Grávida Pode Dormir do Lado Direito?

Confira se uma mulher grávida pode dormir do lado direito ou se há alguma posição específica na qual é melhor ficar deitada enquanto dorme.

A gestação é um momento único e delicado na vida de uma mulher, em que ela passa por diferentes experiências e por uma série de mudanças em sua vida.

Isso envolve mudanças na alimentação, no peso, nas roupas, na rotina, nos sapatos, na prática de atividades físicas, na quantidade de consultas médicas, no humor, sentimento e emoções, nos relacionamentos, nos planos para o futuro e até na maneira de enxergar o mundo. Por exemplo, veja como deve funcionar uma dieta para gestante e quanto engordar mês a mês na gravidez.

Mas você já ouviu falar que, além de tudo isso, que a futura mamãe também precisa mudar o seu jeito de dormir?

Será que a grávida pode dormir do lado direito?

Só percebemos o quanto somos acostumados a dormir de determinada maneira quando somos realmente obrigados a mudar a posição em que nos deitamos. Será que ao descobrir que está esperando um neném, a mulher que tinha o costume de dormir do lado direito precisa se acostumar com uma nova forma de dormir?

Historicamente, os médicos recomendam dormir com uma pequena inclinação para a esquerda. De acordo com os especialistas, isso serve para tirar a pressão da aorta e da veia cava, mas a grávida pode dormir do lado direito também.

Conforme a sua gravidez progride, qualquer lado em que você dormir vai ficar dolorido. Então, é bom ter o lado oposto como uma opção para se virar.

A Associação Americana da Gravidez defende que a melhor posição para dormir durante a gestação é de lado, principalmente do lado esquerdo. A organização justifica que isso aumentará a quantidade de sangue e nutrientes que atingem a placenta e o neném.

Especialistas defendem que dormir do lado esquerdo também é mais confortável para a gestante conforme a sua barriga vai crescendo, além de melhorar a circulação, e impede que o peso corporal, que encontra-se aumentando, faça muita pressão no fígado.

Por sua vez, a professora assistente de medicina da Escola de Medicina da Universidade John Hopkins, Grace Pien, informou que não existe muita pesquisa comparando o ato de dormir no lado direito e no lado esquerdo, entretanto, ao menos teoricamente, a mãe teria menos compressão na veia cava inferior ao deitar no lado esquerdo do que no lado direito.

A publicação até mencionou um estudo, publicado no jornal médico The BMJ, que apontou um aumento ligeiro do risco de ter natimorto (feto morto) para mulheres que se deitaram do lado direito em vez do esquerdo na noite anterior do aborto, entretanto, esses resultados não foram repetidos.

O ato de dormir de costas e o perigo de compressão de vasos sanguíneos

Agora que analisamos se a grávida pode dormir do lado direito, podemos saber se dormir de costas traz algum perigo ou não.

  Continua Depois da Publicidade  

A maior recomendação é evitar dormir de costas por períodos prolongados depois das 20 semanas de gestação, pois os principais vasos sanguíneos do corpo (a aorta e a veia cava) passam bem perto da coluna no lado direito do corpo.

A aorta e a veia cava são responsáveis por carregar sangue de volta ao coração a partir das pernas e dos pés. A pressão sobre elas pode desacelerar a circulação de sangue para o organismo da mãe.

A professora assistente de medicina da Escola de Medicina da Universidade John Hopkins, Grace Pien, afirmou que quando a gestante deita de costas há mais propensão de que o feto comprima a veia cava inferior, diminuindo a quantidade de sangue de volta ao coração.

Menos sangue bombeado no coração significa menos sangue bombeado para fora dele, o que representa uma queda na pressão arterial para a mulher e uma baixa no teor de oxigênio no sangue tanto para ela quanto para o neném.

A professora assistente de medicina também alertou que a compressão na veia cava inferior pode se tornar um problema especialmente para as grávidas que já sofrem com problemas de pressão ou complicações na respiração.

Além disso, Pien informou que uma série de estudos sugere que dormir de costas durante o final da gravidez pode estar associado a um risco mais elevado de ter um natimorto.

De acordo com a Associação Americana da Gravidez, dormir de costas também pode provocar dores nas costas, problemas de respiração, problemas no sistema digestivo e hemorroidas.

Como você provavelmente já deve suspeitar, deitar de barriga para baixo também não é a melhor ideia para uma gestante: isso faz com que o abdômen pressione o útero que se encontra em expansão, sem contar que em determinado ponto a gravidez, com a barriga bem grande, será bem difícil que a mulher dê conta de permanecer nessa posição, não é mesmo?

A importância do sono para a gestação

A professora assistente de medicina da Escola de Medicina da Universidade John Hopkins Grace Pien alertou que pesquisas já apontaram que as gestantes que não dormem direito (menos que cinco ou seis horas por noite) provavelmente têm um risco mais alto de ter diabetes gestacional e potencialmente de sofrer com a pré-eclâmpsia.

Portanto, se você está grávida e tem dificuldades para dormir, consulte o seu médico para saber o que deve fazer a respeito da insônia na gravidez. Lembrando ainda que é o profissional que deve ter a última palavra em relação à posição ideal para você dormir e a todos os outros aspectos da sua gestação.

Tenha em mente que este artigo serve unicamente para informar e jamais pode substituir as recomendações qualificadas do médico.

Fontes e Referências Adicionais:

  Continua Depois da Publicidade  

Você já tinha ouvido falar se uma grávida pode dormir do lado direito? Tem preferência de lado para dormir? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Felipe Santos e Dra. Patrícia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário