O que é supercrescimento bacteriano (SBID), sintomas e tratamento

Especialista da área:
atualizado em 29/12/2020

Fique sabendo o que é o supercrescimento bacteriano SBID e entenda tudo sobre os sintomas e tratamento dessa condição de saúde.

  Continua Depois da Publicidade  

O supercrescimento bacteriano do intestino delgado (SBID) é o desenvolvimento excessivo de bactérias no intestino delgado.

Aliás, há poucas bactérias no intestino delgado porque os alimentos não costumam ficar nessa parte do intestino por muito tempo.  

No entanto, alimentos podem se acumular no intestino delgado e, assim, isso pode aumentar a quantidade de bactérias no local. 

Muitas podem ser as causas por trás do supercrescimento de bactérias intestinais, como por exemplo:

  • Desequilíbrio na flora intestinal;
  • Alteração na produção de ácido gástrico;
  • Mudanças no pH;
  • Defeitos anatômicos no intestino;
  • Alteração no sistema imunológico;
  • Mudança na motilidade gastrointestinal;
  • Desequilíbrios enzimáticos;
  • Uso de remédios;
  • Condições pré-existentes como a doença de Crohn, por exemplo;
  • Complicações de cirurgias abdominais.

Sintomas de excesso de bactérias no intestino delgado

sintoma de supercrescimento bacteriano
A diarreia constante pode ser um dos sintomas do SBID

Na maioria dos casos, o supercrescimento bacteriano costuma causar:

  • Gases;
  • Barriga inchada;
  • Dor abdominal;
  • Dor na barriga depois de comer;
  • Diarreia constante;
  • Prisão de ventre;
  • Fadiga;
  • Má digestão.

Em casos mais graves, também é provável que você note perda de peso e sintomas de desnutrição e anemia.

Tratamento de supercrescimento bacteriano

Antes de mais nada, consulte um gastroenterologista pois é ele quem vai fazer o diagnóstico por meio de exames diversos e testes respiratórios.

O teste de respiração analisa o ar expelido. Ele é importante pois as bactérias em excesso liberam gases como hidrogênio ou metano. Assim, com esse teste é possível detectar o gás liberado e identificar o tipo de bactéria que está crescendo mais do que deveria.

O tratamento consiste em mudanças na dieta e no uso de remédios.

  Continua Depois da Publicidade  

Antibióticos

antibióticos

O médico pode prescrever um antibiótico ou uma combinação deles a fim de evitar a resistência bacteriana. Além disso, o tempo do tratamento pode variar de uma a duas semanas.

Os antibióticos mais comuns para supercrescimento bacteriano (SBID) são:

  • Metronidazol;
  • Ciprofloxacina;
  • Neomicina;
  • Rifaximina.

Além deles, outras opções que podem ser úteis em alguns casos são:

  • Norfloxacina;
  • Amoxicilina;
  • Trimetoprin-sulfametoxazol.

Terapia intravenosa

Em casos de desnutrição ou desidratação, pode ser necessário tomar soro intravenoso em um hospital.

Mudanças na dieta e no estilo de vida

Certamente, ajustes no estilo de vida e principalmente na alimentação diária vão te ajudar a se recuperar mais rapidamente da proliferação excessiva de bactérias no intestino delgado. Veja algumas dicas:

1. Tome suplementos

Quem desenvolve deficiência nutricional por causa da SIBD pode precisar de suplementos nutricionais como o ferro e a vitamina B12, por exemplo.

2. Adapte a dieta

Para que seu intestino melhore mais rápido, procure reduzir as porções e evitar o açúcar.

De fato, refeições menos frequentes ajudam a evitar que muita comida se acumule no estômago.

  Continua Depois da Publicidade  

Além disso, diminuir a quantidade de açúcares e de FODMAPs ajuda a prevenir o supercrescimento bacteriano – já que as bactérias se alimentam desses carboidratos.

3. Evite alimentos que pioram os sintomas 

Reduzir ou eliminar o consumo de alimentos que fazem mal para o intestino pode ajudar no tratamento.

Por exemplo, quem tem algum tipo de intolerância ao glúten ou à lactose deve evitar alimentos que contenham essas substâncias.

4. Consuma alimentos específicos para re-equilibrar a flora intestinal

Prebióticos e probióticos podem contribuir para o equilíbrio de bactérias e outros microrganismos que vivem no intestino.

Alimentos como frutas, vegetais, grãos e alimentos fermentados como o iogurte e o kefir, por exemplo, cumprem esse papel.

Alerta final

Por fim, não deixe de procurar um médico se você sentir sintomas como:

  • Diarreia que não melhora;
  • Perda de peso rápida e inexplicável;
  • Dor abdominal que dura muitos dias.

Apesar de todo o desconforto, não se preocupe, pois a SBID é facilmente tratada. Mas não ignore os sintomas e busque tratamento para evitar complicações de saúde.

Fontes e Referências Adicionais

Como está a sua saúde intestinal? Anda suspeitando de supercrescimento bacteriano? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dr. Marcos Marinho

Dr. Marcos Marinho é especialista em Gastroenterologia, Endoscopia Digestiva e Ultrassonografia - CRM 52.104130-4. Formou-se em Medicina pela Universidade do Grande Rio (Unigranrio) e é pós-graduado em Gastroenterologia pelo IPEMED. Realizou cursos de ultrassonografia geral e intervencionista pela Unisom, ultrassonografia musculoesquelética e Doppler pelo CETRUS. Atualmente, é pós-graduando de Endoscopia Digestiva pela Faculdade Suprema de Juiz de Fora-MG. No momento, atua em vários municípios do estado do Rio de Janeiro como na capital, Niterói, Magé e Araruama. Dr. Marcos Marinho tem experiência em setores variados de sua especialização e continua em constante aprendizado e evolução para ser uma referência da área. Para mais informações, entre em contato através de seu Instagram oficial @drmarcosmarinho

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário