O Que é Endorfina e Como Você Pode Aproveitá-la

Temos, circulando por nosso corpo, uma infinidade de substâncias que respondem a determinados estímulos. Por exemplo, em situações de estresse, o cortisol passa a circular em maior escala. Quando estamos com medo, há uma descarga de adrenalina, mas, e quando estamos felizes? Há algum tipo de resposta? Felizmente sim. Nesses momentos, passamos a receber endorfina. Mas, afinal, o que é endorfina? Como atuam em nosso organismo?

O que é endorfina?

Endorfinas são neurotransmissores, que enviam sinais de um neurônio a outro em nosso sistema nervoso. Elas se originam em nosso cérebro, na glândula pituitária, na medula espinhal e em outras partes. Há pelo menos 20 tipos de endorfina, entre elas, a beta-endorfina, que se mostra mais forte que a morfina, em muitos casos.

Como funciona a endorfina?

O hipotálamo é um centro de comando e controle do nosso sistema endócrino. Ele decide quando precisamos comer, quando vamos entrar para a puberdade, e também se estamos precisando de endorfina. Ele controla cada parte do nosso sistema nervoso central, e libera os hormônios a outras partes do corpo, quando necessário.

Se por algum motivo, estivermos precisando de endorfina, ele dará o “start” solicitando que essa substância comece a ser produzida.

Como aproveitar a endorfina

Agora que sabemos o que é endorfina, poderemos entender melhor como fazer para tirar proveito dela, para isso, deveremos, principalmente, nos dedicarmos a atividades que nos tragam prazer. Assim que iniciarmos qualquer tipo de atividade que esteja vinculada a sensações agradáveis, estaremos liberando endorfina. É bastante amplo o leque de situações para isso, em nosso dia a dia.

Aproveitar a endorfina enquanto comemos

Comer é um dos grandes prazeres da humanidade, e inevitavelmente, um dos grandes problemas também. Quando comemos, as endorfinas entram em ação, nos provocando sensação de bem estar, e isso desencadeia um processo perigoso, se estivermos ansiosos ou tristes, e formos buscar na comida a cura para o nossos problemas.

Nesse caso, comer deixa de ser um momento de alegria e passa a ser um “remédio” para a depressão. É hora de procurar ajuda de um profissional. Esse é um sinal que alguma coisa não vai bem.

No mais, os alimentos abaixo são reconhecidamente estimuladores da produção de endorfinas.

– Chocolate

Algumas pessoas, ao se sentirem desanimadas ou chateadas, encontram no chocolate uma forma de mudar esse quadro. Isso explica porque a endorfina ajuda a relaxar. Quanto mais escuro e amargo for o chocolate escolhido, tanto melhor. Obviamente, comer chocolate não é a melhor recomendação, pois aumenta a sensação de prazer, mas, engorda. Coma com muita moderação.

– Pimenta

As pimentas contém capsaicina, que fazem nosso organismo liberar endorfina. Para quem conseguir dar uma mordida numa pimenta crua, e aguardar passar o ardor, logo imediatamente se seguirá uma sensação de euforia. Quem não conseguir comer a pimenta “in natura”, poderá usá-la em conserva, mas, a sensação é mais suave.

– Chocolate com pimenta

A deliciosa combinação de chocolate com pimenta terá um efeito altamente liberador de endorfina, pois, a fusão desses dois ingredientes aumentará a sensação de bem estar, em dobro.

– Ginseng

É outro elemento que aumenta a taxa de endorfina, podendo ser utilizado na forma de suplemento.

– Baunilha

Ao contrário do que imaginamos, não se libera endorfinas apenas ingerindo certos tipos de alimentos. É possível usufruir de seus efeitos pelo aroma. Um deles é a baunilha, quando colocada em gotas no café ou chá, ou mesmo iogurte, liberá um cheiro que estimula a produção de endorfinas. Os mesmos benefícios estarão presentes numa vela aromática de baunilha ou seu óleo essencial. A lavanda e o ylang ylang têm as mesmas propriedades aromáticas.

Aproveitar a endorfina enquanto interagimos socialmente

O encontro com pessoas, conversas diferentes, troca de ideias e experiências, são sempre um estímulo. Sempre que saímos gratificados dessas ocasiões, seguramente as endorfinas se elevaram, por esse motivo é tão importante estar em contato com outras pessoas.

– Rir

O ato de rir estimula a produção de endorfina, alivia o estresse, e promove o bem estar, talvez, por esse motivo, algumas pessoas pratiquem a “terapia do riso”. É preciso entender que estamos falando de sorrisos quem envolvam situações alegres, não somente sorrisos sociais. É aquele que toma conta de todo o seu corpo, que contagia a todos que estiverem próximos.

Uma das formas de estimular o sorriso está na busca de fatos alegres em sua memória, pessoas que lhe fazem bem, momentos felizes.

– Evitar ambientes insalubres

Locais tristes, com pessoas negativas e pessimistas, ambientes onde acontecem brigas e estresse, não propiciarão a produção de endorfinas, consequentemente, os frequentadores desses lugares acabarão saindo de lá com dor de cabeça, cansados, irritados. Busque o inverso disso, ou seja, lugares felizes, para que as endorfinas inundem seu cérebro e lhe tragam a sensação de prazer.

– Encontre mais amigos

Amigos nunca serão demais. Quanto maior nosso envolvimento com outras pessoas, tanto maior a possibilidade de estarmos numa roda viva de assuntos, alegria e conversas agradáveis.

– Pratique mais sexo 

Uma das formas mais conhecidas de prazer está ligada ao sexo, justamente pela explosão de endorfinas que são liberadas durante os orgasmos. Embora ainda haja muita controvérsia e polêmica, uma relação sexual entre pessoas saudáveis só poderá trazer benefícios a ambos.

– Benemerência

Estar em contato com outras pessoas, ao mesmo tempo que se pratica algum tipo de benemerência também eleva nossa endorfina. A maioria das pessoas que se dedicam a algum voluntariado sentem prazer ao fazê-lo.

Aproveitar a endorfina enquanto nos exercitamos

O esporte promove uma sensação de bem estar, alivia as dores, aumenta a disposição, ajuda a melhorar a resistência física, mas, por qual razão? Que tal as endorfinas?

– Exercícios

Qualquer tipo de exercício ajuda a liberar endorfinas, porém, varia entre as pessoas. É bastante nítido como saímos mais felizes e animados após algum jogo em grupo. Os atletas que buscam o pódium, se sentem ainda mais estimulados pelas endorfinas ao buscar a vitória, entretanto, não precisamos ser atletas para desfrutarmos das endorfinas, basta praticar alguma atividade física prazerosa.

– Dança

Uma das formas mais divertidas de se praticar exercícios é através da dança, que envolve o movimento, a música e outras pessoas, permitindo que o ambiente, em conjunto com a atividade, seja um motivacional liberador de endorfinas.

– Esportes radicais

Talvez, todos já tenhamos visto imagens de pessoas morrendo de medo de saltar de paraquedas, mas, ao pisarem no chão se mostram extasiadas. Isso se deve à mega explosão de endorfinas durante o salto. A maioria desses esportes levarão a esses resultados.

Aproveitar a endorfina em outras atividades

– Acupuntura ou massagem terapêutica

Pessoas que se submetem a sessões de acupuntura ou massagem terapêutica, relatam saírem delas se sentindo bem melhores, relaxadas, e em muitos casos, sem dor. Isso é um sinal que uma dose de endorfina foi liberada.

– Atividades ao ar livre 

Qualquer tipo de atividade onde estejamos expostos ao Sol, imediatamente dará um “start” em nossa produção de endorfina. Não dispense passeios pelo Sol durante a manhã, ou ao cair da tarde.

– Atividades agradáveis

As pessoas também estarão se exercitando enquanto cuidam de suas plantas, levam seus cãezinhos para passear, cozinham, etc. Evidentemente, estamos falando de atividades que impliquem movimentos leves, porém, muito importantes para o nosso corpo e nossa mente, portanto, também ajudando a liberar endorfinas.

– Contato com animais

Os apaixonados por animais sabem o quanto é agradável e feliz a convivência com eles, sendo um dos “gatilhos” para liberarmos endorfinas.

Podermos ficar viciados em endorfina?

De certa forma, sim. O exemplo disso está nos atletas que não conseguem mais parar. Ficam ansiosos e agoniados quando não treinam. Não há como não nos viciarmos em algo que nos faz bem.

E na outra ponta, temos o lado perigoso, quando a liberação de endorfina após as refeições, faz com que as pessoas comam muito mais do que deveriam.

Considerações finais

Tudo que citamos anteriormente nos dá uma ótima ideia do que é endorfina, como ela atua, como pode ser utilizada em nosso benefício, mas, há muitas outras coisas que nos trazem sensações agradáveis. Pare e pense. Seguramente encontrará várias. Não as ignore. Não abra mão de minutos de alegria. São preciosos e precisamos de cada um deles.

É possível e, principalmente necessário, dedicarmos parte do nosso dia a alguma atividade que nos faça bem. Sem esse tempo para nós, acabaremos sucumbindo às diversas patologias ligadas ao estresse. Encontre algo que lhe faça feliz e deixe que as endorfinas cuidem do resto.

E você, tem aproveitado sua endorfina? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (5 votos, média: 4,80 de 5)
Loading...

1 comentário em “O Que é Endorfina e Como Você Pode Aproveitá-la”

  1. Boa tarde!

    No meu caso, sou bem sedentário agora que comecei a fazer caminhadas. Para aliviar minhas angustias como bastante…para mim este artigo é excelente.

Deixe um comentário