l-ornitina

Ornitina: O Que é, Para Que Serve, Efeitos Colaterais e Como Tomar

A ornitina, também chamada de l-ornitina, é um aminoácido não essencial, o que quer dizer que ele é produzido pelo corpo, e é derivado da quebra de arginina durante o ciclo do ácido cítrico. Ela ajuda a criar músculos e reduzir a gordura do corpo, principalmente quando é combinada com arginina e carnitina. Ela também é necessária para a formação de citrulina, prolina e ácido glutâmico, aminoácidos que ajudam a fornecer energia às células do corpo.

A ornitina é frequentemente vendida como um suplemento para fisiculturistas, em combinação com a arginina, já que estudos laboratoriais indicam que ela aumenta os níveis de insulina e do hormônio do crescimento, além de prevenir a perda de músculos.

Para que serve a ornitina? Quais são os benefícios?

  • Diminuição dos níveis de amônia

Em uma das ligações e conversões da ornitina, é necessária a presença de amônia, o que faz com que a ornitina ajude a reduzir as concentrações de amônia no sangue, além de aumentar a concentração de ureia, que é um subproduto dessa ligação. Assim, estudos estão sendo feitos sobre a importância da l-ornitina em condições caracterizadas por níveis excessivos de amônia. O foco está principalmente na encefalopatia hepática, uma condição de danos cerebrais causados por uma doença hepática, ou exercício cardiovascular prolongado.

A maioria dos estudos mostra uma redução de amônia em pacientes com encefalopatia hepática, e um estudo usando exercício prolongado, que pode causar o aumento dos níveis de amônia, descobriu um efeito contra fadiga.

Também notou-se redução de fadiga em pessoas com encefalopatia hepática e em pessoas que passaram por uma ressaca quando a ornitina foi tomada.

  • Ganho de músculos 

A maior parte dos suplementos para ganho de músculos contém uma mistura de ornitina e arginina. A ornitina é responsável por elevar os níveis do hormônio do crescimento (GH) e de insulina. O primeiro é um hormônio necessário para o crescimento muscular e que também ajuda a queimar gordura, enquanto o segundo é um hormônio anabólico, ou seja, ajuda no crescimento muscular.

A ornitina também ajuda a evitar a perda muscular que ocorre com o envelhecimento, já que o hormônio de crescimento acelera a produção de músculos e atrasa os efeitos do envelhecimento. Embora a arginina também possa ter o mesmo efeito da ornitina, estudos descobriram que a ornitina é duas vezes mais eficaz para aumentar os níveis de hormônio do crescimento.

Além disso, a ornitina também controla a eliminação de nitrogênio do corpo. Isso é importante para o crescimento muscular porque quando o corpo recebe mais nitrogênio do que elimina, o equilíbrio de nitrogênio é positivo e há crescimento muscular. Quando o corpo elimina mais nitrogênio do que recebe, ocorre perda muscular e, se o nitrogênio for retirado de órgãos vitais, condições sérias de saúde podem ocorrer.

  • Recuperação

Níveis saudáveis de ornitina no corpo ajudam na recuperação de traumas, queimaduras, infecções e até câncer. Em um estudo, foi observado que pacientes que tomavam de 10 a 30 gramas de uma forma de l-ornitina por dia curavam-se mais rápido, fazendo com que ficassem menos tempo no hospital. Isso porque ela ajuda a manter os tecidos e músculos do corpo. O mesmo efeito foi observado em pacientes que se recuperavam de cirurgias, infecções generalizadas, câncer e trauma.

  • Ansiedade

Um estudo com animais publicado em 2011 na Nutrition and Neuroscience descobriu que a ornitina reduziu comportamentos ansiosos nos animais, comparado ao grupo de controle. Embora os resultados sejam promissores, eles ainda precisam ser confirmados em estudos com humanos.

Efeitos Colaterais da Ornitina

O suplemento de ornitina pode causar efeitos colaterais como irritação estomacal, inquietação e insônia. Além disso, pessoas tomando medicamentos para hipertensão ou para disfunção erétil não devem tomar o suplemento de l-ornitina por possíveis interações entre os medicamentos.

O suplemento também pode ser tóxico se entrar em contato direto com os pulmões ou outras membranas mucosas. Grandes quantidades em contato com a pele também podem causar irritação, e o contato com os olhos pode ser perigoso.

A ingestão de até 10 gramas por dia de l-ornitina parece ser segura. Acima disso, a ornitina pode causar desconforto gastrointestinal, irritação no estômago, cólicas e diarreia.

Como tomar Ornitina

Como a ornitina é um aminoácido produzido pelo corpo e também presente em alimentos, como peixes, carne, leite, queijo, iogurte e ovos, as chances de uma pessoa desenvolver deficiência de ornitina no corpo são extremamente pequenas. Mesmo assim, algumas condições, como gravidez, trauma e desnutrição, podem causar a deficiência.

Muitos laboratórios oferecem uma variedade de suplementos de l-ornitina, portanto, mesmo que você sofra de deficiência de ornitina, você deve consultar seu médico antes de tomar qualquer suplemento, já que ele é quem dirá qual o suplemento ideal para suas necessidades.

A dose apropriada de ornitina depende de vários fatores, como idade, saúde, peso, a condição a ser tratada, etc.

Quando tomada para a criação de músculos, a ornitina geralmente é ingerida antes de se deitar, com o estômago vazio, em doses de 500 miligramas a 2 gramas. É comum que a ornitina seja combinada com outros aminoácidos, como arginina, ou como uma adição em um shake de proteína.

Você já tomou algum suplemento com a Ornitina? Acredita que é uma boa suplementação? Comente abaixo suas substâncias preferidas.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (53 votos, média: 4,06 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite - (no G+)



ARTIGOS RELACIONADOS

2 comentários

  1. Tomei muito tempo um medicamento com o nome Ornitagim, continha dois produtos: arginina + ornitina, mais; o laboratório parou de produzir. Era um excelente medicamento para mim que tenho 58 anos de idade, e faço academia há muito tempo, dava disposição e força e muita fome. Sinto falta desse produto tão importante para mim!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*