Grávida Pode Tomar Açaí? Faz Mal Comer Açaí na Gravidez?

Especialista:
atualizado em 15/01/2020

Veja a seguir se, por se tratar de um alimento teoricamente saudável, que é composto por diversos nutrientes, a grávida pode tomar açaí ou se faz mal comer açaí na gravidez.

O fato de ser um alimento saudável não significa que não seja necessário tomar alguns cuidados com o consumo do açaí na gravidez. Isso porque, principalmente, consumo excessivo do açaí pode resultar em um ganho maior de peso durante a gestação.

Ao descobrir que está grávida, a mulher precisa consultar o médico para saber qual o limite de ganho de peso que é considerável para ela ao longo de sua gestação.

Aproveite e confira quanto engordar na gravidez – mês a mês e conheça alguns alimentos perigosos que grávidas devem evitar. Confira também os nutrientes e benefícios do açaí para a boa forma e saúde.

Segundo o Instituto Nacional de Diabetes e Doenças Digestivas e Renais (NIDDK, sigla em inglês) dos Estados Unidos, ter sobrepeso ou obesidade na gravidez aumenta os riscos de que a mulher precise ter um parto cesariano e que sofra com problemas como diabetes gestacional e pré-eclâmpsia (pressão alta durante uma gestação que pode causar graves danos ao bebê e a mãe se não for tratada).

Mas os problemas não se encerram aí: o bebê da mãe com sobrepeso ou obesidade tem mais riscos de nascer antes da hora, apresentar defeitos no tubo neural ou ser natimorto (morto no útero depois de 20 semanas de gestação), alertou o NIDDK.

Por isso, além de controlar a quantidade de açaí que consome, para evitar o ganho de peso excessivo, a futura mamãe deve dar preferência às polpas mais naturais possíveis, que não tenham a adição de açúcar e nem venham acompanhadas de ingredientes cheios de calorias e açúcar.

De olho na segurança ao consumir o açaí

A mulher grávida pode tomar açaí, mas vale também ressaltar a necessidade de tomar cuidado com a segurança alimentar durante a gravidez. A gestante sempre precisa analisar bem o local onde vai consumir o produto.

Quando for comprar a polpa do açaí, também é fundamental que analise as embalagens e os rótulos das opções para verificar a qualidade e a procedência do produto.

Outra estratégia que pode ajudar neste sentido é pesquisar na internet as marcas de polpas de açaí disponíveis para compra na sua cidade, para verificar se elas não se envolveram em algum tipo de irregularidade.

Uma notícia mostrou como essa preocupação é realmente importante: segundo a publicação, havia a desconfiança de que o consumo de açaí poderia ser o responsável por um surto de toxoplasmose que ocorreu na cidade de Cuiabá – MT.

Alguns dos contaminados com a doença relataram ter ingerido o açaí antes do aparecimento dos sintomas, entretanto, até a data da publicação da matéria, a Secretária Municipal de Saúde não havia confirmado se o produto realmente era o responsável pelo surto da condição, já que nem todos os atingidos pela toxoplasmose tomaram o açaí e aqueles que o consumiram, fizeram isso em diferentes estabelecimentos.

A gestante precisa tomar um cuidado especial para não contrair a toxoplasmose porque a infecção pode atingir o bebê, informou o Serviço Nacional de Saúde (NHS, sigla em inglês) do Reino Unido.

De acordo com a organização, se a gestante é contaminada pela doença pela primeira vez enquanto está grávida ou poucas semanas antes de engravidar, há riscos de que a condição provoque malformações congênitas ou problemas depois que o neném já nasceu, aborto ou que a gestante tenha um natimorto.

Segundo o NHS, se a infecção ocorrer no começo da gestação, é menos provável que ela se espalhe ao bebê, no entanto, se os problemas chegarem a ocorrer, é provável que eles sejam mais sérios.

Caso a infecção aconteça mais tarde durante a gravidez, é mais provável que ela atinja o neném, entretanto, se algum problema for desenvolvido, é provável que seja menos severo, completou a organização.

Os suplementos de açaí

Já no caso dos suplementos à base de açaí, o recomendado é que tantos as gestantes quanto as mulheres que estão no período do aleitamento dos seus nenéns evitem esse tipo de produto.

Além de saber se a grávida pode tomar açaí

É fundamental que a mamãe tenha o acompanhamento do médico e do nutricionista desde o momento em que descobre que está esperando um bebê para saber todos os cuidados que precisa tomar, o que inclui como a alimentação precisa ser a partir de então.

Isso é essencial para assegurar que a mulher esteja ciente do que necessita comer e o que deve evitar para que ela e o seu filho(a) recebam os nutrientes que necessitam em quantidades apropriadas, de modo que o bebê se desenvolva dentro dos conformes e a saúde da mulher seja preservada.

Durante essa conversa com o médico e o nutricionista, ela precisa descobrir qual a quantidade de cada nutriente que deve ingerir por dia – as necessidades nutricionais mudam durante a gestação – e aprender com quais alimentos consegue atingir esses valores.

Já o uso de suplementos deve ocorrer somente com a autorização e o acompanhamento dos profissionais para garantir que a quantidade de nutrientes a ser ingerida realmente esteja de acordo. Assim como as faltas, os excessos de nutrientes podem fazer mal.

Esse acompanhamento individualizado do médico e do nutricionista torna-se ainda mais importante quando lembramos que cada gestação apresenta as suas particularidades, podendo haver diferentes riscos e necessidades para cada mulher e bebê.

Vídeos:

Gostou das dicas?

Fontes e Referências Adicionais:

Você imaginava que grávida pode tomar açaí? Tem ou teve desejo de tomar açaí durante a sua gestação? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário