  • Atum ralado ao natural Gomes da Costa: 0 g de carboidratos em 60 g;
  • Atum sólido em óleo Gomes da Costa: 0 g de carboidratos em 60 g;
  • Sardinha em óleo sabor defumado Gomes da Costa: 0 g de carboidratos em 60 g;
  • Sardinha em óleo Gomes da Costa: 0 g de carboidratos em 60 g;
  • Sardinha assada: 0,08 g de carboidratos em 100 g;
  • Sardinha frita: 4,82 g de carboidratos em 100 g;
  • Peixe-empanado frito: 6,71 g de carboidratos em 100 g;
  • Cavalinha: 0 g de carboidratos em 100 g;
  • Tilápia cozida em calor seco: 0 g de carboidratos em 100 g;
  • Sushi de salmão: 9 g de carboidratos em uma unidade;
  • Sashimi peixe branco: 5,3 g de carboidratos em cinco fatias.

Atenção

Nós não submetemos os alimentos a análises nutricionais – apenas reproduzimos as informações fornecidas pelo internet.

Lembre-se de checar a tabela nutricional das carnes que você comprar, principalmente em pratos já prontos, tendo em vista que a quantia de carboidratos pode variar de produto para produto.

Preste atenção também nos ingredientes que você adicionar ao preparo da sua carne pois eles vão aumentar o teor de carboidratos, caso possuam o nutriente em sua composição.

Você percebeu como as versões à milanesa de carne têm carboidrato? Tem algum produto de carne industrializado que você já encontrou mais carboidrato do que imaginava? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

2 comentários em “Carne Tem Carboidrato? Quais? Cuidados e Dicas”