Grávida pode usar maquiagem e cosméticos sem restrição?

Especialista da área:
atualizado em 07/02/2022

Toda grávida merece se sentir bonita e se cuidar, mas é importante saber qual maquiagem e cosméticos são seguros para usar durante a gravidez.

De fato, a gravidez pode gerar muitas mudanças no corpo, como por exemplo o surgimento de estrias e melasmas na pele. Além disso, o aumento da progesterona pode deixar o nariz mais largo e as alterações hormonais também podem aumentar a oleosidade da pele.

  Continua Depois da Publicidade  

Nestes casos, o uso de cosméticos e maquiagens ajuda a disfarçar as imperfeições e a melhorar a autoestima.

Mas será que a grávida pode usar maquiagem e cosméticos livremente?

Maquiagem
Existem alguns ingredientes de maquiagem que a grávida pode usar e outros que não

Embora as grávidas possam usar maquiagem e cosméticos, é importante prestar atenção nos ingredientes dos produtos, já que muitos deles são contraindicados na gestação. 

Ingredientes para evitar na gravidez

Veja então as substâncias que é melhor evitar usar na pele durante o período gestacional. 

Parabenos

É preciso evitar os parabenos, tanto na maquiagem quanto nos cosméticos. Esses compostos geralmente são adicionados nesses produtos para evitar a proliferação de fungos e bactérias. No entanto, os parabenos podem causar mudanças hormonais e prejudicar o desenvolvimento do feto. Além disso, eles também prejudicam o sistema endócrino da mulher, estando ela grávida ou não.

Cânfora, ureia e metais pesados

Outros ingredientes que podem prejudicar a saúde do bebê e seu desenvolvimento são a cânfora, a ureia quando presente em concentrações acima de 3% e os metais pesados como o chumbo.

  Continua Depois da Publicidade  

A saber, a ureia pode interferir negativamente na formação e no crescimento do feto. Já a cânfora pode ser tóxica e, em altas concentrações, e está relacionada a um risco mais alto de aborto. Por último, os metais pesados podem causar intoxicações e alterar a pressão arterial da gestante.

Ácidos 

Também é recomendado evitar alguns cremes anti-idade, anti-acne e clareadores que contêm ingredientes como hidroquinona, ácido retinóico, vitamina A, ácido glicólico e ácido salicílico. Esses componentes, principalmente em altas concentrações, podem aumentar o risco de malformações, aborto ou parto prematuro.

Formaldeído, tolueno e DBP

Nas maquiagens, o ideal é ficar de olho em ingredientes como formaldeído, tolueno e dibutilftalato (DBP) e evitá-los. 

O tolueno, por exemplo, pode impactar negativamente o sistema nervoso do feto em desenvolvimento. Já o DBP pode prejudicar a produção hormonal. Por fim, o formaldeído tem potencial cancerígeno e por isso deve ser evitado ao máximo, tanto em produtos para a pele quanto para os cabelos.

Oxibenzona, avobenzona e metoxicinamato

Por último, lembre-se que toda grávida precisa usar protetor solar para proteger a pele e reduzir o risco de melasma. Mas é bom evitar produtos que contenham oxibenzona, avobenzona e metoxicinamato .

Ingredientes permitidos na gravidez

Os componentes a seguir são considerados seguros ao longo da gestação. 

  Continua Depois da Publicidade  

Óxido de zinco

O óxido de zinco está presente em protetores solares indicados para as grávidas por dermatologistas.

Além de proteger a pele, eles também reduzem o risco de manchas escuras (melasma).

Não comedogênicos e hipoalergênicos

Quanto à maquiagem, os produtos não comedogênicos que não entopem os poros são melhores, pois não aumentam a oleosidade na pele.

Em caso de sensibilidade na pele, vale a pena procurar por produtos hipoalergênicos. 

Demaquilantes bifásicos 

Na hora de escolher o demaquilante, opte pelos bifásicos que são compostos apenas por óleo e água, pois eles são mais seguros e suaves com a pele da gestante.

Mais dicas e cuidados

Maquiagem em mulher
Fique atenta a possíveis alergias que podem surgir durante a gravidez

Além dos riscos à saúde do bebê e da grávida, durante a gravidez a pele da mulher fica mais sensível a certos produtos. Por isso, ela pode desenvolver alergias que não tinha antes.

  Continua Depois da Publicidade  

Assim, mesmo que o cosmético seja aprovado pelo seu obstetra para uso durante a gestação, interrompa o uso caso observe sintomas de reação alérgica na pele.

Para tratar ou prevenir estrias, opte por cremes hidratantes aprovados para gestantes e registrados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Nos rótulos, procure por ingredientes como aloe vera, dexpantenol, lactato de amônio, glicerina, óleo de semente de uva e óleo de amêndoas, por exemplo. E se possível, evite produtos com álcool que podem irritar a pele.

Por fim, não se esqueça que beber muita água também é essencial para manter a pele hidratada e saudável.

Tome todos esses cuidados com os produtos usados na pele, principalmente no primeiro trimestre, que é a fase mais crítica de desenvolvimento do feto.

Em caso de dúvidas, consulte seu obstetra ou dermatologista de confiança. 

Fontes e referências adicionais

Agora que você sabe os prejuízos que ingredientes como parabenos e ácidos em geral podem causar durante a gravidez, pretende olhar os rótulos de maquiagens e cosméticos com mais atenção? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

Deixe um comentário