Dor na costela – Causas e como tratar

Especialista da área:
atualizado em 08/01/2021

Apesar de pouco comum, a dor na costela pode incomodar muito. Saiba quais são as causas e como tratar essa dor.

  Continua Depois da Publicidade  

As possíveis causas de dor na costela podem variar desde traumas provocados por acidentes até problemas respiratórios. Aliás, em alguns casos a dor na costela é apenas uma tensão muscular. Aproveite para conferir as causas de dores musculares nas costas.

Geralmente, a dor na costela não é nada grave e não requer um tratamento longo nem complicado. No entanto, há sempre uma pequena porcentagem de pessoas que pode ter um problema sério.

Causas de dor na costela

mulher com dor na costela

A dor na costela causada por uma pancada ou um trauma físico pode ser fácil de identificar, já que ela surge logo após o evento. Porém, há várias causas possíveis para a dor na costela. Confira as principais:

1. Lesão

Uma lesão na região das costelas pode ocorrer em situações como:

  • Acidente de trânsito;
  • Prática de esporte de contato físico;
  • Quedas.

Em situações como essas, a dor começa logo depois de sofrer a lesão. Para que o médico possa identificar o tipo e a gravidade da lesão, ele pode solicitar diversos exames de imagem. A saber, os tipos de lesão mais comuns nas costelas são:

2. Costocondrite

A costocondrite ou síndrome de Tietze é uma condição em que há a inflamação da cartilagem da caixa torácica. Ou seja, a cartilagem que une as costelas fica inflamada, causando inchaço e dor.

O nível de dor pode ser leve ou grave e as costelas podem ficar mais sensíveis ao toque do que antes.

Em casos mais graves, a dor irradia para outros membros e afeta a qualidade de vida.

3. Pleurisia

A pleurisia ou pleurita é uma condição inflamatória que afeta o revestimento dos pulmões e o tórax. Por isso, ela causa dor na região das costelas.

  Continua Depois da Publicidade  

A pleura é um conjunto de tecidos finos que revestem o pulmão e o tórax e que deslizam suavemente entre si. Entretanto, quando a pleura inflama, elas acabam se encostando mais – o que causa desconforto e dor.

Esse tipo de inflamação pode durar alguns dias até 2 semanas e nem sempre precisa de tratamento.

Aliás, outro tipo de inflamação nos pulmões que pode causar dor nas costelas é a bronquite. Assim, não deixe de checar os sintomas de bronquite crônica para se precaver.

4. Fibromialgia

A fibromialgia é uma doença crônica que causa dor no corpo inteiro. De acordo com uma pesquisa de 2011 publicada na revista Clinical and Experimental Rheumatology, a dor torácica é relativamente comum em pessoas com fibromialgia.

Além da dor que pode ser latejante, é comum a sensação de ardência e de pontadas.

5. Embolia pulmonar

Em alguns casos a dor na costela pode ser um sinal de embolia pulmonar. Porém, outros sintomas também podem surgir como:

  • Tontura;
  • Falta de ar;
  • Suor;
  • Arritmia cardíaca;
  • Respiração rápida;
  • Tosse com ou sem sangue;
  • Ansiedade.

6. Câncer pulmonar

Um dos sintomas do câncer pulmonar é a dor torácica. Mas calma, apenas a dor na costela não significa que você tem câncer no pulmão, pois a doença causa muitos outros sintomas como: 

  • Dor ao tossir, respirar ou rir;
  • Falta de ar;
  • Respiração ofegante;
  • Tosse com sangue ou catarro.

Outras possíveis causas

Como as 24 costelas que compõem o nosso tórax estão protegendo vários órgãos – como por exemplo o coração, o pulmão, o baço, o pâncreas, o rim e o estômago – a dor na costela pode indicar um problema em um deles.

  Continua Depois da Publicidade  

Por isso, além das causas acima, a dor na costela pode ter outros motivos, como por exemplo:

  • Gravidez;
  • Problemas no pâncreas ou pancreatite;
  • Doença renal;
  • Baço aumentado;
  • Pericardite;
  • Osteoporose ou outras doenças que afetam os ossos;
  • Problemas no estômago.

Como tratar a dor na costela

exame físico nas costas

Assim como em outras condições, a dor na costela deve ser tratada de acordo com o diagnóstico.

A dor nas costas é apenas um sintoma. Sendo assim, é importante descobrir a causa por trás do problema.

No caso de condições inflamatórias como a costocondrite, por exemplo, o tratamento pode ser feito com o auxílio de remédios anti-inflamatórios e analgésicos para reduzir a inflamação e a dor.

Além disso, compressas frias são ótimas para lesões leves como distensão muscular ou uma contusão, por exemplo.

Por fim, se um câncer for diagnosticado, o tratamento geralmente consiste em quimioterapia e radioterapia acompanhados ou não de tratamento cirúrgico.

Às vezes, a dor na costela é apenas passageira e não precisa de nenhum tratamento. Em todo caso, é importante procurar ajuda médica se a dor na costela for muito forte, piorar com o tempo ou demorar mais de 24 horas para melhorar.

Fontes e Referências Adicionais

Você costuma sentir dor na costela? Já descobriu a causa? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. João Hollanda

Dr. João Hollanda é Médico Ortopedista - CRM-SP 113136. Formou-se pela Santa Casa de São Paulo, com especialização em cirurgia do joelho. É também médico da Seleção Brasileira de Futebol Feminino desde 2016 e médico voluntário do Grupo de Traumatologia do Esporte da Santa Casa de São Paulo desde 2010. Tem experiência de trabalho prévio com a Confederação Brasileira de Vela, Cisne Negro Companhia de Dança, Escola de Dança do Teatro Municipal de São Paulo, Equipe de Ginástica Artística de Guarulhos. Já trabalhou como Médico nos Jogos Panamericanos Rio 2007, e foi Médico do Time Brasil para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Trabalhou junto a organização Médicos Sem Fronteiras no Afeganistão e no Haiti, e junto a organização Expedicionários da Saúde no Haiti. Dr. João Hollanda é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos. Você pode entrar em contato com o Dr. João através de seu site.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário