Especialista da Área:

Como é a Pirâmide Alimentar Vegana

O veganismo é descrito como um estilo de vida que procura excluir o consumo de produtos associados a todas as formas de exploração e crueldade em relação aos animais. Essa exclusão abrange diversos setores como alimentação, vestuário e produtos cosméticos, por exemplo.

Portanto, quando falamos em uma dieta vegana, nos referimos a uma alimentação que não permite o consumo de nenhum produto de origem animal como carnes, ovos e produtos laticínios, por exemplo. Como seria a pirâmide alimentar vegana, então? O que muda em relação à que aprendemos desde novos no colégio?

A pirâmide alimentar

Você provavelmente deve lembrar-se de quando aprendeu na escola a respeito da pirâmide alimentar, uma espécie de gráfico separado por grupos de alimentos, que serve como orientação para uma alimentação balanceada.

A pirâmide é composta por quatro níveis que trazem oito grandes grupos de alimentos. Cada nível indica a quantidade de porções que devemos consumir de cada grupo de alimentos.

Você pode observar como a pirâmide alimentar funciona na imagem a seguir:

A pirâmide alimentar vegana

Como você deve ter observado, a pirâmide alimentar engloba alimentos de origem animal como carnes, ovos, leite e produtos lácteos.

Portanto, existe a necessidade de uma pirâmide alimentar vegana, que possa servir de guia para uma dieta balanceada, que possibilita o fornecimento dos nutrientes que o organismo necessita para funcionar adequadamente, para as pessoas que escolham seguir esse estilo de vida.

É possível encontrar algumas versões de como pode funcionar a pirâmide alimentar vegana. Nosso primeiro exemplo:

Fica meio difícil entender essa pirâmide vegana apenas com os ícones e cores não é mesmo? Por isso, vamos trazer a explicação do que cada um deles representa:

  • Faixa bege: representa os grãos. A recomendação é consumir seis porções ou mais, sendo que cada porção corresponde a ½ xícara. Orienta-se ainda a enfatizar os grãos integrais como arroz integral, quinoa, painço e bagas de trigo.
  • Faixa verde: representa os vegetais. A indicação é ingerir cinco porções ou mais, sendo que cada porção é equivalente a ½ xícara de vegetal cozido ou 1 xícara de vegetal cru.
  • Faixa roxa: representa as frutas. Recomenda-se comer quatro porções ou mais, sendo que cada porção é igual a ½ xícara de fruta picada. Aqui, as frutas frescas devem ser escolhidas em detrimentos das secas e os sucos de frutas devem ter a sua ingestão limitada.
  • Faixa lilás: representa os legumes. A indicação consiste em comer três porções ou mais desses alimentos, sendo que uma porção é correspondente a ½ xícara de legume cozido. Alguns exemplos da categoria são: feijões, lentilha, grão-de-bico, tofu e leite de soja.
  • Faixa rosa: representa as nozes e sementes. A orientação é ingerir duas porções, sendo que cada porção corresponde a aproximadamente 30 g. Linhaça, sementes de chia e nozes são alguns exemplos de alimentos agrupados nesta categoria.

Segundo modelo de pirâmide alimentar vegana

Este segundo exemplo de pirâmide alimentar vegana recomenda a ingestão de dois litros de água por dia, além de trazer as seguintes recomendações em relação ao consumo de alimentos dentro da dieta vegana:

  • Grãos: ingerir de seis a 11 porções.
  • Vegetais e frutas: consumir de três a cinco porções de vegetais e de duas a quatro porções de frutas.
  • Produtos laticínios substitutos fortificados e legumes, sementes e nozes: ingerir de duas a três porções de produtos laticínios substitutos fortificados e de duas a três porções de legumes, sementes e nozes.
  • Produtos com gorduras e açúcares adicionados: o consumo deve ser feito com moderação, em pequenas quantidades.

Esta pirâmide vegana destaca os feijões, ervilhas, lentilhas e a soja como fontes significativas de proteínas dentro da dieta vegana. Os veganos são aconselhados a ingerir de três a seis fontes de proteínas diariamente como ½ xícara de tofu, uma xícara de leite de soja ou ½ xícara de feijão.

Cuidados importantes

Para a Academia de Nutrição e Dietética dos Estados Unidos, uma dieta vegetariana ou vegana bem planejada pode ser nutricionalmente adequada e apropriada para pessoas em qualquer estágio da vida.

Entretanto, vale também um alerta: só o fato de ser baseada em vegetais não faz uma dieta completamente saudável. Por exemplo, você pode ter uma dieta baseada em vegetais que é cheia de opções ricas em gorduras, ricas em sódio e ricas em açúcar.

Portanto, para garantir a sua saúde ao aderir à alimentação vegana, é importante certificar-se de fazer escolhas saudáveis, que entreguem ao corpo todos os nutrientes que ele precisa. Isso pode ser uma tarefa difícil, principalmente para quem não está acostumado; assim, vale a pena contar com o auxílio de um nutricionista para montar cardápios veganos nutritivos e saudáveis.

Lembre-se ainda de que este artigo tem o simples propósito de informar e não serve, de maneira alguma, como substituto de qualquer diagnóstico, prescrição ou orientação profissional passada por um médico ou nutricionista.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já tinha visto alguma pirâmide alimentar vegana? Tem vontade de seguir esse estilo de vida e de dieta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe um comentário