Permanganato de potássio – O que é e para que serve

Especialista da área:
atualizado em 29/04/2021

Praticamente todos já usamos o permanganato de potássio em algum momento de nossas vidas, uma vez que ele serve para tratar uma infinidade de problemas de pele.

  Continua Depois da Publicidade  

Esse produto tem uma cor roxa vibrante característica, e pode ser usado de diversas formas, como compressas e banhos de assento. 

Por isso, a seguir vamos conhecer melhor esse medicamento tão antigo, suas indicações e seus efeitos colaterais, além de descobrir como usá-lo da melhor forma possível.

O que é permanganato de potássio?

O permanganato de potássio, conhecido na química pela fórmula KMnO4, é um medicamento muito usado para o tratamento de problemas de pele, como pequenos ferimentos, queimaduras e infecções não complicadas. 

Inicialmente ele foi desenvolvido como um desinfetante, em 1857, mas logo passou a ser usado também como antisséptico e adstringente. Além disso, esse medicamento é facilmente encontrado em farmácias e drogarias, por preços a partir de 2 reais.

permanganato de potássio

Para que serve?

Quando aplicado à pele, o permanganato de potássio ajuda a matar os germes presentes no local, além de ajudar a secar ferimentos ou regiões infectadas.

Então, a seguir vamos conhecer os problemas que podem ser tratados com esse medicamento:

  Continua Depois da Publicidade  

1. Pequenos ferimentos, bolhas e queimaduras

O permanganato é muito utilizado para tratar ferimentos abertos na superfície da pele, principalmente aqueles que estão irritados ou infeccionados.

Ele ajuda a limpar as feridas e a secar as bolhas que eventualmente podem se formar, como no caso de queimaduras e infecções pelo vírus da herpes ou da catapora. 

2. Irritações na pele

Lesões na pele que apresentam irritação, vermelhidão e bolhas, como no caso do eczema, podem ser tratadas com o permanganato de potássio, que ajuda a secar a região da pele afetada.

Mas é importante consultar um profissional de saúde para saber qual a diluição ideal para o seu caso, para evitar irritar ainda mais a pele.

3. Micoses e outras infecções fúngicas

Infecções bacterianas e fúngicas que afetam a pele, como o pé de atleta e o impetigo, podem ser tratadas com a aplicação de permanganato de potássio na região infeccionada com uma compressa.

Além disso, ele pode ser usado também, na forma de banho de assento, como tratamento para vulvovaginites e candidíase vaginal.

  Continua Depois da Publicidade  

Nesse caso, deve-se permanecer sentado dentro de uma bacia com a solução, durante alguns minutos, para que o medicamento aja no local afetado.

4. Alergias

O permanganato de potássio também pode ser útil para aliviar os sintomas causados por reações alérgicas na pele e no couro cabeludo. Isso acontece porque o permanganato, além de ajudar a reduzir a umidade, contribui para a melhora da coceira.

Mas é importante identificar a causa da alergia e tratar o problema de forma adequada, uma vez que o permanganato de potássio só alivia os sintomas.

Diluição

Como o permanganato de potássio pode ser irritante, é preciso diluí-lo em água antes de aplicar sobre a pele. 

Normalmente a diluição de um comprimido de 100 mg do medicamento é feita em 1 a 4 litros de água natural ou morna, dependendo do problema a ser tratado e da orientação médica. 

  Continua Depois da Publicidade  

Essa diluição é importante tanto para proteger a pele da irritação causada pelo medicamento puro, quanto para evitar manchas que podem surgir nos locais tratados. Mas caso apareçam manchas, mesmo após a diluição, não se preocupe, pois elas tendem a desaparecer em no máximo 48 horas.

Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais do permanganato de potássio são raros, mas quando surgem normalmente afetam apenas a área da pele ou em mucosas que entraram em contato com o produto.

Assim, o medicamento pode causar:

  • Irritação;
  • Vermelhidão;
  • Dor;
  • Queimaduras. 

Mas, uma dica para evitar ou minimizar essas reações é a diluição do medicamento, pois quanto mais diluído estiver o permanganato, menores são os riscos de efeitos adversos.

Dicas e cuidados

  • De forma alguma o permanganato de potássio deve ser ingerido, e caso isso aconteça, é importante procurar atendimento médico imediatamente;
  • Não é recomendado o uso de permanganato de potássio por mulheres grávidas ou que estejam amamentando, pois não se sabe se o composto pode prejudicar a saúde do feto ou do bebê através do leite materno;
  • Além disso, para aumentar a segurança, é recomendado usar luvas durante o preparo da solução de permanganato, para evitar o contato direto com a pele, o que pode causar queimaduras e irritações graves;
  • No caso de comprimidos, é sempre importante garantir que ele esteja totalmente diluído na água, pois um pedaço do comprimido não dissolvido pode prejudicar a pele;
  • Por fim, caso perceba qualquer tipo de irritação ou vermelhidão intensa, interrompa o uso do permanganato de potássio e procure um médico para avaliar a sua pele.
Fontes e referências adicionais

Você já conhecia o permanganato de potássio? Já utilizou alguma vez? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (13 votos, média 4,23)
Loading...
Sobre Marcela Gottschald

Marcela Gottschald é Farmacêutica Clinica - CRF-BA 8022. Graduada em farmácia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2013. Residência em Saúde mental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Experiência em pediatria e nefrologia, com ênfase em unidade de terapia intensiva. Ela faz parte da equipe de redatores do MundoBoaForma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

2 comentários em “Permanganato de potássio – O que é e para que serve”

  1. Quando tenho dinheiro compro 1 descolorante 2 oxigenada e uma cartela de permanganato, daí, faço a descoloração e diluo 2 comprimidos no condicionador e aplico quando necessário, tipo 2 vezes semanal sem descolorir. Fica show meus brancos!

    Responder