Testosterona emagrece? Como funciona e cuidados

Especialista da área:
atualizado em 30/05/2022

A testosterona é um componente vital para a saúde de homens e mulheres, sendo a reposição deste hormônio algo bastante comum, mas sempre acompanhada da dúvida: Ela emagrece ou engorda?

Isso se deve ao fato de os níveis de testosterona estarem ligados à quantidade de gordura corporal e à capacidade de realizar exercício físico. Entretanto, o uso do hormônio de forma errada pode aumentar o risco de desenvolvimento de problemas de saúde, como veremos a seguir.

  Continua Depois da Publicidade  

Então, no decorrer do artigo iremos entender melhor qual o efeito da testosterona no corpo, além de descobrir se ela emagrece ou não.

Veja também: Como aumentar seu hormônio do crescimento GH naturalmente

Testosterona emagrece? 

Sim, existe uma relação direta entre os níveis de testosterona e a quantidade de gordura corporal. Isso foi demonstrado em uma série de estudos realizados com homens obesos, onde uma boa parte dos pacientes apresentava níveis de testosterona abaixo do normal.

Além disso, em alguns estudos a suplementação do hormônio em homens que sofriam de hipogonadismo levou à perda de gordura corporal. 

Entretanto, apesar da relação entre testosterona e perda de peso, é importante ressaltar que a suplementação do hormônio só deve ser feita quando há o diagnóstico de deficiência de testosterona.

  Continua Depois da Publicidade  

Testosterona ajuda a ganhar massa muscular?

imagem testosterona

A testosterona tem um efeito positivo na quantidade de massa magra, de acordo com uma série de estudos já publicados. Mas esse efeito só é visto quando há a prática regular de atividade física.

Assim, manter níveis adequados desse hormônio contribuem tanto para o aumento da força muscular, quanto para o ganho de massa muscular.

Baixa testosterona pode levar ao ganho de peso?

Assim como os efeitos da testosterona ajudam no emagrecimento e promovem o crescimento muscular, baixos níveis do hormônio também podem levar ao ganho de peso

Isso acontece por uma série de motivos, entre eles o fato de que músculos queimam muito mais calorias do que o tecido adiposo. Assim, a redução da massa muscular pode levar a um menor gasto calórico e maior acúmulo de gorduras.

Porém, da mesma forma como a falta de testosterona pode engordar, a obesidade também pode acabar suprimindo os níveis de testosterona, o que acaba piorando o problema.

Como a obesidade afeta a testosterona?

Agora que sabemos que a obesidade tende a reduzir os níveis de testosterona, resta saber como isso ocorre.

  Continua Depois da Publicidade  

Embora o mecanismo exato ainda esteja em estudo, os cientistas já estabeleceram que o aumento da gordura corporal leva ao aumento de uma enzima chamada aromatase, que, por sua vez, reduz os níveis de testosterona.

Assim, quanto maior a quantidade de gordura corporal, maior a produção de aromatase, que leva a níveis menores de testosterona.

Baixa testosterona em mulheres

cansaço
Cansaço é um dos sintomas da falta de testosterona em mulheres

Apesar das diferenças fisiológicas, mulheres produzem testosterona em seus ovários e glândulas suprarrenais, embora em quantidades pequenas. Os níveis atingem o pico entre as idades de 20 a 29 anos e em seguida passam a diminuir. 

Quando isso acontece, assim como os homens, existe um maior risco de ganho de peso, diminuição da massa muscular e outros problemas de saúde.

Por isso, com o passar dos anos, é importante fazer exames periódicos, com a medição dos níveis de hormônios sexuais, como:

  • Estrogênio
  • Progesterona
  • Testosterona.

Veja também: Testosterona feminina alta ou baixa demais – Sintomas e tratamento

  Continua Depois da Publicidade  

Sintomas nas mulheres

Os sintomas de baixa testosterona são frequentemente atribuídos ao envelhecimento e incluem:

  • Exaustão e fadiga
  • Dificuldades para dormir
  • Redução da libido e relação sexual dolorosa devido à secura vaginal
  • Ganho de peso, acompanhado de dificuldade para perder peso
  • Alterações de humor
  • Depressão
  • Dificuldade de concentração
  • Queda de cabelo.

Esses sintomas se intensificam no período da menopausa, embora a redução dos níveis de testosterona possa aparecer em qualquer fase da vida.

Sintomas nos homens

Já nos homens, os principais sintomas dos baixos níveis de testosterona são:

  • Redução da libido
  • Dificuldade de ereção
  • Baixa contagem de espermatozoides
  • Ondas de calor
  • Perda de cabelo
  • Diminuição da densidade óssea
  • Atrofia testicular
  • Perda de massa muscular
  • Aumento da gordura corporal
  • Hemoglobina a1c elevada
  • Insônia
  • Fadiga
  • Falta de motivação
  • Dificuldade de concentração
  • Depressão.

Mas é importante ressaltar que os sintomas apresentados dependem da gravidade do problema, e podem variar bastante de pessoa para pessoa.

Terapia de reposição hormonal

Como vimos anteriormente, a redução dos níveis de testosterona é algo bastante comum, independentemente do agente causador, e deve ser diagnosticada e tratada por um profissional habilitado.

Esse tratamento envolve o uso de hormônios sintéticos, que podem ser administrados de várias formas:

  • Gel de dihidrotestosterona
  • Adesivos ou implantes de testosterona
  • Injeções de testosterona, disponível em diferentes formulações e doses
  • Comprimidos de testosterona, também disponíveis em doses e formulações diversas.

Mas, devido ao risco de efeitos colaterais, é importante que o tratamento seja feito sob a supervisão de um médico especialista.

Efeitos colaterais da reposição de testosterona

A reposição de testosterona é indicada para o tratamento do hipogonadismo masculino e da redução dos níveis do hormônio em homens e mulheres.

Mas o tratamento pode causar alguns efeitos colaterais, principalmente quando feito de forma exagerada. São eles:

  • Mudanças de humor e agressividade
  • Acne
  • Aumento da pressão sanguínea e dos níveis de colesterol 
  • Aumento dos batimentos cardíacos
  • Problemas no fígado
  • Aumento do risco de trombose
  • Aumento da próstata (em homens)
  • Aumento do clitóris (em mulheres
  • Crescimento de pelos no rosto e no corpo (em mulheres).

Tratamento natural para testosterona baixa

homem fazendo musculação
A prática de musculação é uma das maneiras de aumentar a testosterona naturalmente

Além dos tratamentos e suplementos, homens e mulheres podem aumentar os níveis de testosterona naturalmente e cuidar da saúde de maneira natural fazendo apenas algumas mudanças em seus estilos de vida, como:

  • Dormir o suficiente: uma má noite de sono está associada a uma queda nos níveis de testosterona, por isso, dormir o suficiente é um dos aspectos mais importantes de um estilo de vida saudável.
  • Ashwagandha: essa erva medicinal conhecida cientificamente como Withania somnifera pode ajudar a aumentar os níveis de testosterona, assim como a fertilidade masculina.
  • Treinamento de força: muitos estudos mostraram que o treinamento de força ou resistência como a musculação pode aumentar os seus níveis desse hormônio, embora esse aumento possa variar entre homens e mulheres.
  • Redução do estresse: o estresse crônico aumenta os níveis de cortisol, que é um hormônio que pode suprimir os níveis de testosterona. Assim, um ambiente livre de estresse e atividades relaxantes podem ajudar a combater a queda da testosterona.
  • Zinco: A deficiência de zinco pode reduzir os níveis, por isso é recomendado que coma alimentos ricos em zinco, como castanhas, carne e sementes.

Essas estratégias, além de aumentar os níveis de testosterona, podem melhorar a sua saúde geral, e inclusive, algumas delas podem te ajudar a perder peso.

Testosterona e vitamina D

Por muito tempo, o uso de vitamina D foi recomendado para pessoas com baixos níveis de testosterona. Mas estudos recentes demonstraram que o nutriente não afeta a quantidade de testosterona na corrente sanguínea.

Vídeo: Testosterona emagrece?

Confira outras dicas sobre a testosterona nos vídeos a seguir.

Vídeo: 10 alimentos para aumentar testosterona

Fontes e referências adicionais

Você já tinha ouvido falar que testosterona emagrece? Já foi diagnosticado com testosterona baixa e pretende fazer a reposição hormonal? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (10 votos, média 4,60)
Loading...
Sobre Marcela Gottschald

Marcela Gottschald é Farmacêutica Clinica - CRF-BA 8022. Graduada em farmácia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2013. Residência em Saúde mental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Experiência em pediatria e nefrologia, com ênfase em unidade de terapia intensiva. Ela faz parte da equipe de redatores do MundoBoaForma.

Deixe um comentário

1 comentário em “Testosterona emagrece? Como funciona e cuidados”