Tratamentos para aliviar o enjoo na gravidez

Especialista da área:
atualizado em 14/12/2021

O enjoo é um problema muito comum na gravidez, que afeta 80% das gestantes, principalmente nas 12 primeiras semanas de gestação. Existem alguns medicamentos e soluções caseiras que ajudam a aliviar o enjoo na gravidez e são seguros. Por exemplo, um picolé de limão ou um pedacinho de gengibre podem resolver rapidamente a sensação de enjoo.  

  Continua Depois da Publicidade  

De qualquer forma, é muito importante que você converse com seu obstetra a respeito de qualquer terapia que pretenda iniciar.  

Veja algumas dicas caseiras e medicamentos seguros para aliviar o enjoo na gravidez.

Grávida com enjoo

Piores semanas de enjoo na gravidez

O enjoo é um sintoma que causa um grande desconforto no estômago, acompanhado de mal-estar generalizado e vontade de vomitar. A maioria das gestantes sente enjoo matinal, que vai melhorando ao longo do dia. 

Mas, algumas gestantes enfrentam esse problema durante o dia inteiro e, em casos raros, acabam desenvolvendo a hiperemese gravídica, ficando desidratadas, ao ponto de necessitarem de internação hospitalar. 

Mas, por que acontecem os enjoos? O enjoo, assim como o sono, cansaço e as alterações de humor ocorrem porque o hormônio HCG fica aumentado no primeiro trimestre da gravidez, período caracterizado pelas piores semanas, em termos de sintomas desconfortáveis. A produção de progesterona também contribui para os enjoos nessa fase. 

O que fazer para diminuir o enjoo na gravidez?

Enjoo na gravidez

Primeiramente, tente colocar em prática algumas dicas simples, antes de tomar qualquer medicamento. 

  Continua Depois da Publicidade  

  • Comer de 3 em 3 horas: fazer refeições menores, evitando longos períodos de jejum, ajuda a prevenir a azia e os enjoos. Faça pequenos lanches entre as principais refeições, com alimentos leves e nutritivos, como frutas, verduras, cereais e iogurte natural. 
  • Beber água com fatia de limão ou raspas de gengibre: é muito importante manter-se hidratada mas, às vezes, a água pura desencadeia a sensação de enjoo. Uma forma de resolver isso é adicionar fatias de limão ou raspas de gengibre à água. Você também pode intercalar com água de coco, chás e sucos naturais. 
  • Gengibre: pode ser na forma de chá, bala, pirulito ou até mastigar um pedacinho da raiz. O gengibre é uma excelente opção para aliviar a azia e o enjoo no primeiro trimestre da gestação, mas cuidado para não consumir mais do que 1 grama da raiz por dia. 
  • Carboidratos simples: tenha sempre bolachinhas de água e sal, cream cracker ou torradas por perto. Ao acordar, coma 3 ou 4 bolachinhas, dê um tempo e só depois tome água e o café da manhã. Começar o dia com um alimento sólido vai ajudar a evitar o enjoo matinal.
  • Higiene bucal: escove os dentes logo após as refeições, se a escovação causar enjoo, use um enxaguante bucal e espere o enjoo passar. Fazer essa limpeza logo após a refeição, pois tira o gosto dos alimentos, evitando o enjoo.  
  • Alimentos gordurosos e temperados: comer alimentos gordurosos e apimentados, e alimentos com cheiro forte de tempero, como alho e cebola. O cheiro forte também é um gatilho para os enjoos. 

Dica de como usar o limão para aliviar o enjoo

  • Lave e esprema o suco de 3 limões
  • Misture o suco dos limões em 1 litro de água filtrada
  • Adoce a gosto, mas deixe o mais azedo possível, que é o ideal para aliviar a sensação de enjoo
  • Coloque o suco de limão em forminhas de picolé ou de gelo
  • Você pode consumir esses gelinhos sempre que se sentir enjoada.

Chá de gengibre

  • Corte 1 cm de gengibre e adicione uma xícara de água
  • Ferva a água com o gengibre
  • Beba depois que o chá ficar morno.

Confira mais dicas de alimentação nos primeiros meses de gravidez

Piridoxina e gengibre (Gob6®)

O Gob6® é indicado para tratar náuseas e enjoo no primeiro trimestre da gravidez. Este medicamento contém cloridrato de piridoxina (vitamina B6) e extrato seco de gengibre. 

É apresentado na forma de comprimidos mastigáveis. A dose recomendada é de 1 comprimido com 25 mg de cloridrato de piridoxina a cada 8 horas, durante 3 dias. 

Como todo medicamento na gravidez, o Gob6® só pode ser usado sob prescrição médica ou do cirurgião-dentista.

Dimenidrinato associado à piridoxina (Dramin®B6)

É indicado para tratar os sintomas de enjoo, vômito e tontura. O Dramin®B6 contém o anti-histamínico dimenidrinato associado à piridoxina (vitamina B6). O início da ação do medicamento ocorre após 15 a 30 minutos, e seu efeito dura de 4 a 6 horas.

Essas duas substâncias são seguras para o uso durante a gravidez, mas não se automedique, tenha sempre a supervisão do seu médico. 

  Continua Depois da Publicidade  

Dicloridrato de meclozina (Meclin®)

O Meclin® é indicado para o tratamento de náuseas e enjoo durante a gravidez, por seu efeito antiemético (previne náuseas e enjoo) e antivertiginoso (previne tontura). O efeito do remédio ocorre 1 hora após a sua administração e dura por até 24 horas. 

São indicados de 25 a 100 mg de dicloridrato de meclozina por dia, em doses divididas. A dosagem, os horários e a duração do tratamento são avaliados e indicados pelo médico, conforme a sua necessidade.

Fontes e referências adicionais

Você sente muito enjoo na gravidez? O que faz para aliviar? Já testou alguma dessas dicas ou tomou algum desses remédios? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. Marcos Marinho

Dr. Marcos Marinho é especialista em Gastroenterologia, Endoscopia Digestiva e Ultrassonografia - CRM 52.104130-4. Formou-se em Medicina pela Universidade do Grande Rio (Unigranrio) e é pós-graduado em Gastroenterologia pelo IPEMED. Realizou cursos de ultrassonografia geral e intervencionista pela Unisom, ultrassonografia musculoesquelética e Doppler pelo CETRUS. Atualmente, é pós-graduando de Endoscopia Digestiva pela Faculdade Suprema de Juiz de Fora-MG. No momento, atua em vários municípios do estado do Rio de Janeiro como na capital, Niterói, Magé e Araruama. Dr. Marcos Marinho tem experiência em setores variados de sua especialização e continua em constante aprendizado e evolução para ser uma referência da área. Para mais informações, entre em contato através de seu Instagram oficial @drmarcosmarinho

Deixe um comentário