12 erros que você deve evitar ao caminhar

publicado em

De baixo impacto e fácil de fazer, a caminhada é a atividade escolhida por muitas pessoas que estão querendo sair do sedentarismo e começar a praticar algum tipo de exercício físico. 

Entretanto, para que tudo corra bem e os resultados sejam positivos é importante evitar os erros abaixo ao sair para caminhar!

Caminhada com cachorro
Ainda que a caminhada não seja complexa, é importante evitar certos erros ao praticar a atividade

1. Escolher o calçado errado

Você certamente já sabe que precisa usar um tênis para fazer caminhada. Porém, sabe qual tipo de tênis deve usar? 

Por exemplo, calçados usados para jogar tênis e basquete não são uma boa opção, pois se a rigidez desses tênis de quadra ajuda a dar suporte a rápidos movimentos laterais, ela dificulta a flexibilidade do calcanhar ao dedo que é boa para caminhar.

A dica é procurar por um calçado com um calcanhar bem acolchoado e que seja leve, respirável e resistente à água. Você pode ir atrás de um modelo específico para caminhada, mas um tênis de corrida também pode funcionar bem.

  Continua Depois da Publicidade  

Quando se trata do calçado escolhido para caminhar, também é fundamental que ele sirva direitinho para você. Se os seus tênis ficarem muito frouxos, eles não te darão o suporte que você precisa. Já se estiverem muito apertados, eles poderão te dar calos.

Ao calçar os tênis, a sensação deve ser de conforto: deve haver espaço o suficiente para você mexer os seus dedos com facilidade, no entanto, o seu pé não deve deslizar.

Um conselho para quem está pensando em sair para comprar os seus tênis de caminhada é ir à loja no período da tarde, quando os pés já estão levemente inchados, para que seja possível ter uma ideia do tamanho real dos pés.

2. Usar a roupa errada

Vestir roupas muito apertadas e pesadas pode deixar a sua caminhada desconfortável, incômoda e desagradável.

  Continua Depois da Publicidade  

O ideal é que as suas roupas de caminhar sejam soltinhas, confortáveis e respiráveis, para que você possa se movimentar com facilidade e para que elas não fiquem molhadas devido ao suor ou umidade.

Conforme o clima de onde você mora, você pode montar camadas de roupas e remover camadas finas conforme o seu corpo for ficando mais quente, assim como colocá-las de volta quando ele estiver mais frio.

Se o tempo estiver estranho, leve itens de proteção contra a chuva, como capa de chuva. Além disso, não se esqueça de usar chapéu, óculos escuros e filtro solar para se proteger do sol, mesmo nos dias nublados ou no inverno.

3. Não ser visto

Usar roupas com cores vivas, brilhantes ou chamativas e tecidos refletivos ajuda os motoristas e outras pessoas a perceberem a sua presença, o que é importante para evitar acidentes, especialmente caso você goste de caminhar à noite ou bem cedinho de manhã, quando ainda está escuro.

Você também pode levar algum tipo de luz, como uma lanterna, para te ajudar a enxergar onde você está indo e a se fazer mais visível para as pessoas. Entretanto, será mais fácil para os outros te verem se os refletores ou luzes estiverem em partes do seu corpo que estão se movimentando, como os seus braços e as suas pernas.

  Continua Depois da Publicidade  

4. Caminhar sempre no mesmo local

Fazer o mesmo trajeto toda vez que for caminhar pode te deixar entediado e fazer com que você perca o interesse na atividade. Portanto, de tempos em tempos, mude o percurso e o local onde você caminha.

Isso pode não apenas melhorar a sua motivação, mas também dar uma mudada nas coisas para os seus músculos e articulações. Uma dica é incluir alguma elevação ou morro no trajeto da sua caminhada: eles podem acrescentar intensidade e fortalecer os músculos das coxas e dos glúteos.

5. Não contar seus passos, minutos ou quilômetros

Contar quantos passos você deu, por quantos quilômetros caminhou ou quantos minutos durou o seu exercício é importante para que você saiba se está alcançando os seus objetivos e evoluindo na atividade, além de te ajudar a manter-se motivado.

Em um grupo de estudos, pessoas que monitoraram os seus passos deram cerca de 27% a mais deles do que as pessoas que não fizeram isso. O resultado disso foi o acréscimo de uma média de até 2,5 mil passos por dia.

Você pode monitorar a sua quantidade de passos por meio de um aplicativo no seu celular ou com a ajuda de um aparelho chamado pedômetro.

  Continua Depois da Publicidade  

6. Postura errada

Se você trabalha sentado em frente ao computador o dia todo, é possível que a sua postura não seja das melhores. Portanto, cuidado para não levar essa postura errada para a sua caminhada.

A postura certa na hora de caminhar pode te ajudar a andar mais e com maior rapidez, além de auxiliar a prevenir lesões. Mas, qual seria essa postura? A dica é tentar elevar a coluna como se uma corda estivesse te erguendo a partir do topo da sua cabeça.

Os seus olhos devem estar direcionados para a frente e os seus ombros devem estar para baixo, para trás e relaxados. Enquanto caminha, você deve balançar os braços naturalmente e livremente conforme pisa levemente com os seus pés, indo do calcanhar ao dedo.

7. Não se hidratar com água

Nada de refrigerantes, sucos de fruta ou até mesmo bebidas esportivas. Para quem vai fazer uma caminhada moderada, a melhor forma de se hidratar é com a boa e velha água.

8. Fone com som muito alto

Algumas pessoas não conseguem caminhar sem ouvir música ou um podcast no fone do seu celular. Se este é o seu caso, opte por fones de ouvido que permitam que os sons externos entrem e mantenha o volume baixo o suficiente para que você consiga escutar o que está acontecendo ao seu redor. 

Isso é importante para que você possa perceber a presença de um automóvel em velocidade, a buzina de um carro, a sirene de uma ambulância, um cachorro latindo ou qualquer outro sinal sonoro, o que vai ajudar a evitar acidentes.

9. Ficar com a cara no celular

Falando em acidentes, ficar olhando para a tela do celular enquanto faz a sua caminhada pode ser bem perigoso. Afinal, você corre o risco de se distrair e tropeçar, dar de cara com um poste ou ir parar no trânsito sem nem perceber.

Portanto, se precisar mexer no celular durante a sua caminhada, dê uma pausa, vá para um canto seguro, faça o que tem que fazer e só depois retorne para a sua caminhada.

10. Deixar o celular em casa

Embora você precise tomar cuidado para não se distrair demais com o celular durante a caminhada, é importante que você leve o aparelho. Afinal, ele será muito útil caso você se perca e precise da ajuda de um aplicativo de GPS para encontrar o caminho ou caso ocorra uma emergência e você precise ligar para alguém.

Sem contar que ele pode ajudar a monitorar a duração da sua caminhada e a quantidade de passos que você já deu. Só não se esqueça de carregar o aparelho antes de sair para caminhar.

11. Deixar o seu cachorrinho em casa

Você tem um cãozinho? Então, por que não levá-lo para te acompanhar na sua caminhada perto de casa? Ele certamente vai amar e o entusiasmo do seu bichinho pode te contagiar!  Pessoas que têm cachorros e levam os bichinhos regularmente para fazer caminhadas são mais propensas a atingir 150 minutos de exercício moderado por semana.

12. Não se alongar após a caminhada

Recomenda-se dar uma alongada suave nos músculos da perna, especialmente das panturrilhas, após terminar a caminhada. Isso vai te ajudar em relação à flexibilidade. Portanto, confira algumas dicas de alongamentos para caminhada.

No entanto, não exagere, pois os alongamentos não devem doer. Segure cada alongamento por 10 a 20 segundos e use uma cadeira ou parede para ter um apoio e uma ajudinha para se equilibrar enquanto faz o alongamento. As informações são do WebMD.

Fontes e referências adicionais

Você já cometeu algum desses erros na sua caminhada? Qual? Comente abaixo!

Foi útil?
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas e profissionais de educação física. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

Deixe um comentário