Neosoro

Neosoro Faz Mal?

O Neosoro é um remédio em gotas que podemos aplicar dentro do nariz para tratar a congestão nasal, aliviando os sintomas de resfriados, quadros alérgicos nasais, rinites e rinossinusites (sinusites).

Ele é composto por uma substância chamada cloridrato de nafazolina e é encontrado na forma de solução em gotas. As informações são da bula de Neosoro de uso adulto.

Será que Neosoro faz mal?

Como acontece com todo medicamento, Neosoro faz mal quando utilizado de maneira indevida. Portanto, é sempre importante consultar o médico para saber se deve e como (em que dosagem, por quanto tempo) deve utilizar o remédio.

A própria bula de Neosoro adulto traz o seguinte alerta: “Não use o medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde”.

Existem alguns casos específicos em que Neosoro faz mal e não pode ser usado. Estamos falando aqui das contraindicações do remédio (em sua versão de uso adulto), que segundo a bula referem-se as seguintes situações:

  • Hipersensibilidade (alergia) a qualquer um dos componentes da fórmula de Neosoro;
  • Em inalação;
  • Em pacientes com glaucoma de ângulo estreito;
  • Em crianças menores de 12 anos de idade;

A bula de Neosoro de uso adulto deixa bem claro que o remédio é próprio para ser aplicado no nariz e não pode ser ingerido. O documento alerta que a ingestão de Neosoro de uso adulto pode provocar uma série de problemas como:

  • Náusea;
  • Vômito;
  • Letargia,
  • Taquicardia;
  • Diminuição da respiração;
  • Bradicardia (lentidão do ritmo cardíaco);
  • Hipotensão (pressão baixa);
  • Hipertensão (pressão alta);
  • Sedação;
  • Sonolência;
  • Midríase (dilatação da pupila);
  • Estupor (estado de inconsciência);
  • Hipotermia (temperatura corporal abaixo do seu nível normal).
  • Coma.

Os riscos do abuso dos descongestionantes nasais

Abusar de descongestionantes nasais como Neosoro faz mal porque pode viciar e provocar uma reação inflamatória na mucosa do nariz.

No mesmo sentido, essa dependência pode impactar em riscos de problemas cardiovasculares como taquicardia e angina (dor no peito).

O que acontece é que, quando os descongestionantes são pingados, os vasos são contraídos, desincham e sobra mais passagem do ar.

O problema é que o efeito não é duradouro e logo os vasos incham e o nariz entope de novo, o que faz com que a pessoa precise de doses maiores a cada aplicação para obter o mesmo efeito.

O uso de longo prazo desses descongestionantes também aumenta os riscos de trombose e da formação de coágulos. Tanto que a própria bula de Neosoro adulto alerta que ele não pode ser utilizado por mais do que três a cinco dias.

Esses remédios funcionam somente como uma ação paliativa e que o ideal é buscar a ajuda (do médico) para descobrir e tratar a causa do entupimento do nariz.

Carvalho também ensinou uma receita para aliviar a congestão nasal sem precisar usar remédios: lavar as narinas com soro fisiológico ou solução de água com sal e bicarbonato.

Recomenda-se limpar o nariz com soro fisiológico a 0,9% duas vezes ao dia (de manhã e à noite) para uma pessoa saudável, sem rinite ou inflamação. Também dá para fazer a higiene no banho pois a água e o calor ajudam a amolecer as crostas e facilitam a limpeza.

Pediatra alerta contra o uso de descongestionantes em crianças

O pediatra e toxicologista Anthony Wong alerta que, em crianças, os descongestionantes nasais podem provocar um aumento muito alto da pressão, chegando a atrapalhar a circulação.

Segundo ele, mesmo nos casos de remédio do tipo receitado para a criança, os pais ou responsáveis devem ficar atentos aos sintomas de superdosagem ou reações alérgicas. Esses sinais podem incluir palidez, sonolência, agitação extrema, irritabilidade e alteração de comportamento.

Em crianças, o uso de descongestionantes pode até matar, portanto, todo cuidado é pouco.

Efeitos colaterais de Neosoro

De acordo com a bula do medicamento em sua versão para uso adulto, o Neosoro faz mal ao causar as seguintes reações:

  • Rinite medicamentosa, caracterizada por inflamação, inchaço e congestão nasal, quando o uso é prolongado;
  • Irritação local passageira com queimação, ardência e espirros;
  • Náusea;
  • Dor de cabeça;
  • Aumento dos níveis de glicose no sangue pelo uso crônico do cloridrato de nafazolina (substância presente em Neosoro adulto);
  • Congestão nasal por efeito rebote (que é quando a suspensão repentina de um tratamento traz a volta dos sintomas, causada pelo uso crônico de Neosoro de uso adulto;
  • Pressão alta;
  • Taquicardia;
  • Piora do quadro de hiperglicemia (níveis excessivos de glicose no sangue) em pessoas diabéticas, especialmente as que apresentam a cetoacidose diabética;
  • Sonolência ou moleza;
  • Diminuição da temperatura;
  • Fadiga;
  • Cansaço;
  • Dor de cabeça;
  • Coma;
  • Insônia;
  • Dor no nariz;
  • Espirros;
  • Escorrimento nasal;
  • Desconforto nasal;
  • Rinite;
  • Epistaxe (sangramento no nariz);
  • Conjuntivite;
  • Dor ocular;
  • Alteração visual;
  • Vermelhidão e irritação ocular;
  • Dilatação da pupila;
  • Aumento da pressão intraocular;
  • Irritação.

Caso você experimente algum dos efeitos colaterais mencionados acima ou ainda qualquer outro tipo de reação adversa, procure rapidamente o auxílio do médico, mesmo que os sintomas não aparentem ser graves.

Isso é importante para ter certeza de qual é a seriedade da reação, tratar o problema, caso seja necessário e saber como deve proceder em relação ao uso de Neosoro adulto.

Problemas provocados pela superdosagem de Neosoro

A superdosagem é a utilização de uma quantidade maior do que a indicada de um medicamento. Quando houver a superdosagem de Neosoro de uso adulto, o paciente pode experimentar os seguintes problemas:

  • Arritmias cardíacas;
  • Cefaleia (dor de cabeça);
  • Náuseas e vômitos,
  • Diminuição do batimento cardíaco,
  • Hipotensão (queda) ou hipertensão (aumento) da pressão arterial;
  • Hiperemia nasal (vermelhidão do revestimento interno do nariz);
  • Depressão do sistema nervoso central.

Caso isso ocorra, a orientação é procurar ajuda médica o mais rápido possível, levando a bula do remédio em mãos, para receber o tratamento adequado, conforme a gravidade da situação. As informações são da bula de Neosoro de uso adulto.

Interações medicamentosas

Quando mais de um remédio é utilizado ao mesmo tempo, os medicamentos podem interagir no organismo, provocando efeitos prejudiciais.

No caso de Neosoro adulto, a bula recomenda que ele seja utilizado com precaução em pacientes que estejam sendo tratados com inibidores da monoaminoxidase como fenelzina, tranilcipromina e moclobemida porque eles podem potencializar os efeitos do aumento da pressão arterial do cloridrato de nafazolina, substância presente no medicamento.

O documento informa ainda que o uso simultâneo de Neosoro adulto e antidepressivos tricíclicos como amitriptilina, imipramina ou a clomipramina também pode causar o aumento da pressão arterial.

Portanto, é preciso informar ao médico a respeito de qualquer medicamento, suplemento ou planta medicinal que esteja utilizando para que o profissional verifique se usar Neosoro faz mal junto da substância em questão.

Outros cuidados com Neosoro

O uso de Neosoro adulto exige cuidados nos seguintes casos:

  • Em pacientes com asma brônquica;
  • Em pacientes com doenças cardiovasculares, como idosos com doenças cardíacas graves, e em pacientes com hipertensão arterial (a absorção do cloridrato de nafazolina, presente em Neosoro adulto, para o sangue pode agravar essas condições);
  • Em pacientes com hipertireoidismo (excesso de funcionamento da tireoide);
  • Em pacientes com diabetes mellitus;
  • Em pacientes com hipertrofia prostática (aumento da próstata);
  • Mulheres grávidas ou em período de amamentação do neném – o uso deve ocorrer somente sob recomendação médica.

O medicamento deve ser usado conforme a prescrição médica. O frasco de Neosoro não pode ser compartilhado com outras pessoas para diminuir os riscos de contaminação e transmissão de processo infeccioso.

Depois de utilizar o remédio, o usuário deve limpar o aplicador com um lenço de papel seco e recolocar a tampa protetora do produto.

Recomenda-se que o paciente não dirija veículos ou opere máquinas durante o tratamento com o remédio porque a sua atenção e habilidade podem estar prejudicadas. As informações são da bula de Neosoro de uso adulto.

Atenção: este artigo não substitui a orientação médica e a leitura da bula do remédio. Portanto, antes de começar a usar o medicamento, converse direito com o seu médico e leia a bula de Neosoro na íntegra para ter certeza se Neosoro faz mal ou não para o seu caso, em particular.

Referências adicionais:

Você já tinha ouvido falar que o uso de Neosoro faz mal quando de maneira ou frequência indevida? Tem costume de usar muito esse remédio? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite


ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*