Depois de Passar Mal Durante uma Trilha, Jovem Perde 57 kg

Especialista:
atualizado em 30/01/2020

Emil Oprisa, de 27 anos, passou por uma experiência ao mesmo tempo desafiadora, embaraçosa e motivadora. Durante uma viagem para cursas seu mestrado, ele decidiu participar de uma trilha nos Alpes Austríacos, mas seus 150 kg o fizeram passar mal e “ser ultrapassado” até mesmo por crianças e idosos.

E essa experiência o fez resolver mudar de vida de uma vez por todas. Confira a jornada de Emil contada pelo próprio na carta abaixo:

Como eu ganhei peso

Por volta dos meus 16 anos, tudo mudou. Meus pais estavam trabalhando no exterior, então ninguém estava realmente ‘supervisionando’ meu estilo de vida e os meus hábitos alimentares. Comecei a comer principalmente junk food. Eu quase não me exercitava. Até mesmo para ir até o mercado no final da ria eu pegava um táxi em vez de ir a pé. Eu era a personificação da preguiça, mas eu realmente não me enxergava engordando. As pessoas ao meu redor certamente notavam, e alguns amigos tentaram me ajudar a mudar, mas com pouco sucesso!

O ponto de virada

Em setembro de 2012, numa pequena cidade nos Alpes Austríacos, me inscrevi em um programa de mestrado de dois anos. Um dia, eu estava caminhando pela cidade e vi um mapa de trilhas nas montanhas ao redor. Eu pensei que eu poderia dar um chance! E escolhi um caminho para tentar no dia seguinte.

Havia cerca de 300 escadas no início da trilha. Foi um dos momentos mais embaraçosos da minha vida! Eu estava suando bicas enquanto as crianças e idosos literalmente estavam correndo me ultrapassando. Isso me trouxe de volta à realidade, e eu percebi que precisava fazer uma mudança drástica!

Como eu emagreci

emil2

Eu decidi que não importava o quão constrangedor ou difícil fosse no início, eu faria caminhadas e me exercitaria. Há uma pequena colina com uma estátua no cume atrás da minha universidade, e foi por aí que eu comecei. Eu passei a subir e descer essa colina todas as noites. Depois, eu incluí outra ladeira no meu exercício, e comecei a correr na subida.

Depois de algumas semanas, comecei a fazer trilhas. Eu peguei caminhos que eram menos movimentados, já que ainda estava muito inseguro sobre mim e minha aparência. Gradualmente, conforme o peso foi caindo, eu fui fazendo mais e mais trilhas. Agora, eu posso dizer que há poucos segredos das montanhas vizinhas que eu não conheça. Eu faço longas caminhadas de mais de 10 horas às vezes!

Claro, para perder o peso, eu tive também de alterar meus hábitos de dieta! Eu larguei todos os tipos de alimentos processados que eu estava tão acostumado a comer e me forcei a comer o que eu considerava antes como alimentos sem gosto (saladas e tudo o que não é frito!). Eu me acostumei com eles, e agora eu os aprecio muito.

emil3

O mais difícil de largar para mim foram as batatas chips. Eu comprava três sacos e comia todos em alguns minutos! Eventualmente, hoje em dia, eu confesso que consumo alguns deles. Eu também larguei os refrigerantes e comecei a beber mais água. O cigarro foi surpreendentemente fácil de largar!

Agora estou apenas a 9 kg do meu objetivo de 84 kg, e a minha qualidade de vida melhorou substancialmente. Eu detalho minha jornada no meu blog de perda de peso. Estou muito mais confiante agora, e desfruto de atividades como corrida e ciclismo, o que parecia impossível alguns meses atrás! Eu só quero incentivar todos a superar esses obstáculos mentais e encontrar a determinação de fazer o que eu fiz, porque o resultado vai surpreender você!

Você já passou por uma situação vergonhosa como essa que Emil retratou como seu ponto de virada? O que faria no lugar dele? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário