Pesquisadores estudam extrato de açaí contra a COVID-19

Especialista da área:
atualizado em 17/09/2020

Desde que a pandemia do novo coronavírus estourou, cientistas estudam soluções contra o vírus causador da COVID-19, dentre elas algumas vacinas sendo desenvolvidas no Brasil e no mundo. Entretanto, você sabia que um desses estudos avalia a ação do açaí contra a doença?

  Continua Depois da Publicidade  

Mas atenção: é claro que isso não significa que basta comer açaí para se curar da doença. Isso também não quer dizer que o açaí concede 100% de proteção contra o novo coronavírus e nem que o alimento nos isenta de precisar obedecer às medidas de proteção contra a COVID-19.

Na verdade, pesquisadores canadenses e brasileiros estão estudando se o extrato de açaí pode ser útil para tratar quem pegou o novo coronavírus. O açaí é um fruto de uma palmeira nativa da América Central e da América do Sul.

Efeito sob a inflamação

Os pesquisadores responsáveis pelo estudo, Michael Farkouh e Ana Andreazza, relataram que estudos anteriores apontaram que o extrato de açaí pode atuar contra inflamações. Andreazza estuda há cinco anos o efeito do açaí sob a resposta inflamatória.

Conforme a COVID-19 continua a se espalhar em todo o planeta, especialistas identificam que o vírus pode causar inflamação aguda e resultar em complicações para a saúde. Aproveite e veja o que o novo coronavírus pode provocar no organismo de uma pessoa.

O pesquisador da Universidade de Toronto, no Canadá, Farkouh disse à agência de notícias Agence-France Presse que vale a pena testar o extrato de açaí, uma vez que o alimento é barato, seguro e acessível para todo mundo.

O andamento do estudo

Tigela de açaí

Os pesquisadores recrutaram 580 pacientes com COVID-19 no Brasil e no Canadá. Enquanto metade recebeu o extrato de açaí, outra metade recebeu placebo (substância neutra, sem efeitos).

  Continua Depois da Publicidade  

A partir dos resultados observados, os cientistas poderão avaliar se o extrato de açaí é capaz de prevenir os sintomas mais graves do novo coronavírus. Ou seja, aqueles que podem levar à internação por COVID-19 ou até mesmo à morte de pacientes.

A expectativa é de que a apuração das conclusões do experimento ocorra em aproximadamente 30 dias. Além disso, Farkuh espera que a publicação do estudo aconteça até o final do ano de 2020.

Será mesmo que os benefícios do açaí podem se estender à luta contra o novo coronavírus? Para saber isso, cabe a nós aguardar pelos resultados completos da pesquisa.

Enquanto não surge uma solução definitiva contra a COVID-19, devemos continuar a nos cuidar. Ou seja, praticar o distanciamento social, lavar bem as mãos, passar álcool em gel, usar máscaras e obedecer as outras medidas de prevenção contra o novo coronavírus.

Fontes e referências adicionais:

Você costuma comer açaí? Acredita que um extrato da fruta realmente pode ajudar contra o novo coronavírus? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando o assunto é saúde, você tem que saber em quem confiar. Sua qualidade de vida e bem-estar devem ser uma prioridade para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada e altamente qualificada, composta por médicos, nutricionistas, educadores físicos. Nosso objetivo é garantir a qualidade do conteúdo que publicamos, que é também baseado nas mais confiáveis fontes de informação. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados à saúde, boa forma e qualidade de vida.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário