Oleaginosas

Nozes e Oleaginosas Podem Manter o Coração de Diabéticos Saudável

Comer um punhado de oleaginosas diariamente, especialmente as nozes, pode reduzir o risco de doenças cardiovasculares entre pessoas com diabetes tipo 2, que está associada a um aumento do risco de colesterol alto, doenças cardíacas e derrame, dizem pesquisadores.

Oleaginosas como as nozes, amêndoas, castanha-do-pará, castanha de caju, pistache, noz-pecã, macadâmia, avelã e pinhão foram fortemente associadas à redução do risco de eventos coronarianos, morte cardíaca e mortalidade total em comparação com o amendoim.

Os resultados mostraram que comer até uma pequena quantidade de nozes teve um bom efeito. Embora os mecanismos biológicos exatos das oleaginosas sobre a saúde do coração não sejam claros, os pesquisadores observaram que as nozes parecem melhorar o controle do açúcar no sangue, a pressão arterial, o metabolismo das gorduras, a inflamação e a função da parede dos vasos sanguíneos.

“A doença cardiovascular é a principal causa de morte e uma das principais causas de ataques cardíacos, derrames e incapacidade para pessoas que vivem com diabetes tipo 2”, disse Prakash Deedwania, professor da Universidade da Califórnia, San Francisco.

“Os esforços para entender a ligação entre as duas condições são importantes para prevenir complicações cardiovasculares da diabetes tipo 2 e ajudar as pessoas a fazer escolhas sobre sua saúde”, acrescentou Deedwania.

Neste estudo, relatado na revista Circulation Research, a equipe usou dados de 16.217 homens e mulheres antes e depois de terem sido diagnosticados com diabetes tipo 2.

As pessoas que aumentaram o consumo de nozes após terem sido diagnosticadas com diabetes apresentaram um risco 11% menor de doenças cardiovasculares, um risco 15% menor de doença coronariana, um risco 25% menor de morte por doenças cardiovasculares e risco 27% menor de de morte prematura por todas as causas.

Cada porção adicional por semana de oleaginosas foi associada a um risco 3% menor de doença cardíaca e 6% menor de morte por doença cardíaca.

E mais. Adicionar mais oleaginosas a uma dieta mostrou ser benéfico, provavelmente, em qualquer idade ou estágio. “Parece que nunca é tarde demais para melhorar a dieta e estilo de vida após o diagnóstico entre os indivíduos com diabetes tipo 2”, concluíram os pesquisadores.

Você tem o costume de consumir nozes e outras oleaginosas em sua dieta? Já foi diagnosticado com diabetes tipo 2? Pretende aumentar o consumo agora? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)


ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*