Fosfolipídeos de Caviar – O Que é, Para Que Serve e Como Funciona

Especialista:
atualizado em 28/12/2017

Para falarmos sobre os fosfolipídeos de caviar, antes é bom que a gente compreenda o que é um fosfolipídeo, não é mesmo?

Pois bem, os fosfolipídeos são um tipo de lipídeo que se arranjam em duas camadas paralelas, também conhecidas pelo nome de bicamada fosfolipídica. Essas camadas constituem as membranas celulares e são críticas para a habilidade de funcionamento de uma célula.

Por sua vez, os fosfolipídeos de caviar são comercializados na forma de um suplemento que consiste em uma mistura de fosfolipídeos de origem marinha e lipídeos neutros extraídos das ovas de arenque (um peixe), informou o documento de apresentação do produto creditado à Biotec Dermocosméticos e à Novastell Ingredients Essencials.

De acordo com o documento, os fosfolipídeos de caviar são particularmente ricos nos ácidos graxos poli-insaturados ômega 3 e contêm naturalmente o antioxidante astaxantina (que é um carotenoide) e o alfa-tocoferol (que é um oito dos elementos que compõem a vitamina E, sendo classificado como o mais potente entre eles).

Para que serve e como funciona

Um dos efeitos atribuídos aos fosfolipídeos de caviar é o da melhoria da pele.

Além disso, outras possíveis vantagens do produto são a diminuição do processo inflamatório em peles envelhecidas e expostas à radiação ultravioleta, a redução do processo de psoríase (doença de pele), a melhora na hidratação e em condições como dermatite atópica, acne e rosácea, além de outros problemas de pele.

O caviar em cápsulas também pode ser utilizado para combater o envelhecimento, suavizando as rugas e combatendo a flacidez.

A cápsula de caviar age ainda contra a deterioração das células e promove a suavidade da superfície cutânea, o que faz com que os sinais do tempo sejam diminuídos.

As moléculas de fosfolipídeos encontradas na composição das cápsulas de caviar são antioxidantes poderosos, que contam com a habilidade de combater os radicais livres, conhecidos como os responsáveis pelo envelhecimento cutâneo.

A publicação afirmou também que o tratamento com esse tipo de produto colabora com a hidratação por meio da diminuição do processo inflamatório das peles envelhecidas e excessivamente expostas à radiação ultravioleta.

Os produtos cosméticos e suplementos à base de caviar realmente contêm um conteúdo de ômega 3. O ômega 3 é composto por duas frações, conhecidas pelas siglas DHA e EPA, que trazem benefícios em relação ao coração, a processos inflamatórios e ao rejuvenescimento.

O consumo dos produtos cosméticos com caviar não ajuda somente em relação à beleza, como também no que se refere à saúde.

Cuidados com os fosfolipídeos de caviar 

O tratamento com o produto deve ser feito somente com a indicação do médico.

Assim, se você se interessou pelo suplemento, converse com o seu médico a respeito dele para saber se os fosfolipídeos de caviar realmente são eficientes em relação aos objetivos que você deseja alcançar e certificar-se de que o produto não pode causar algum tipo de prejuízo para a saúde do seu organismo.

Até porque não é sempre que as promessas de um produto cosmético são realmente observadas na prática. A conversa com o médico, que é qualificado para analisar a composição do suplemento e entender se ele tem condições de funcionar, é o que proporciona maior garantia em relação à eficácia do produto.

Além disso, precisamos lembrar que cada pessoa tem um organismo diferente, com características, necessidades e reações diferentes. Logo, não é porque os fosfolipídeos de caviar funcionaram para uma pessoa que eles necessariamente serão bons para a outra – um mesmo produto pode trazer diferentes resultados em diferentes usuários.

Obviamente, a recomendação de utilizar o produto somente depois de conversar com o médico serve para todas as pessoas, porém, principalmente para crianças, adolescentes, idosos, mulheres que estejam grávidas ou em processo de amamentação de seus bebês e indivíduos que sofrem com algum tipo de doença ou condição de saúde.

No mesmo sentido, aconselha-se que antes de utilizar produtos como os fosfolipídeos de caviar, a pessoa deve procurar o auxílio de um dermatologista.

O dermatologista avaliará o grau de comprometimento e de envelhecimento da pele ou a presença de uma doença de pele como a psoríase e, assim, poderá prescrever uma formulação com a concentração mais adequada para o caso da pessoa.

Também é aconselhável informar ao médico a respeito de qualquer outro tipo de medicamento ou suplemento que esteja utilizando para se certificar de que não existem riscos de interação entre os fosfolipídeos de caviar e a substância em questão.

Você já tinha ouvido falar nos fosfolipídeos de caviar? Pretende utilizar esse suplemento para algum propósito? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (28 votos, média: 4,14 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário

1 comentário em “Fosfolipídeos de Caviar – O Que é, Para Que Serve e Como Funciona”

  1. tenho 80 anos todas análises e exames de saude normais o meu medico receitou-me 300mg por capsula de FC fiz pesquisas sobre o produto fiquei com duvidas sobre posologia composição (não descriminadas) e efeitos colaterais (com esta dose)