Micro-ondas faz mal à saúde?

Especialista da área:
atualizado em 13/03/2021

Se você está lendo esse artigo já deve ter se perguntado se preparar ou aquecer comida no micro-ondas faz mal à saúde, certo?

  Continua Depois da Publicidade  

Apesar do eletrodoméstico fazer parte do cotidiano de grande parte da população há algum tempo, algumas pessoas ainda têm dúvida se ele é totalmente seguro.

Portanto, vamos entender se os alimentos preparados no micro-ondas realmente podem fazer mal à saude e quais os aspectos envolvidos no uso deste aparelho, que está presente nas nossas vidas diariamente.

O que são as micro-ondas?

Micro-ondas são ondas eletromagnéticas de alta frequência geradas pelo aparelho de micro-ondas (em torno de 2.450 megahertz) através do seu reflexo nas paredes metálicas do forno sobre os alimentos, gerando uma vibração das moléculas de água contidas nos mesmos.

Esta vibração entre as moléculas produz calor tornando possível o cozimento do alimento por dentro e não somente na superfície, uma vez que estas ondas têm grande capacidade de penetração.

Dessa forma, o uso do aparelho de micro-ondas se tornou bastante popular por ser mais rápido e eficiente que o fogão a gás, ajudando tanto no cozimento quanto no descongelamento dos alimentos, tornando o dia a dia mais prático no preparo das refeições.

No entanto, alguns profissionais ainda questionam se o uso constante do micro-ondas faz mal à saúde e quais as possíveis consequências que este eletrodoméstico pode causar.

  Continua Depois da Publicidade  

Aquecer comida no micro-ondas faz mal à saúde?

aquecer alimento micro-ondas

Mesmo nos dias atuais, ainda é possível encontrar pessoas que acreditam que o uso do micro-ondas pode causar malefícios à saúde.

A tecnologia, que já é usada há algum tempo, realmente gerou dúvidas há alguns anos atrás, mas estudos já comprovaram que seu uso é seguro.

Isso se dá ao fato de que as micro-ondas emitidas pelo eletrodoméstico não utilizam radiação ionizante, ou seja, elas não possuem energia suficiente para causar dano celular no organismo, como por exemplo mutações nas células.

Nesse sentido, o consumo de alimentos preparados no micro-ondas é completamente seguro. Por outro lado, ele pode sim promover a degradação de alguns nutrientes presentes nos alimentos.

O cozimento do alimento através das micro-ondas, assim como qualquer outro processo térmico, pode modificar sua composição físico-quimica, acarretando em perda de nutrientes e compostos antioxidantes.

Nesse sentido, algumas vitaminas que são sensíveis ao calor, como é o caso da vitamina C, pode ser degradada durante o processo. Da mesma forma, o calor também modifica a estrutura das proteínas, podendo acarretar na sua deterioração.

  Continua Depois da Publicidade  

Entretanto, o binômio tempo/temperatura é o principal responsável pelas alterações estruturais que podem ocorrer no alimento submetido a temperaturas elevadas.

Dessa forma, quanto mais alta a temperatura e quanto maior o tempo de cozimento, maior será a perda do valor nutricional do alimento.

Portanto, afirmar que a comida de micro-ondas faz mal à saúde é mito, pois não há acúmulo de radiação nos alimentos.

Então, o máximo que pode ocorrer é a perda de nutrientes devido a temperaturas elevadas, o que naturalmente pode ocorrer com outras formas de aquecimento, como por exemplo o uso de fogão a gás.

Quais os problemas causados pela exposição às micro-ondas?

recipiente plástico micro-ondas

De forma geral, a exposição do alimento às micro-ondas não gera efeitos nocivos ao organismo de quem o consumir. No entanto, a utilização de alguns recipientes plásticos no eletrodoméstico sim.

  Continua Depois da Publicidade  

A utilização de recipientes plásticos para aquecer alimentos no micro-ondas é muito comum. Entretanto, isto pode acarretar na liberação de uma substância chamada bisfenol A (BPA), composto químico utilizado na produção do policarbonato, causando problemas de saúde.

Quando esta substância entra em contato com o organismo, ela interfere nas glândulas endócrinas e age como estrogênio (hormônio feminino), causando puberdade precoce, aumento das mamas, alteração no sistema imune e pode acarretar no desenvolvimento de tumores.

Portanto, não se recomenda a utilização de recipientes plásticos para aquecer comidas no micro-ondas, sendo os recipientes de vidro mais indicados. Caso opte pelo uso de recipientes plásticos, verifique se eles tem o selo “Livre de BPA”.

Conclusão

É inegável a praticidade que o uso do micro-ondas proporciona para as pessoas. Assim sendo, a rotina cada vez mais agitada necessita de tecnologias como essa, que tornem o dia a dia mais dinâmico.

A perda de parte dos nutrientes do alimento por aquecimento é um processo natural, que ocorre tanto no micro-ondas quanto com outras formas de preparar um alimento. Portanto, aqueça o alimento pelo menor tempo possível para manter a maior parte dos nutrientes presentes.

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, é importante lembrar de evitar o uso de recipientes plásticos ao aquecer um alimento no micro-ondas, dê preferência aos recipientes de vidro. Dessa forma, pequenos cuidados como esse garantem ainda mais segurança para você.

Fontes e referências adicionais

Você já tinha ouvido que o uso de micro-ondas faz mal à saúde? Tem o costume de requentar ou cozinhar seus alimentos com frequência no aparelho? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (32 votos, média 3,97)
Loading...

Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

2 comentários em “Micro-ondas faz mal à saúde?”

  1. Já utilizei micro-ondas, mas nunca tive um em casa nem pretendo adquiri-lo. Na dúvida, melhor nunca usá-lo.

    Responder