Glicose alta – O que comer e fazer para baixar

Especialista da área:
atualizado em 11/09/2021

A glicose é um dos principais combustíveis do corpo. É um açúcar monossacarídeo rico em energia que é decomposto nas células para produzir trifosfato de adenosina (ATP), que é um pequeno “pacote” de energia que alimenta as milhões de reações bioquímicas que ocorrem no corpo a cada segundo.

  Continua Depois da Publicidade  

As pessoas obtêm glicose através dos alimentos, predominantemente aqueles ricos em amido, como por exemplo arroz, batatas, massas e pães. O amido é um polissacarídeo (cadeia de moléculas de glicose) que é decomposto por enzimas digestivas, transformando-se em moléculas individuais de glicose. No intestino delgado, a glicose é absorvida pelo sangue até chegar ao fígado.

Outros tipos de açúcares simples presente na dieta das pessoas, como frutose, sacarose e lactose, também são combustíveis que contribuem para a produção de ATP e são utilizadas como fonte de energia para o corpo.

A fonte principal de fornecimento de energia ao organismo é a glicose, sendo que o corpo pode, ocasionalmente, utilizar os lipídios (gorduras) para produzir energia. No entanto, os neurônios (células nervosas) dependem quase exclusivamente da glicose para obter energia, e é por isso que a manutenção de níveis saudáveis de glicose no sangue é essencial para o bom funcionamento do sistema nervoso.

Quais são os valores normais da glicose no sangue?

exame de glicose

Os níveis de glicose no sangue (glicemia) podem variar de acordo com o tipo e a quantidade de alimentos ingeridos, bem como o horário do dia, conforme mostrado na tabela a seguir:

Em jejumApós 2 horas das refeiçõesQualquer hora do dia
Glicemia normalAbaixo de 100 mg/dLAbaixo de 140 mg/dLAbaixo de 100 mg/dL
Glicemia alteradaEntre 100 mg/dL a 126 mg/dLEntre 140 mg/dL a 200 mg/dLNão é possível definir
DiabetesAcima de 126 mg/dLAcima de 200 mg/dLAcima de 200 mg/dL com sintomas

Quais são os sinais de açúcar no sangue?

Os sintomas clássicos de glicose alta são:

  • Muita sede;
  • Irritação;
  • Letargia/cansaço;
  • Boca seca;
  • Necessidade de ir com frequência ao banheiro.

Se você sofre com problemas de glicose alta, veja agora algumas opções de alimentos que podem ajudar, mas lembre-se sempre de consultar o seu médico.

  Continua Depois da Publicidade  

Glicose alta – o que comer

Alimentos com baixo índice glicêmico

As pessoas ingerem a glicose através dos alimentos, e por isso, saber o que comer quando os seus níveis estão altos é muito importante.

O índice glicêmico (IG) é medido em relação a velocidade que um alimento contendo carboidratos aumenta a glicose no sangue, e os alimentos são classificados com base em uma comparação (de cada alimento) com um alimento de referência, que pode ser por exemplo o pão branco. Um alimento com um IG alto eleva rapidamente os níveis de glicose no sangue, ao contrário de um com um com IG médio ou baixo.

Para quem tem glicose alta, o ideal é ingerir alimentos que são classificados como baixo ou médio IG, e caso for ingerir um de índice glicêmico alto, poderá combiná-lo com alimentos de IG baixo, para ajudar a equilibrar a refeição.

Veja a seguir a classificação de alguns alimentos de acordo com seu índice glicêmico:

Alimentos ricos em carboidratos

Baixo IG ≤ 55Médio IG 56-69Alto IG ≥ 70
Cereal matinal All Bran: 30Arroz integral: 68Arroz branco: 73
Aveia: 54Cuscuz: 65Bebida isotônicas do tipo Gatorade: 78
Chocolate ao leite: 43Farinha de mandioca: 61Bolacha de arroz: 87
Macarrão integral: 49Farinha de milho: 60Cereal de milho tipo Corn Flakes: 81
Pão integral: 53Pipoca: 65Pão branco: 75
Tortilha de milho: 50Refrigerante: 59Tapioca: 70
Cevada: 30Muesli: 57Maisena: 85
Frutose: 15Pão de grãos: 53Tacos: 70
Panquecas caseiras: 66Glucose: 103

Verduras e legumes

Baixo IG ≤ 55Médio IG 56-69Alto IG ≥ 70
Feijão: 24Inhame cozido no vapor: 51Purê de batata: 87
Lentilha: 32Abóbora cozida: 64Batata: 78
Cenoura cozida: 39Banana verde: 55
Sopa de legumes: 48Nabos: 62
Milho cozido: 52Batata doce s/ casca: 61
Soja cozida: 20Ervilha: 54
Cenoura crua ralada: 35Batata frita: 63
Batata-doce c/ casca cozida: 44Beterraba: 64
Mandioca/Aipim: 46

Frutas

Baixo IG ≤ 55Médio IG 56-69Alto IG ≥ 70
Maçã: 36Kiwi: 58Melancia: 76
Morango: 40Mamão: 56
Laranja: 43Pêssego em caldas: 58
Suco de maçã s/ açúcar: 44Abacaxi: 59
Suco de laranja: 50Uva: 59
Banana: 51Cerejas: 63
Manga: 51Melão: 65
Damasco: 34Uvas passa: 64
Pêssego: 28
Pêra: 33
Mirtilos: 53
Ameixas: 53

Oleaginosas (todas são de IG baixo)

Nozes: 15Castanha de caju: 25Amendoim: 7

Leite, derivados e outras bebidas (todos são de IG baixo)

Leite de soja: 34Leite desnatado: 37Iogurte natural: 41
Leite integral: 39Leite fermentado: 46Iogurte natural desnatado: 35

O que afeta o índice glicêmico de um alimento

A gordura e a fibra tendem a diminuir o índice glicêmico de um alimento. Como regra geral, quanto mais cozido ou processado o alimento for, maior o IG, porém há sempre algumas exceções.

Veja a seguir outros fatores que podem afetar o índice glicêmico de um alimento:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Maturação e tempo de armazenamento – quanto mais madura for uma fruta ou vegetal, maior será seu índice glicêmico.
  • Processamento – o suco, por exemplo, tem um IG maior do que uma fruta inteira, assim como o purê de batata tem IG maior do que uma batata assada inteira.
  • Método de cozimento – Alimentos menos cozidos têm menor IG. Por exemplo, macarrão “al dente” tem menor índice glicêmico do que macarrão que é cozido por mais tempo.
  • Variedade: O mesmo alimento pode ter diferentes índices glicêmicos, de acordo com a sua variedade. Por exemplo, o arroz parboilizado tem um IG mais baixo do que o integral, e por sua vez o arroz branco polido tem um IG mais alto do que o arroz integral.

O que fazer para tratar a glicose alta

corrida na esteira
Exercícios físicos praticados regularmente são importantes para baixar a glicemia

O tratamento da hiperglicemia é basicamente uma questão de prevenção. Se o seu nível de glicose no sangue estiver muito alto, converse com o seu médico sobre o que você pode fazer para normalizá-la. Provavelmente ele irá sugerir algumas das medidas listadas abaixo:

  • Ajuste de medicação: O seu médico pode ajustar a posologia e o intervalo de aplicação da insulina (ou medicação para baixar a glicose).
  • Planejar a sua alimentação: Uma dieta saudável e um planejamento alimentar adequado podem ajudar a evitar a hiperglicemia (nível alto de glicose no sangue). Isso inclui comer em intervalos menores, controlar a ingestão de açúcar e carboidratos, limitar o uso de álcool e manter uma dieta rica em vegetais, frutas e grãos integrais.
  • Exercícios físicos: Os exercícios físicos feitos regularmente são importantes para a manutenção da saúde, e isso vale para todas as pessoas independentemente do nível de glicose. Para aquelas que têm a glicose descompensada, a prática de atividades físicas ajuda a normalizar o seu nível, já que promove um aumento da sensibilidade à insulina e faz com que as células musculares absorvam mais glicose, deixando menos dessa substância circulando na corrente sanguínea durante e após sua prática.

Uma pesquisa comprovou que a prática regular de exercícios físicos é vital para afastar complicações a longo prazo, como neuropatia, retinopatia e doenças cardíacas e renais.

Lembre-se sempre de consultar o seu médico e de realizar periodicamente os exames recomendados de A1C (exame de hemoglobina glicada, conhecido anteriormente como hemoglobina glicosilada), pois assim, você e seu médico poderão acompanhar o seu nível de glicose no sangue, o que ajudará a providenciar ajustes na alimentação e nos medicamentos, caso seja necessário.

Fontes e referências adicionais

Você já foi diagnosticado com glicose alta? Já tinha sido recomendado o que comer para baixar? O que precisa mudar na dieta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (12 votos, média 4,17)
Loading...
Sobre Dra. Ana Detoie

Dra. Ana Detoie é nutricionista graduada pela Universidade Federal Fluminense (UFF), pós-graduada em Nutrição Funcional pela VP Centro de Nutrição Funcional, pós-graduada em Nutrição Esportiva Funcional pela VP, Coaching de Mindfulness & Mindful Eating. Para mais informações, entre em contato com ela no seu Instagram.

Deixe um comentário

12 comentários em “Glicose alta – O que comer e fazer para baixar”

  1. Tive covid em maio. Em junho fiz exame e glicose tv 128. Refiz em setembro e deu 131. Todos os anos faço exames e sempre oscilava entre 90 e 105. Mesmo comendo doces e sendo sedentária. Por um lado foi bom isso acontecer para que eu mude urgente meu estilo de vida já que este ano completei 40 anos!

    Responder
  2. Ando 6.klômetros por dia, faço dieta para diabético, como tudo diete, não bebo alcool, não tomo refrigerantes, tomo remédio para baixar a glicose 850 2 vezes por dia e minha taxa está aumentando acima de 140 o que está acontecendo? Poderiam me orientar? Agradeço

    Responder
  3. Hontem foi anversario do meu neto e comi um pedaço de bolo refrigerante e algum salgado hoje medi em jejum e estava em 120,qual o valor normal de glicemia?

    Responder
  4. Fiz exame de sangue jejum ,glicose 130.
    Só q na semana do exame e um dia antes comi meia torta de cuca de abacaxi..E tomando antibiótico tbm !?

    Responder
  5. Minha glicose tava 309, a três semanas atraz só consigo baixar para 250, fica oscilando entre 200 e 250
    O posso faser pra baixar

    Responder
    • Minha glicose está 309.cafe foi uma banana com meia colher de aveia.biscoto cream craker e café com adoçante.
      Ontem fui a uma festa.
      Apesar do medicamento…

      Responder
  6. Conto carboidratos com a ajuda do paccho.com e paccho.com/Choef , criados por meu pai e por isso mantenho minha glicose boa e não preciso me preocupar com o que como.

    Responder