Tudo sobre androstenediona alta ou baixa demais

Especialista da área:
atualizado em 02/08/2021

A androstenediona é um hormônio pouco conhecido pela maioria das pessoas, embora quando ela está alta ou baixa demais cause sintomas bastante desagradáveis. 

  Continua Depois da Publicidade  

Por isso, a seguir vamos entender o que é a androstenediona, saber como fazer o exame, entender para que serve esta substância e quais os principais sintomas nos casos em que ocorre a alteração nos seus níveis.

O que são e qual a importância dos hormônios para o organismo?

Os hormônios são substâncias químicas que coordenam todo o metabolismo nos mamíferos, e podem ser produzidos por um órgão ou por algumas células específicas deste órgão, e então secretados na corrente sanguínea. 

Os principais órgãos produtores de hormônios são:

  • Hipófise;
  • Hipotálamo;
  • Tireoide;
  • Paratireoides;
  • Pâncreas;
  • Gônadas (ovários e testículos);
  • Glândulas suprarrenais.

Em geral, os hormônios atuam como modificadores das reações enzimáticas do metabolismo, alterando o funcionamento de órgãos ou regiões do corpo. Eles são fundamentais para o crescimento, desenvolvimento, reprodução e mesmo na regulação do humor.

Os hormônios mais conhecidos são:

  • Insulina, produzida pelo pâncreas;
  • Estrógenos;
  • Testosterona;
  • Cortisol, conhecido como o hormônio do estresse;
  • Hormônio do crescimento;
  • Tiroxinas, produzidas pela tireoide.

O que é androstenediona?

imagem testosterona

A androstenediona é um precursor da testosterona e de estrógenos, ou seja, é a partir dela que esses hormônios são produzidos.

  Continua Depois da Publicidade  

Ela é produzida pelos ovários, testículos e pelas glândulas adrenais e depois é convertida, pelo organismo, em testosterona.

Mulheres produzem esse hormônio?

Sim, pois, como mencionado anteriormente, a androstenediona também é produzida pelos ovários das mulheres e nas glândulas suprarrenais.

Sintomas da androstenediona baixa

Quando há uma queda na produção deste hormônio, isso pode significar que há algum tipo de problema na glândula supra renal, como a deficiência adrenal.

Então, pode haver uma redução na produção de outros hormônios, juntamente com a androstenediona. Esse problema pode causar sintomas como:

  • Cansaço;
  • Fraqueza;
  • Sonolência excessiva;
  • Queda da pressão arterial.

Sintomas de androstenediona alta

Como a androstenediona é um precursor dos hormônios sexuais (estrógenos e testosterona), variações na sua produção afetam diretamente os níveis hormonais, podendo causar uma série de sintomas.

Em mulheres, os seus níveis altos podem causar síndrome dos ovários policísticos, além de sintomas de aumento da testosterona, como:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Aumento da quantidade de pelos corporais, inclusive com crescimento de pelos no rosto e no peito;
  • Alterações na menstruação;
  • Aumento da oleosidade da pele;
  • Acne;
  • Abortos espontâneos;
  • Queda de cabelo semelhante a calvície dos homens;
  • Engrossamento da voz.

Em crianças, pode causar problemas no crescimento e maturação sexual prematura (em meninos). Já em homens adultos, o aumento da androstenediona pode causar infertilidade. 

Por isso, manter os níveis adequados deste hormônio no organismo é fundamental e por este motivo é importante que se faça um acompanhamento regular com o médico para a realização de uma avaliação de rotina.

Valores de referência

A medição dos níveis de androstenediona é feita através do exame de sangue, em jejum. Os valores de referência considerados normais são os seguintes: 

Idade e gêneroValores de referência
Crianças pré-púberes maiores de 1 ano até 50 ng/dL
Homens adultos30 a 180 ng/dL
Mulheres adultas25 a 220 ng/dL
Fonte: Grupo Fleury de análises clínicas

O que causa o aumento da androstenediona?

obesidade homem obeso
A obesidade é uma das causas do aumento da androstenediona

Androstenediona alta pode significar que há algum problema nos ovários ou na glândula supra renal, como tumores, hiperplasia adrenal congênita ou síndrome dos ovários policísticos. Mas pode também ser uma variação do normal de cada pessoa, não indicando nenhuma doença.

O nível deste hormônio pode estar mais elevado em: 

  Continua Depois da Publicidade  

  • Obesos
  • Fumantes;
  • Após a prática de atividades físicas;
  • Pessoas com alimentação inadequada;
  • Grávidas.

Além disso, os níveis podem estar mais baixos em idosos e pessoas com doenças crônicas. Por isso, é necessário uma avaliação com médico especialista para entender o que a elevação significa e fazer um diagnóstico correto.

Tratamento

O tratamento de problemas na produção de androstenediona, que envolve a sua produção pela glândula supra renal, é bastante complexo, e vai depender de quais hormônios são afetados.

Mas de uma forma geral, na falta do hormônio (insuficiência adrenal) é feita a reposição e nos casos de excesso, indica-se normalmente o tratamento cirúrgico e, em alguns casos específicos, tratamento com medicamentos.

Fontes e referências adicionais

Você teve o diagnóstico de androstenediona alta ou baixa demais? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (67 votos, média 3,84)
Loading...
Sobre Marcela Gottschald

Marcela Gottschald é Farmacêutica Clinica - CRF-BA 8022. Graduada em farmácia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2013. Residência em Saúde mental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Experiência em pediatria e nefrologia, com ênfase em unidade de terapia intensiva. Ela faz parte da equipe de redatores do MundoBoaForma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

3 comentários em “Tudo sobre androstenediona alta ou baixa demais”

  1. Estou preocupada e com muitas dúvidas. Minha filha 16 anos teve algumas menstruações e parou . Agora levei ao médico que pediu a medição dos hormônio e na androsteneidona e testosterona deu diferença e ela passou hormônio para ela tomar

    Responder