Chá de angélica – Para que serve, benefícios e como fazer

Especialista da área:
atualizado em 20/04/2021

O chá de angélica pode ser um ótimo aliado contra problemas digestivos. Veja para que serve, quais são os seus benefícios e como fazer o chá.

  Continua Depois da Publicidade  

A angélica (Angelica archangelica) é uma erva de aroma intenso, picante e adocicado muito usada na medicina alternativa. De fato, a planta de bulbo com flores brancas ajuda no tratamento da azia, da insônia, da ansiedade e muitas outras condições de saúde.

Vale lembrar que existe outra erva com propriedades medicinais chamada de angélica chinesa (Angelica sinensis). Para saber mais sobre essa outra planta, veja os benefícios do dong quai.

Fique sabendo então como o chá de angélica pode melhorar desconfortos digestivos e muito mais!

Para que serve

A angélica também pode ter outros nomes, como por exemplo:

  • Arcangélica;
  • Erva-de-espírito-santo;
  • Jacinto-da-índia;
  • Polianto.

O chá de angélica parece trazer muitos benefícios para a saúde. No entanto, são poucos os estudos científicos que comprovem esses benefícios.

Por isso, é importante usar o chá da erva com cautela e sempre consultar um médico caso você precise tratar um problema de saúde mais sério.

Apesar disso, é fato que a angélica contém nutrientes essenciais, como por exemplo o zinco, o magnésio e a vitamina B12.

Além disso, a erva apresenta propriedades anti-inflamatórias, digestivas, antiácidas, antissépticas, depurativas e diuréticas.

Benefícios do chá de angélica

tomando chá de angélica

Confira os principais benefícios de tomar o chá de angélica:

  Continua Depois da Publicidade  

1. Melhora problemas intestinais

A angélica é popular por conta do seu efeito de melhorar problemas estomacais e digestivos. De fato, o chá da erva parece amenizar problemas como a dispepsia, os gases e a indigestão, por exemplo.

Acredita-se que a angélica libera sucos digestivos que ajudam na digestão e na absorção de nutrientes.

Mas, de acordo com um estudo publicado na revista Alimentary Pharmacology & Therapeutics, é preciso que mais pesquisas avaliem esse possível benefício.

Só assim será possível comprovar a eficácia do chá contra distúrbios gastrointestinais – como a síndrome do intestino irritável, por exemplo.

2. Ajuda no tratamento de problemas respiratórios e infecções

A angélica tem propriedades que podem ajudar a eliminar microrganismos, como por exemplo:

  • Bactérias;
  • Vírus;
  • Fungos.

Assim, o chá de angélica pode ser útil no tratamento de doenças – incluindo infecções respiratórias causadas por bactérias (como a Escherichia coli) e infecções causadas pelo vírus herpes simplex ou por fungos.

3. Pode regular alguns hormônios

O chá de angélica pode ser muito bom para quem sofre de cólicas menstruais muito fortes. De fato, a planta parece equilibrar o nível de hormônios femininos – aliviando as dores associadas ao ciclo menstrual.

Além disso, tomar o chá também pode ajudar a regular o ciclo e a ajudar as mulheres que estão passando pela menopausa.

  Continua Depois da Publicidade  

4. Tem efeito calmante

Alguns estudos indicam que o chá de arcangélica pode diminuir a ansiedade e ajudar o corpo e a mente a relaxar.

Porém, não se sabe com certeza se esse efeito é real – já que até agora não foram feitos estudos em humanos.

Outros usos e benefícios da angélica

A raiz da angélica também serve para a produção de algumas bebidas – como o gin, por exemplo.

Além disso, algumas pessoas usam a erva para reduzir a noctúria, que é vontade urgente de urinar muitas vezes durante a noite.

Por fim, alguns estudos sobre os componentes da angélica indicam que os fitoquímicos presentes em sua composição podem auxiliar no tratamento e prevenção de câncer. Mas é importante aguardar mais mais pesquisas.

Efeitos colaterais

Em doses moderadas, o chá de angélica é seguro para a saúde. Ainda assim, é importante tomar cuidado com os seguintes efeitos adversos:

  • Sensibilidade da pele ao sol;
  • Contrações uterinas que podem prejudicar uma gravidez em curso.

Sendo assim, evite se expor ao sol sem a proteção adequada depois de tomar o chá de angélica. Além disso, não tome o chá se estiver grávida ou amamentando.

Aliás, o chá de angélica pode aumentar o nível de açúcar na urina e elevar a irritação gastrointestinal – especialmente se for usado em altas doses. Por isso, o uso do chá por diabéticos ou por pessoas que têm úlcera gástrica é contraindicado.

Como fazer o chá de angélica

A angélica também pode ser encontrada como um óleo essencial. Nesse caso, a planta é usada topicamente para beneficiar a pele e o cabelo com os seus nutrientes.

No preparo do chá de arcangélica, podem ser usadas várias partes da planta: suas raízes, caule, sementes ou folhas.

Se você não encontrar a angélica fresca, é bem fácil achar a angélica seca para preparar um chá.

Ingredientes:

  • 1 xícara de água fervente;
  • 1 colher de chá de angélica seca.

Modo de preparo:

Em primeiro lugar, aqueça a água até a fervura. Depois disso, adicione a angélica seca e desligue o fogo. Por fim, deixe a bebida em infusão por aproximadamente 10 minutos.

Apesar de não existir um jeito certo de tomar o chá, alguns médicos indicam beber o chá 30 minutos antes de cada refeição até 3 vezes ao dia.

Fontes e Referências Adicionais

Você já conhecia os efeitos medicinais do chá de angélica? Já experimentou ou pretende preparar o chá? Comente abaixo! 

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário