Lítio Engorda ou Emagrece?

Especialista:
atualizado em 02/09/2015

O lítio é usado para tratar pessoas que sofrem de depressão, crise de ansiedade, hiperatividade, insônia, estresse e episódios de raiva e transtornos bipolares. Lítio não é normalmente considerado um suplemento nutricional, mas é usado principalmente como remédio pelos benefícios à saúde que ele proporciona, incluindo tratamento de alcoolismo e abuso de drogas, aliviando dores de cabeça crônicas, equilibrando minerais no corpo e beneficiando pessoas com diabetes.

Lítio pode ser importante para os diabéticos, devido ao seu efeito semelhante à insulina no transporte da glicose e do metabolismo. Os efeitos secundários podem ser vários, dentre eles fala-se muito do ganho de peso, mas será que lítio engorda? Ou lítio emagrece?

O que é lítio?

O lítio é um medicamento usado para tratar a psicose maníaco-depressiva, também chamada de transtorno bipolar. Ela afeta o sistema nervoso central e ajuda a controlar o humor. O medicamento de prescrição também é usado para tratar dores de cabeça e neutropenia. 

Carbonato de lítio engorda?

Fala-se muito que o carbonato de lítio engorda. O ganho de peso é um efeito colateral significativo de lítio e outros medicamentos utilizados para tratar o transtorno bipolar, de acordo com a Associação Nacional de Doença Mental. Por causa deste efeito secundário, muitos pacientes param de tomar o medicamento, o que pode levar a um comportamento maníaco e quadros de depressão graves.

Em contrapartida, o ganho de peso em excesso pode levar a diabetes tipo 2 e as doenças cardíacas, por isso, é essencial que juntamente com a prescrição do medicamento seja consultado um nutricionista para uma dieta que diminua as chances de ganho de peso, bem como uma prática de exercícios constantes, espantando o sedentarismo.

Além do ganho de peso, outros efeitos colaterais do lítio podem incluir tremores nas mãos, acne, problemas de memória e retenção de líquido. Segundo a Associação Nacional de Doença Mental, cerca de 30% dos pacientes que usam lítio para controlar distúrbios mentais não conseguem tolerar os efeitos colaterais. No entanto, apesar dos efeitos secundários do medicamento serem difíceis de tolerar, sabe-se que ele é um dos fármacos mais eficazes utilizados no tratamento da doença bipolar. 

Relatos de usuárias

Em um relato de uma mulher que começou a ingerir lítio, ela conta que seu médico garantiu que não haveria ganho de peso, mas que ao pesquisar na internet encontrou relatos de outras mulheres que diziam ter engordado, e ela mesma passou a apresentar mais retenção de líquido. Porém, ela também afirma que sempre teve esse problema, então, não necessariamente foi consequência do medicamento

No entanto, muitas pessoas contam que o tratamento com lítio engorda sim, uma vez que o medicamento pode aumentar o apetite ao tratar transtornos ligados à depressão, por isso ter uma rotina saudável baseada em uma alimentação equilibrada é tão importante.

Como emagrecer com lítio? Dicas

  1. Comece a realizar exercícios ou aumentar o nível de sua rotina atual. Exercício queima calorias e aumenta o metabolismo. Tente realizar 30 minutos de atividade física de intensidade moderada por cinco dias por semana ou 20 minutos de exercícios aeróbicos intensos por três dias por semana;
  2. Controle a ingestão de calorias, priorizando alimentos ricos em fibras, como frutas, legumes, cereais integrais e leguminosas;
  3. Escolha fontes de proteína com gordura saudável, como nozes e sementes;
  4. Invista em grãos no seu dia a dia;
  5. Pare de beber bebidas calóricas, como refrigerantes, bebidas energéticas, milk shakes e aquelas com café elaboradas. Beba água ou bebidas sem açúcar e use substitutos do açúcar para diminuir o número de calorias em seu café, chá ou outras bebidas;
  6. Anote seu progresso. Anote os exercícios praticados, tempo e a quantidade de calorias gastas diariamente, isso ajuda a manter seus objetivos e a observar seus ganhos;
  7. Verifique os níveis de sangue para o hipotireoidismo. Isso pode causar ganho de peso, e o lítio pode causar hipotireoidismo, especialmente se você estiver ingerindo-o por algum tempo;
  8. Veja com seu médico a possibilidade de combinar doses baixas de mais de um medicamento;
  9. Pergunte ao seu médico se existe outro medicamento que você possa adicionar ao seu tratamento que irá neutralizar os efeitos de ganho de peso do lítio, como por exemplo o anticonvulsivo Topamax, que pode ajudar na perda de peso.

Dieta

Alguns hábitos na dieta podem afetar os níveis de lítio e aumentar o risco de desenvolver toxicidade do lítio. Os primeiros sinais de toxicidade incluem náuseas, fadiga, vômitos, diarreia e fraqueza muscular. Para evitar isso, estes hábitos alimentares devem ser alterados:

  • Sal: O sal de lítio é semelhante ao sal de mesa. O consumo de sal pode causar flutuações nos níveis séricos de lítio. Enquanto estiver tomando lítio, não faça alterações súbitas na sua ingestão de sal. Uma diminuição repentina na ingestão de sódio pode resultar em níveis séricos de lítio mais elevados, enquanto um súbito aumento de sódio pode fazer com que seus níveis de lítio despenquem. Converse com seu médico sobre a ingestão de sódio ideal;
  • Álcool: Evite bebidas alcoólicas enquanto estiver ingerindo lítio. Álcool funciona como um depressor no sistema nervoso central e pode interagir com lítio. Uso de álcool ao mesmo tempo em que se medica com lítio pode resultar em prejuízos no pensamento e julgamento e também pode afetar habilidades psicomotoras;
  • Cafeína: A cafeína pode interagir com os níveis séricos de lítio. Você deve manter seus níveis de cafeína com aproximadamente o mesmo nível, pois mudanças bruscas de consumo de cafeína podem causar uma flutuação nos níveis de lítio. A queda nos níveis de cafeína pode levar a um aumento correspondente aos níveis de lítio. Por outro lado, um aumento repentino no consumo de cafeína pode diminuir seus níveis de lítio;
  • Observações: Beba bastante líquido, especialmente durante períodos de exercícios prolongados ou intensos. A desidratação pode levar a níveis elevados de lítio, deixando-o em risco de toxicidade do lítio. Para minimizar as chances de efeitos colaterais gastrointestinais, consuma-o com alimentos ou leite.

Efeitos colaterais

Consulte o médico imediatamente se tiver quaisquer sinais precoces de toxicidade do lítio, tais como náuseas, vómitos, diarreia, sonolência, fraqueza muscular, tremores, falta de coordenação, visão turva, ou zumbido nos ouvidos. Evite ingerir este medicamento se você tiver doença cardíaca, doença renal, disfunção da tireóide, uma condição médica grave ou incapacitante, ou se você está desidratado ou têm baixos níveis de sódio no sangue (hiponatremia).

Mulheres grávidas também devem evitar este medicamento, pois pode causar danos ao feto. Obtenha ajuda médica de emergência se apresentar algum destes sinais de reação alérgica: urticária; dificuldade para respirar; inchaço do rosto, lábios, língua ou garganta.

Alguns dos efeitos colaterais graves relatados na bula são: sede excessiva, urinar mais ou menos do que o habitual; fraqueza, febre, sensação de dor nos olhos, problemas de visão; movimentos musculares inquietos em seus olhos, língua, mandíbula, ou pescoço; dor, sensação de frio, ou descoloração em seus dedos das mãos ou pés; sensação de tontura, desmaio, ritmo cardíaco lento; alucinações, convulsões; febre com rigidez muscular, sudorese, batimentos cardíacos rápidos ou irregulares; ou os primeiros sinais de toxicidade do lítio, tais como náuseas, vômitos, diarreia, sonolência, fraqueza muscular, tremores, falta de coordenação, visão turva ou zumbido nos ouvidos.

Em qualquer um desses casos, se for frequente, procure ajuda médica.

Você necessita e foi receitado por algum médico este tratamento? Está preocupado com o fato de que o consumo de lítio engorda? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (35 votos, média: 4,00 de 5)
Loading...
Sobre Julio Bittar e Dra. Patricia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário

3 comentários em “Lítio Engorda ou Emagrece?”

  1. Eu faço uso de lítio, de sertralina, de amitriptilina e topiramato, não tô comendo muito mais engordo é normal?

  2. Meu médico não me avisou em momento algum sobre os efeitos colaterais do carbonato de lítio. Atualmente tomo 3 comprimidos de 450mg. Engordei mais de 30kg em um ano, minhas pernas vivem inchadas. Acho que não adianta tentar melhorar um aspecto da vida de uma pessoa estragando a outra, minha autoestima corporal foi pro chão. Tenho estrias pelo corpo todo devido ao grande ganho de peso em pouco tempo. Posso até emagrecer, mas meu corpo jamais será como era antes. Deveria ser (e se for, por favor me avisem) ilegal não avisar sobre possíveis reações ao medicamento. Não sou o tipo de paciente que se recusa tomar medicamento, logo não vejo motivos para não ter sido avisada.
    Tenho 24 anos, fui diagnosticada com transtorno bipolar na primeira consulta e não sinto sinais de melhora. Tenho um novo psiquiatra marcado, vamos ver.