Veganismo

Como Virar Vegano – 5 Dicas de Especialistas

Virar vegano pode parecer um grande desafio, e não há dúvida que abraçar uma dieta baseada em vegetais integrais pode ser uma mudança de vida muito saudável. Porém, fazer a transição pode parecer algo avassalador ou até mesmo confuso se você nunca se aventurou nesse novo território. Como virar vegano assim?

O que é o veganismo?

O veganismo, ao contrário do que muitas pessoas pensam, é muito mais do que uma simples dieta, é um estilo de vida que procura excluir na medida do possível todas as formas de exploração e crueldade animal não apenas na alimentação como também no vestuário, produtos de higiene pessoal, limpeza, decoração, etc.

As pessoas veganas evitam explorar os animais para qualquer finalidade, e a compaixão é um dos principais motivos de por que muitas pessoas escolhem um estilo de vida vegano; por isso, elas não apoiam zoológicos, aquários, rodeios, touradas, ou qualquer outra forma de entretenimento que explore os animais.

Embora muitos remédios ainda sejam testados em animais, a Sociedade Vegana não recomenda que os veganos evitem os medicamentos receitados pelos médicos, apenas indica que perguntem tanto para o médico como para o farmacêutico se há alternativas que não realizam testes em animais.

Veja agora 5 dicas de especialistas em como virar vegano para que possa fazer essa transição da melhor maneira possível.

Dicas de especialistas sobre como virar vegano 

1. Faça a conexão entre a comida e o impacto físico dela em seu corpo para que a mudança seja evidente e bem compreendida

Teresa Howes é especialista em nutrição, entusiasta fitness e defensora da saúde. Bacharela em ciência nutricional e mestranda em negócios, ela possui mais de 14 anos de experiência profissional na indústria de perda de peso, trabalhando de maneira corporativa para Jenny Craig e como coach de saúde independente com clientes em todo o mundo.

Esta especialista diz para você simplesmente pensar “o que essa comida vai fazer pra o meu corpo?” antes de comer qualquer coisa, pois essa simples pergunta pode ter um impacto enorme na sua capacidade de fazer mudanças sustentáveis.

Se a transição em se tornar vegano de uma hora para outra lhe soar muito complicada, não há problema algum em adotar fases, ir aos poucos, fazendo pequenas mudanças. Qualquer mudança positiva que faça na sua dieta terá um bom impacto em sua saúde e poderá ser menos intimidante, mais sustentável e vista com seus próprios olhos, já que afetará a sua aparência.

Comece ingerindo mais vegetais, legumes, produtos integrais, e pouco a pouco vá removendo os produtos processados, lácteos, até remover todos os produtos de origem animal.

2. Não se pressione tanto e encontre receitas veganas dos seus pratos favoritos

Alexis Joseph é nutricionista, especialista em alimentos e nutrição reconhecida e especializada em comunicações nutricionais e desenvolvimento de receitas. Possui o blog Hummusapien, onde apresenta receitas à base de plantas saborosas, acessíveis e simples.

Ela diz que a coisa mais importante para se lembrar é de não colocar muita pressão sob si mesmo. Adote algumas pequenas alterações a cada semana e não siga em frente até se sentir confortável. Lembre-se de que o que funciona para você pode ser diferente do que funciona para outras pessoas.

Você pode começar mudando alguns hábitos do café da manhã, como por exemplo, em vez de tomar iogurte de leite de vaca, optar por um iogurte de soja. Há diversas maneiras de fazer essas mudanças de como virar vegano maneira sutil.

Encontre receitas veganas dos seus pratos favoritos, você irá se surpreender em como eles são parecidos e verdadeiramente gostosos!

Ela conta que começou dizendo não para o queijo, já que foi comprovado cientificamente que este produto é viciante devido a um químico presente em sua composição, a caseína, que quando consumida, seus fragmentos chamados de casomorfinas, um composto semente à mofina derivado de caseína, ligam-se aos mesmos receptores cerebrais aos quais a heroína e outros narcóticos se ligam.

A dica desta especialista é que você tente usar creme de caju, levedura nutricional, grão de bico, couve-flor ou leite de coco para dar cremosidade extra em suas receitas. Abacate e hummus são ótimos para os sanduíches. Recheie a pizza com toneladas de molho, vegetais e “caju parmesão” (castanhas de caju misturadas com sal, alho e levedura nutricional).

Entre na cozinha e comece a cozinhar, não tenha medo. Experimente receitas, ingredientes, divirta-se e sinta prazer em preparar seus pratos.

3. Pesquise e participe de uma comunidade

Luke Tan é escritor, treinador e atleta vegano premiado internacionalmente. Também é fundador da Envolved Generation, marca australiana que promove saúde e atletismo através do consumo consciente.

Este especialista sugere que a pessoa interessada em como virar vegano participe de uma comunidade, que pode ser tanto algo presencial como online, pois assim irá encontrar pessoas que já passaram ou estão passando pelo mesmo momento que você e estão dispostas a te ajudar e te apoiar nesta nova jornada.

Quando alguém está aderindo a este novo estilo de vida, é muito importante pesquisar e conversar com as pessoas. Saber como se alimentar corretamente. Há muitas informações conflitantes por aí, por isso é importante ler muito sobre o assunto, assistir a vídeos, documentários, conversar com as pessoas que entendem um pouco mais sobre o assunto ou estão, assim como você, pesquisando.

Quanto mais você pesquisar e aprender, mais irá perceber que uma dieta baseada em vegetais é o futuro dos alimentos.

4. Substitua os velhos hábitos

Canadense, Sam Turnbull é blogueira em It doesnt tastes like chicken e escritora de livros de receitas. Ela é especialista em receitas veganas proporcionando instruções claras e passo a passo de como fazê-las para agradar tanto veganos como não veganos.

Ela acredita que se tornar vegano é mudar os velhos hábitos. Se você costumava tomar café com leite, substitua por leite de soja, se costumava fazer lanche com queijo, comece a petiscar por exemplo pipoca ou o que achar delicioso.

Limpe a sua cozinha. Deixe-a totalmente vegana, assim nem terá que parar para pensar em algo vegano para comer, pois tudo o que estiver por lá já será. Certifique-se de que tenha um estoque cheio de petiscos e ingredientes simples para preparar as refeições.

5. Não se sobrecarregue e consulte os profissionais

Jessi Haggerty é nutricionista e personal trainer, com uma década de experiência na indústria da saúde e bem estar. Possui experiência em terapia nutricional, distúrbios gastrointestinais e exercício funcional. Trabalha com clientes através de aconselhamento nutricional integrado, treinamento pessoal e construção de comunidade.

Jessi aconselha as pessoas que desejam se tornar veganas a não se sobrecarregarem com a abundância de conselhos, receitas novas e desconhecidas. Comece escolhendo alguns poucos pratos e vá expandindo lentamente.

Embora seja ótimo querer se comprometer com uma dieta que consista em mais alimentos ricos em nutrientes, não é o fim do mundo e ninguém deve se punir se um dia acabar caindo na tentação e comendo alimentos que não são tão nutritivos assim, como por exemplo tomar um sorvete e comer um pedaço de queijo.

Lembre-se sempre de consultar profissionais da área da saúde, pois às vezes, quando alguém procura eliminar alimentos que atualmente estão frequentemente presentes na dieta, como por exemplo carne, ovos e queijo, é difícil encontrar substitutos que sejam saborosos e atendam às necessidades nutricionais. Consulte um nutricionista para garantir que a sua dieta tenha variedade suficiente para atender a todas as necessidades do seu corpo.

Se você deseja usufruir de todos os benefícios para a saúde de uma alimentação vegana, como por exemplo uma pressão arterial normal, muita energia para o seu dia, um risco reduzido de desenvolver doenças cardíacas, certos tipos de câncer e diabetes, deverá ingerir uma variedade de frutas, grãos integrais, vegetais, feijões e outros alimentos vegetais saudáveis, o que não deve ser nenhuma grande novidade, e essa é a base de uma dieta vegana.

Siga essas dicas de como virar vegano e passe a ter uma vida baseada na compaixão e respeito pelos animais.

Referências adicionais:

O que você achou essas dicas e conselhos sobre como virar vegano? Tem vontade de experimentar esse novo estilo de vida e principalmente de alimentação? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)



ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*