Sorbato de Potássio Faz Mal? Para Que Serve?

O sorbato de potássio é um sal derivado do ácido sórbico, uma substância encontrada naturalmente em frutas como laranja, tangerina, limão, caju e maracujá. O produto é sintetizado por meio de processos como reação, descoloração e secagem.

Mais solúvel em água que o ácido sórbico, o sorbato de potássio é encontrado no formato de cristais brancos em temperatura ambiente. Para que serve essa substância? Será que o consumo de sorbato de potássio faz mal?

Para que serve o sorbato de potássio? 

A substância é utilizada pela indústria de alimentos como um conservante em produtos como pastéis, pizzas pré-assadas, molhos de tomate, pizzas congeladas, margarinas, queijos para espalhar, recheios, iogurtes, vinhos, produtos de panificação, vegetais enlatados, entre outros.

O sorbato de potássio é adotado por possuir ação antifúngica e antibacteriana. Ele possui caráter ácido e tem ação inibidora em relação a leveduras, bolores, algumas bactérias e uma parcela significativa de microrganismos patogênicos encontrados nos alimentos.

Os microrganismos patogênicos são aqueles capazes de produzir doenças infecciosas quando encontrados em condições favoráveis a sua sobrevivência, multiplicação e produção de substâncias tóxicas.

Em suma, sua ação atrasa o aparecimento de mudanças na coloração, no sabor e na textura dos alimentos, fazendo com que eles durem mais.

O composto também é utilizado graças a outras características como a sua boa solubilidade, ou seja, possui uma boa capacidade de dissolução. Outra qualidade atraente da substância é a sua boa estabilidade de aquecimento: ainda que não possua um ponto de fusão estabelecido, sabe-se que a sua decomposição térmica acontece em aproximadamente 270º C.

A aplicação do conservante pode acontecer de diversas maneiras, que variam de acordo com o produto em questão e ao processo de produção que o originou. As principais maneiras de usar o composto são: incorporação direta ao produto (adição), vaporização, imersão, polvilhamento e incorporação na embalagem.

O conservante também pode ser aplicado em produtos de cuidados pessoais como shampoos, sprays de cabelo e cremes para a pele, suplementos alimentares e produtos de cuidados com a casa.

Ok, deu para entender que o componente realmente tem suas utilidades. Mas será que ele é seguro? Ou será que o sorbato de potássio faz mal?

O sorbato de potássio faz mal?

O uso do sorbato de potássio é regulamentado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e existe um limite recomendado de uso para diferentes tipos de produtos. Alguns exemplos deles você confere na lista a seguir:

  • Bebidas lácteas: 0,03 g para cada 100 ml ou 100 g;
  • Requeijão: 0,1 g para cada 100 ml ou 100 g;
  • Queijos de baixa, média e de alta umidade (queijos duros, semiduros, suaves e macios): 0,1 g para cada 100 ml ou 100 g;
  • Queijos ralados: 0,1 g para cada 100 ml ou 100 g;
  • Creme vegetal e margarina: 0,2 g para cada 100 ml ou 100 g;
  • Geleia de fruta e geleia de mocotó: 0,1 g para cada 100 ml ou 100 g;
  • Doces de frutas e/ou de vegetais: 0,1 g para cada 100 ml ou 100 g;
  • Leite de coco: 0,15 g para cada 100 ml ou 100 g;
  • Frutas secas ou desidratadas: 0,1 g para cada 100 ml ou 100 g;
  • Recheios: 0,1 g para cada 100 ml ou 100 g;
  • Frutas em conserva: 0,1 g para cada 100 ml ou 100 g;
  • Polpas e purês de vegetais: 0,1 g para cada 100 ml ou 100 g;
  • Coberturas: 0,1 g para cada 100 ml ou 100 g;
  • Bombons sem chocolate: 0,1 g para cada 100 ml ou 100 g.

O fato de existir um controle e o estabelecimento de limites para a adição da substância em alimentos é um indicativo de que a afirmação de que o sorbato de potássio faz mal não esteja totalmente errada.

Ainda que seja considerado um conservante não tóxico, pesquisas já indicaram que ele podem sim apresentar efeitos tóxicos. O seu uso prolongado, principalmente se for em grandes doses, pode causar reações alérgicas com sintomas como coceira na boca, na garganta, nos olhos e na pele, congestão nasal, dor abdominal e nariz escorrendo. Obviamente, quem já sofre com hipersensibilidade à substância, deve manter-se longe de produtos que a tragam em sua composição.

A ingestão a longo prazo do componente também está associada a problemas como diarreia e perturbação estomacal. O sorbato de potássio ainda pode causar enxaqueca, que pode vir acompanhada de outros sintomas como náusea, vômito e sensibilidade à luz.

Outro problema do consumo prolongado do conservante por meio da alimentação é a possibilidade de que ele cause deficiências nutricionais, atrapalhando o organismo a absorver vitaminas, minerais e outros nutrientes apropriadamente.

Segundo relatou o Doctors Health Press, uma pesquisa descobriu que a substância pode causar danos aos glóbulos brancos, também conhecidos como leucócitos, que são produzidos na medula óssea ou nos tecidos linfoides e ajudam o organismo a se defender contra infecções, doenças, alergias e resfriados.

Outro estudo mostrou que quando o sorbato de potássio é combinado com o ácido ascórbico, também conhecido como vitamina C e encontrado em diversos alimentos, é possível que ocorram danos à atividade do DNA.

Além disso, acredita-se que a aplicação de produtos cosméticos que contenham o componente possa resultar em efeitos colaterais como irritação na pele, vermelhidão, erupção, sensação de queimação nos olhos e olhos lacrimejantes.

Dicas para controlar a ingestão de sorbato de potássio 

Algumas táticas podem tornar mais fácil não consumir tanto sorbato de potássio. Uma delas é dar preferência a alimentos frescos e não processados no lugar de produtos enlatados e pré-cozidos.

Outra dica importante é sempre checar os ingredientes e dar preferências àqueles que sejam compostos por conservantes naturais como vinagre, sal e ácido ascórbico no lugar do sorbato de potássio.

Referencias adicionais:

Você já imaginava que o consumo em excesso do sorbato de potássio faz mal? Já conhecia para que serve e onde encontramos esta substância? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (16 votos, média: 4,81 de 5)
Loading...

13 comentários em “Sorbato de Potássio Faz Mal? Para Que Serve?”

  1. Olá ! descobri que sou alérgica a esse produtos através de vcs , tenho coceira muito forte no ouvido de quase morrer de tanto que cossa,agora tomo precauções ao comprar produtos leio logo os rótulos, obrigada ?

  2. No meu café da manhã como diariamente uma tapioca cuja massa contem INS 202 – sorbato de potássio.
    Creio que é pouco processa, com acréscimo de outros ingredientes não naturais, pois é eita no interior do Nordeste.
    Sera que essa dos evai me fazer algum dano.
    Ou seja, a dose que como diariamente poderá me fazer algum mal.
    Agradeço.

    • Sim, como também todos os dias, à uns 2 anos. Derrepente me atacou uma coceira pelo corpo, fui eliminando tudo que engeria, quando cheguei na tapioca, a coceira acalmou. Fui consultar os ingredientes do produto e encontrei o tal sorbato de potássio. Estou eliminando tudo que contenha esse conservante.

  3. Faço uso dessa substância em meu adoçante, Stevita.
    Procuro um adoçante que nao seja prejudicial. Mas está muito dificil!!!!

    • Rosane, use mel. E para o que não der, tenta ficar um mes tomando as coisas sem açucar. No começo é dificil mas seu corpo acostuma e depois seu paladar vai rejeitar o doce naturalmente e você vai gostar de tudo sem açucar. Só leva um tempo pra se adaptar

    • Stevita, se eu não estou enganada, não é stévia pura. Ó stévia pura, caro por sinal, é o único adoçante natural, 2º o grande dr. Lair Ribeiro.

  4. Reforçando meu comentário anterior, no Brasil não existe respeito para com o consumidor, querem apenas vender e lucrar. Não adianta olhar lista de ingredientes em embalagens, simplesmente omitem que o produto possui o Sorbato de Potássio na composição, ou em outras situações ocorre contaminação cruzada pelo uso de subprodutos que contém o Sorbato de Potássio.

    Resumindo, não é fácil a vida de quem possui alergia.

    A única coisa que me consola é o fato de meu organismo ter se manifestado e mostrado o quão perigoso seria continuar ingerindo este conservante.

    Consumir produtos orgânicos e não industrializados tem m proporcionado uma vida bem mais saudável.

  5. Esta substância Sorbato de Potássio é uma grande porcaria, foi muito difícil para mim descobrir que era alérgico a ela, somente através da isolação do que comia conseguir descobrir.

    Hoje tenho muita dificuldade para me alimentar, muitos dos produtos industrializados contém Sorbato de Potássio. Restaurantes, bares e outros estabelecimentos que produzem refeições não posso frequentar, pois utilizam muitos produtos em suas receitas que contém Sorbato de Potássio.

    Os sintomas que me provocam são: urticária na face, dor de cabeça, coceira nos olhos, dor abdominal, e quando muito forte até dificuldade para engolir.

    Acredito que muitas das doenças que sofremos nos dias atuais são causadas por substâncias como esta, que interferem diretamente nos processos metabólicos de nosso organismo.

    • Por acaso existe algum medicamento que você tome
      e ajuda na hora que sintomas aparece? Pois minha filha começou a ter vermelhidão rosto e percebi que toda vez era por ter engerido algum alimento com este sorbato potássio.

      • Olá Bianca.

        Eu uso a Loratadina quando tenho crise, para evitar que piore, e também uso quando suspeito que vá a algum evento onde exista risco de ingerir esta porcaria de Sorbato de potássio.

        A região que mais me afeta é o rosto, a parece muita urticária, elas só desaparecem com o uso de algum creme, tipo Cetoconazol mais Dipropionato de Betametasona. Infelizmente o uso prolongado deste creme pode fazer aparecerem pequenos vasos sanguíneos na pele, segundo meu dermatologista eles provocam o afinamento da pele, por este motivo devem ser pouco utilizados.

        O melhor mesmo é ficar londe deste conservante.

  6. Tenho usado gel “multicarb”, da marca Multipower, para repor os eletrólitos durante o exercício físico. Há outros tipos de gel e bebidas isotônicas semelhantes no mercado e de outras marcas.
    Venho tendo reações, que considero alérgicas, logo após a tomada deste gel.
    Vim aqui ver o que dizem acerca das substâncias usadas e, sim, eles contém todos sorbato de potássio e benzoato de sódio. Com a agravante de conterem também ácido cítrico.
    Apesar das quantidades baixas, a verdade é que essas reações me preocupam pois, momentaneamente, fico quase sem conseguir respirar (garganta tapada) e só a ingestão de água fria alivia…
    Vou parar de tomar isso.
    Obrigado.

Deixe um comentário