Home » Dieta » Dicas Para Emagrecer » Hemoterapia Emagrece? O Que é, Benefícios, Para Que Serve e Riscos

Hemoterapia Emagrece? O Que é, Benefícios, Para Que Serve e Riscos

Hemoterapia

Você já ouviu falar da hemoterapia? Não sabe o que é isso? Vamos conhecer um pouco mais sobre o procedimento abaixo, conhecer seus benefícios, para que serve e entender se a hemoterapia emagrece ou não, além de seus possíveis riscos.

  Continua Depois da Publicidade  

O que é hemoterapia? 

Segundo o dicionário médico Merriam-Webster, a definição de hemoterapia é um tratamento que envolve a administração de sangue fresco, de uma fração de sangue ou de uma preparação de sangue.

Trata-se da utilização do sangue no tratamento de algum tipo de condição de saúde, que envolve a transfusão de sangue. Nos casos em que o paciente recebe o próprio sangue, o procedimento é denominado auto-hemoterapia.

Uma típica sessão de hemoterapia funciona da seguinte maneira: o médico coloca um torniquete no braço do paciente para estimular a veia a saltar contra a pele. Na sequência, o profissional geralmente extrai uma quantidade de sangue referente a um tubinho e faz um curativo na ferida causada pela agulha.

Então, o sangue é reinjetado no corpo do paciente, geralmente em uma região muscular como a coxa ou o glúteo, apesar da aplicação também poder acontecer no braço. A partir do músculo, a amostra de sangue é distribuída por todo o corpo. A transfusão pode acontecer imediatamente depois da retirada do sangue ou um tempo mais tarde.

  Continua Depois da Publicidade  

No caso da auto-hemoterapia, o sangue é retirado no momento em que a aplicação for feita e ele não recebe nenhum tipo de tratamento.

Para que serve e benefícios da hemoterapia

Os defensores do procedimento afirmam que a hemoterapia ajuda a fortalecer o sistema imunológico, auxilia o processo de cura de ferimentos a ser mais rápido e pode contribuir para o alívio de sintomas de condições na pele e nas articulações.

Os proponentes do tratamento explicam que o fortalecimento do sistema imunológico trazido pela hemoterapia pode ajudar os pacientes a terem uma recuperação de quadros de doenças de maneira mais veloz.

A explicação é que isso acontece porque quando o sangue da pessoa é reintroduzido em seu organismo, o sistema imunológico tem uma ascensão e ataca o sangue, tendo em vista que ele carrega traços da condição em questão.

Acredita-se que esse aumento repentino do sistema de defesa do organismo ajuda a expulsar o resto de infecção do corpo. A hemoterapia é utilizada geralmente para tratar infecções virais como o resfriado e a gripe.

Entretanto, o procedimento também pode ser utilizado no tratamento de problemas de pele como eczema, psoríase e queimaduras. Nessas situações, além de fazer com que o corpo se esforce mais para combater as doenças, a injeção puxa mais sangue para a área afetada.

  Continua Depois da Publicidade  

A consequência disso é que as células recebem uma ajudinha para se renovarem de maneira mais acelerada, o que promove o processo de cura. Nesses casos, o médico também pode escolher tratar o sangue que foi extraído do paciente com oxigênio ou algum medicamento.

Com isso, quando o sangue é reinjetado, ele carrega o medicamento diretamente para a área afetada. Os resultados podem ser mais rápidos porque o remédio não teve que atravessar toda a corrente sanguínea antes de chegar lá.

Por sua vez, o sangue que é tratado com oxigênio geralmente nutre as células e contribui para que elas funcionem de maneira mais forte, o que oferece a elas melhores chances de combater a condição.

  Continua Depois da Publicidade  

A hemoterapia emagrece?

Não é possível afirmar que a hemoterapia emagrece, já que não há fontes sérias e confiáveis que confirmem tal afirmação ou expliquem como isso pode acontecer.

Ainda assim, se você ouvir alguém dizer ou ler em algum lugar que a hemoterapia emagrece, a atitude mais sábia e segura a ser tomada é a de conversar com um médico sério e de confiança e pedir que ele lhe explique sobre o procedimento e se você pode ou não se submeter a ele.

Não se submeta a tratamentos de hemoterapia com leigos de maneira irregular pois isso poderá causar danos graves à sua saúde, como você poderá conferir com mais detalhes no tópico a seguir.

Se a perda de peso é algo que você deseja ou necessita, siga um método comprovadamente saudável e sustentável. Passe a fazer uma alimentação equilibrada, nutritiva, controlada e saudável e pratique exercícios físicos para maximizar o seu gasto total de calorias.

Os riscos da auto-hemoterapia 

Uma publicação de 2007 do site do Governo do Estado de São Paulo apresentou depoimentos de especialistas e organizações que se mostraram contra a prática e alertaram quanto aos riscos que a auto-hemoterapia representa à saúde.

Em abril daquele ano, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) lançou uma nota técnica condenando o procedimento por não existirem estudos que comprovem a eficiência da prática.

No mesmo sentido, a Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP) alertou que a chamada auto-hemoterapia não possui fundamentação científica e que pode causar efeitos colaterais graves como uma infecção generalizada e levar o paciente à morte.

O professor titular de hematologia e hemoterapia da FMUSP, Dalton Chamone, explicou que a infecção pode ser desenvolvida graças ao fato de existir bactérias na pele. Assim, uma parte dessas bactérias pode entrar na seringa. Ele esclareceu que quando o sangue é injetado no músculo, é formado um hematoma, que é justamente uma cultura de bactérias.

A Sociedade Brasileira de Hematologia e Hemoterapia (SBHH) lançou uma nota oficial em que esclareceu que não existem estudos com evidências científicas sobre o tema, tanto na literatura nacional, quanto na internacional, e que os efeitos colaterais, riscos e complicações da auto-hemoterapia são desconhecidos.

A SBHH não reconhece o procedimento como prática médica. Ainda assim, é possível encontrar pessoas sem capacitação na área médica que realizam a auto-hemoterapia.

Isso normalmente acontece em uma casa sem as adequações sanitárias necessárias, trazendo altos riscos de infecção, além das chances da pessoa que se submete ao procedimento sofrer uma contaminação.

O Conselho Federal de Medicina (CFM) reforçou a proibição da prática da auto-hemoterapia por parte dos médicos ao receber questionamentos e denúncias de leigos que utilizam e divulgam a técnica.

Você já ouviu falar de alguém que tenha feito que a hemoterapia emagrece? Tem curiosidade de experimentar essa prática, mesmo sabendo de seus riscos? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (87 votos, média: 3,84 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite
  Continua Depois da Publicidade  


ARTIGOS RELACIONADOS

46 comentários

  1. Edicarlos Pereira de Lima

    Olá bom dia a todos ! Meu nome é Edicarlos eu tenho renitente alérgica hipertrofia…
    As informações que todos pubricarao foi muito valiosas
    Porém me encorajaram bastante vou comersar o procedimento mais rápido possível….realmente os comentários dos médicos deicha qualquer um desmotivado realmente eles são manipulados pela as indústrias de medicamentos….e eles todos fazem um juramento..

    Hafff

  2. Maria Aparecida Genaro

    Alguém já usou a hemoterapia para tratamento do diabetes?

  3. Romilda Alves da Veiga

    Sofro de ansiedade, síndrome do pânico e depressão
    Será que está terapia poderia melhorar meu estado clínico? Alguém aí faz uso da terapia para a melhora desta infermidade

  4. Há 16 anos sofria com 06 Hérnia de disco. Cheguei a um estágio de quase não andar mais. Quando em crise um senhor me falou deste procedimento da auto hemoterapia, procurei vê as causas e me interessei a fazer. Com um procedimento não senti mais dores nenhuma. Tenho 03 meses que eu faço a hemoterapia e não pretendo mais parar. Senti mais energizada. A Anvisa não há interesse de autorizar pois só assim só iremos em farmácias somente comprar as seringas.

  5. Tenho 67 anos. Faço hemoterapia e também ozônio terapia, retal, auricular e timo. Mé sinto ótima.para artrite e artrose muito bom. A Hemo dá disposição. Nunca mais tive resfriado.

  6. Francisca Nascimento Felix

    Ola tengo 56 sufro de artritie rematoide artrose osteoporosis poblema de coluna posos facer?

  7. Oi gente, tenho 83 anos, faço auto-hemoterapia a mais de
    quinze anos, estou em boa forma e não pretendo parar.Não conheço todos os benefícios, mas com certeza são muitos.comecem a fazer, quem sabe pode melhorar.

  8. Estou na sétima aplicação, com fé em Deus vamos conseguir a vitoria

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*