Segurando esteroides

Testosterona – Efeitos Colaterais do Uso Para Ganho de Massa Muscular

A testosterona é um hormônio importantíssimo na regulação de várias funções corporais, sobretudo no corpo masculino. Uma das funções mais reconhecidas da testosterona é promover o crescimento de massa muscular, de modo que muitos praticantes de musculação fazem uso de formas sintéticas do hormônio para intensificar seus ganhos.

Essa prática, porém, é extremamente perigosa. Níveis demasiadamente elevados de testosterona podem causar efeitos colaterais severos, além de aumentar o risco de uma série de doenças. Além disso, o desequilíbrio hormonal pode causar irregularidades no sistema endócrino, provocando a atrofia de glândulas – sobretudo dos testículos.

Confira abaixo 12 efeitos colaterais gerais do uso de testosterona para ganho de massa muscular, além dos efeitos colaterais específicos para homens, mulheres e adolescentes.

1. Tremores

Um dos efeitos mais comuns percebidos por quem faz uso de testosterona artificial para ganhar massa muscular são os tremores musculares. Trata-se de um efeito que pode variar em intensidade, podendo ser extremamente incômodo.

2. Acne

O desenvolvimento da acne é uma consequência direta dos altos níveis de testosterona. A puberdade masculina deixa essa relação clara, bem como os surtos de acne que alguns iniciantes de musculação sofrem, em virtude do pequeno aumento nos níveis de testosterona. No caso de altas doses de testosterona artificial, a acne pode se manifestar intensamente.

3. Retenção Hídrica

A retenção de líquidos apresenta um significativo aumento em pessoas que usam testosterona para ganhar massa muscular. Esse efeito traz riscos à saúde no que diz respeito à pressão sanguínea, mas também é esteticamente indesejável. Quem procura obter um corpo definido se frustará, pois o inchaço é extremamente difícil de ser superado.

4. Dores e Lesões nas Articulações

O desenvolvimento muscular provocado pelas altas doses de testosterona artificial é absolutamente irregular. O músculo, de fato, consegue se desenvolver rapidamente, mas as estruturas que se associam a eles seguem seu ritmo normal de desenvolvimento. Isso é especialmente severo no caso das articulações, que passam a sofrer com as novas cargas que os músculos são capazes de suportar: o resultado são dores frequentes, além de lesões possivelmente graves.

5. Hipertensão

Os estudos científicos revelam que a pressão arterial de homens que fazem reposição de testosterona (isto é, homens que de fato precisam do hormônio artificial) eleva-se consideravelmente. Nos homens que já possuem níveis normais de testosterona e usam o hormônio artificial para ganhar massa muscular, o efeito é ainda mais intenso.

6. Colesterol

O único efeito colateral positivo que pode ser mencionado diz respeito aos níveis de colesterol. Observa-se que a suplementação com testosterona artificial em idosos provoca uma diminição do colesterol “ruim” (LDL) e um aumento no colesterol “bom” (HDL). O que ocorre no uso para ganho de massa muscular é, porém, desconhecido, de modo que mesmo nesse fator há algum risco.

7. Arritmia Cardíaca

A arritmia cardíaca é provocada por um efeito nocivo dos altos níveis de testosterona sobre o coração. Observa-se um crescimento irregular das fibras, que provoca um aumento desproporcional do ventrículo esquerdo, de modo que os batimentos cardíacos ficam desregulados.

Os fatores negativos da suplementação com testosterona sobre a pressão arterial e sobre o coração deixam claro que há um significativo aumento no risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares em geral.

8. Dores de Cabeça

Dores de cabeça também são frequentes entre os usuários de testosterona para ganho de massa muscular. A intensidade varia, mas há o risco de desenvolver severas enxaquecas.

9. Tumores

O risco de tumores no fígado é cientificamente associado à suplementação com testosterona. Trata-se de uma doença perigosa, cujo desenvolvimento poder ser irreversível: nos casos observados, nem sempre o tumor regrediu após a interrupção do uso da testosterona.

10. Calvície

Os efeitos dermatológicos do uso de testosterona para ganhar massa muscular, frequentemente visíveis na forma da acne, muitas vezes se fazem notar também pelo desenvolvimento da calvície. Trata-se de apenas mais um efeito estético potencialmente indesejável que frustra quem procura reformular o corpo através da testosterona.

11. Distúrbios do Sono

Uma vez que o ciclo de produção e consumo da testosterona se relacionam fortemente ao sono regular, o uso de testosterona para ganhar massa muscular também pode trazer problemas nesse sentido. A insônia é frequemente observada, assim como a apneia do sono.

12. Alterações de Humor

A testosterona associa-se a padrões de comportamento agressivos e irritáveis, de modo que uma sobrecarga desse hormônio pode ter sérias consequências para os padrões de humor. Para quem leva uma vida estressante, a irritabilidade pode se tornar absolutamente insuportável.

Efeitos Colaterais Específicos no Corpo Masculino

Os efeitos colaterais do uso de testosterona para o homem são severos. Esse hormônio é extremamente importante na regulação do corpo masculino, de modo que alterar os seus níveis drasticamente provoca um desequilíbrio intenso.

Em primeiro lugar, os altos níveis de testosterona farão com que os testículos (as glândulas responsáveis pela produção desse hormônio) passem a trabalhar menos. O resultado, a longo prazo, é a atrofia dos mesmos, isto é, sua diminuição e progressiva deterioração.

Paralelamente, o homem pode se tornar sexualmente impotente, desenvolvendo severos casos de disfunção erétil. Além disso, a diminuição da quantidade de espermatozoides torna o homem cada vez menos fértil. O desequilíbrio hormonal estimula, ainda, o desenvolvimento irregular da próstata – aumentando as chances de câncer nessa região, de modo a colocar a vida do homem em risco.

Os efeitos estéticos também são importantes. Já que muitos homens usam testosterona artificial para aumentar os seus músculos, muitos se decepcionam com o indesejado desenvolvimento das mamas provocado pelo desequilíbrio hormonal.

Efeitos Colaterais Específicos no Corpo Feminino

Os efeitos colaterais não são menos severos no corpo feminino, porém. Já que os níveis de testosterona são normalmente baixos no corpo feminino, os níveis altos provocados pela suplementação provocam facilmente efeitos indesejáveis.

Os efeitos mais comuns e popularmente conhecidos são relacionados ao desenvolvimento de características corporais tipicamente masculinas: o crescimento de pelos na distribuição tipicamente masculina, a alteração na voz (que se torna mais rouca e sobretudo mais grave), entre outros detalhes corporais que são potencialmente indesejáveis do ponto de vista estético.

As características típicas do corpo feminino também são afetadas: se nos homens ocorre o desenvolvimento das mamas, nas mulheres a sobrecarga de testosterona provoca a sua atrofia. Além disso, observa-se um desenvolvimento exagerado do clitóris.

O corpo feminino, porém, é muito atacado no que diz respeito ao sistema endócrino em geral. O ciclo menstrual, importantíssimo e totalmente regulado por hormônios, torna-se absolutamente desregulado e muitas vezes simplesmente deixa de existir. As funções reprodutoras e sexuais do corpo feminino são, portanto, seriamente ameaçadas.

Efeitos Colaterais Específicos no Corpo Adolescente

Os efeitos da carga adicional de testosterona deixam ainda mais marcas quando o uso é feito na adolescência. Uma vez que os hormônios têm um papel central nessa fase de amadurecimento do corpo, o desequilíbrio provoca muitas vezes sequelas absolutamente irreversíveis.

O processo de desenvolvimento é afetado de duas formas principais. Em primeiro lugar, pode ocorrer a maturação esquelética precoce, de modo a interromper o crescimento intenso que normalmente se dá nessa fase da vida. O resultado é a baixa estatura, extremamente difícil de alterar.

Além disso, o processo da puberdade pode, em geral, acelerar de modo extremo. Isso não significa, porém, que o desenvolvimento apenas se dá mais rapidamente: ele se dá de modo irregular e descontínuo, provocando um crescimento disforme extremamente perigoso.

Vídeos:

Gostou das dicas?

Você conhece alguém que tenha utilizado testosterona para o ganho de massa muscular e tenha obtido consequências desagradáveis? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (94 votos, média: 3,66 de 5)
Loading...
Revisão Geral pela Dra. Patrícia Leite


ARTIGOS RELACIONADOS

18 comentários

  1. Eu comecei a fazer musculação com 14 anos , com 15 eu já tomava anabolizantes e suplementos os efeitos colaterais foram alguns como as espinhas e a agressividade mas me ajudou muito na academia hoje eu não uso mais porque foi prejudicial à saúde mais eu continuo forte na musculação . Metamorfose Brasil dos 50 aos 86.7 . Valeu galera

  2. Eu fiz um ciclo a pouco tempo e tive severas dores de cabeça que me assustaram muito. Interrompi o uso imediatamente. Nunca mais senti a tal dores.

  3. tomei testosterona pela primeira vez e passei mal,de anciã de vomito e muita fraqueza isso e normal?

  4. vo precisar tomar porque eu tenho o hormonio baixo porque nasci com ele baixo. entao para mim é mais medicinal do que fisicultural. :/ infelizmente dor de cabeça se resolve com ibuprofeno e até dipirona. fui Dinho.

  5. Eu acho k sou normal. mas posso esprementar psmara uma boa performance sexual????

  6. Tenho um terrível relato : MEU FILHO FEZ USO DESSE MALFADADO SUPLEMENTO E QUASE ACABOU COM A PRÓPRIA VIDA E DE SUA FAMÍLIA , ESSE ANO ……..PRECISOU SER INTERNADO COM CAMISA DE FORÇA NUMA CLÍNICA PSIQUIÁTRICA, POR SEIS MESES.

    PELO AMOR DE DEUS NÃO USEM ESSA VERDADEIRA DROGA.

  7. nao gostei queria mais caras legais

  8. ESTOU USANDO PARA GANHO DE MASSA CORPORAL , A UNICA COISA QUE REPAREI É ARRITMIA CARDIACA NO DIA DA APLICACAO 0,5ML A CADA 2 DIAS , 10 ML POR MES , APOS A TERCEIRA SEMANA VOCE PASSA A TER GANHOS CONSIDERAVEIS , FORÇA , MUSCULOS , PRETENDO USAR APENAS 3 AMPOLAS E PARAR POR UM BOM TEMPO , + DICA , A MAIOR RECEITA ESTA NA DIETA , COMER DE 3 EM 3 HORAS TER ACOMPANHAMENTO DE 1 NUTRICIONISTA E ABRIR O JOGO PARA ELE , ELE VAI TE ORIENTAR DA MELHOR FORMA, PARAR DE BEBER , BEBER APENAS 1 DIA DA SEMANA , E DIETA AMIGOS , 3 EM 3 HORAS COMER 6 X POR DIA E BEBER NO MINIMO 3 LITROS DE AGUA .

  9. Malhador profissional

    O problema do uso desses anabolizantes é o não acompanhamento de um profissional capacitado. Já usei e nunca tive problema algum. Os efeitos são maravilhosos quando usados de forma correta e com responsabilidade. ocorre que quase 100% dos caras utilizam por conta própria ou vão ao médico uma única vez e começam o uso de forma indiscriminada pondo em risco a própria saúde.

  10. Káthia Cilene da Costa

    Fiz apenas reposição de testosterona por causa de medicamentos que a comprometeram, minha voz ficou rouca e cresceu muitos pelos na parte interna da coxa, justo onde não havia pelos, saíram acnes por todo o corpo, tive que ir a um dermatologista, dores de cabeça tenho agora que a acabou o tratamento, mas gostei muito do resultado se puder faço de novo!

  11. Fiz reposição de testosterona por conta de medicamentos que me prejudicaram, minha voz engrossou um pouquinho, cresceram pelos na parte interna na coxa onde não tinha, muitas acnes, até consultei um dermatologista, poucas dores de cabeça, mas adorei o resultado, fikei mais calma, alegre e mais ativa, tive um ótimo desempenho sexual, se eu puder faço de novo!

  12. Estou fazendo esse tratamento hormonal.
    O motivo e pelo meu libido, que estava baixo, até porque tomava anticoncepcional a mais de dois anos, pela minha falta de apetite, causando fraqueza e tudo mais.
    Estou a menos de um mês, gerou bastante espinhas, meu libido decolou. Estou faminta, já consegui ganhar dois quilos. O que era quase impossível. Estou bem mais disposta. Cabelo nasceu onde eu estava com falha. E meu seios diminuíram um pouco.
    Mas isso faz parte do tratamento.
    É melhor do que ser um jovem de 24 anos, com 35 quilos, sem apetite nenhum, com fraqueza para tudo.
    Sei que parando o tratamento esses detalhes somem, porém vou estar no equilíbrio de um peso saudável.

  13. Usei testosterona por 4 meses, recomendada pelo meu genecologista para melhorar a libido, a libido melhorou mas ganhei 4kilos, enxaquecas e mudancas de humor.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

*