Estudo aponta ordem em que os sintomas da COVID-19 podem aparecer

Especialista:
atualizado em 29/09/2020

A essa altura da pandemia do novo coronavírus, você já deve saber quais são os principais sintomas da COVID-19. Por exemplo, febre, tosse, cansaço, dores, congestão nasal, dor de garganta, diarreia e dificuldade para respirar.

No entanto, esses sintomas também podem aparecer em certa ordem, o que pode ajudar a distinguir a COVID-19 de outras doenças. Quem apontou isso foi uma pesquisa da Universidade do Sul da Califórnia nos Estados Unidos.

De acordo com o estudo, a ordem de sintomas que um paciente com COVID-19 pode experimentar é a seguinte:

  1. febre;
  2. tosse e dor muscular;
  3. náusea e vômito;
  4. em seguida, diarreia.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores analisaram índices de incidência de sintomas de mais de 55 mil casos de COVID-19 na China. Quem coletou e disponibilizou esses dados foi a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Os cientistas também estudaram um conjunto de dados de quase 1.100 mil casos coletados entre dezembro e janeiro pela China Medical Treatment Expert Group. Quem forneceu essas informações foi a Comissão Nacional de Saúde da China.

Conforme o médico de emergência Robert Glatter disse, a pesquisa ainda apontou que foi mais comum para as pessoas com gripe sazonal ter tosse antes do início da febre.

Por que isso é importante?

De acordo com o autor líder do estudo, Joseph Larsen, a ordem dos sintomas importa, pois saber que cada doença evolui diferentemente ajuda os médicos a identificar mais cedo se uma pessoa pode ter COVID-19 ou outra doença.

Isso pode auxiliar os médicos a tomar melhores decisões em relação ao tratamento, completou Larsen. Para Glatter, as conclusões podem ser úteis quando for necessário analisar muitos pacientes em um cenário clínico lotado.

Entretanto, para o médico de emergência, na vida real pode ser difícil distinguir uma doença da outra. Até porque a gripe costuma começar abruptamente com um conjunto de sintomas, como dor nas costas, calafrios e tosse.

Não é uma regra

Febre

A experiência de Glatter no tratamento de pacientes com COVID-19 mostra que a ordem de sintomas da doença observada no estudo não abrange todos os casos.

Enquanto a febre é descrita como um sintoma inicial comum, a realidade que ele vê na linha de frente mostra que os sintomas do novo coronavírus podem variar bastante.

“Alguns podem apresentar somente perda de paladar ou olfato. Eu também vejo pacientes com frieiras (descoloração azul-avermelhada), um tipo de reação na pele em resposta à inflamação, na ausência de febre, tosse e outros sintomas respiratórios”, descreveu Glatter.

Segundo ele, a perda repentina de olfato e paladar e reações na pele como frieiras podem ser importantes indícios para diferenciar um caso de COVID-19 de um quadro de gripe sazonal.

Glatter ainda contou que viu alguns pacientes apenas com dor no peito e sem sintomas respiratórios. Em sua opinião, os profissionais de saúde precisam ser vigilantes e ter a mente aberta ao avaliar pessoas com sintomas que podem ter uma ligação com a COVID-19.

É possível ter COVID-19 e gripe ao mesmo tempo

De acordo com Glatter, também é possível que uma pessoa tenha ambas as doenças, o que pode fazer o número de casos e a mortalidade dispararem. Especialmente em um período quando a gripe é mais comum.

Tanto que um estudo apontou que alguém pode ter COVID-19 e outros vírus respiratórios ao mesmo tempo.

Para o médico de emergência, isso torna a testagem rápida mais importante que nunca e aumenta o valor de conhecer como cada doença evolui.

A forma mais segura de ter certeza se é COVID-19 ou não

É por meio de um teste. Assim, ao desconfiar que tem qualquer sintoma da doença, é preciso buscar ajuda de um serviço de saúde. Especialmente se tiver histórico de contato com pessoas que pegaram o novo coronavírus.

Inclusive, aproveite que está por aqui e saiba o que fazer se tiver contato com uma pessoa que contraiu o novo coronavírus.

Sabemos que não há testes disponíveis para todos e que pode demorar até conseguir fazer o exame.Portanto, na presença de sintomas gripais ou outros sinais da COVID-19, é fundamental se isolar em casa, para não correr o risco de transmitir o novo coronavírus aos outros.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já teve COVID-19? Os sintomas apareceram na ordem apontada pela pesquisa? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário