T4 total: o que é, para que serve e valores de referência

Especialista da área:
atualizado em 23/05/2022

O T4 total é um tipo de exame de sangue que informa a quantidade total do hormônio tiroxina (T4), composta pela porção que circula livre no sangue e pela parte ligada a uma proteína chamada globulina ligadora de tiroxina (TBG). 

O hormônio T4, assim como o T3 (tri-iodotironina), são produzidos pela tireoide, e seus níveis refletem o estado do metabolismo, se está lento, normal ou acelerado. 

  Continua Depois da Publicidade  

Valores alterados de T4 total podem indicar problemas de saúde relacionados à glândula tireoide, que são o hipertireoidismo e o hipotireoidismo

Juntamente com o exame de T4 total, podem ser feitos os exames de T4 livre, T3 e TSH (hormônio estimulante da tireóide), para avaliar todos os parâmetros envolvidos no eixo hormonal hipotálamo-hipófise-tireóide.

Veja mais detalhes sobre o que é o exame T4 total, para que serve, como é feito e quais são os valores de referência. 

O que são os hormônios da tireoide (T3 e T4)?

Exame de tireoide
Os hormônios T4 e T4 são produzidos na glândula tireoide

Logo abaixo da nossa laringe, na região do pescoço, está localizada a glândula tireoide, responsável por produzir os hormônios T3 e T4.

Esses hormônios participam da regulação de diversos processos no organismo, todos relacionados com o metabolismo das células e com o uso de energia. Basicamente, eles regulam a maneira como as células do corpo gastam a energia que nós ingerimos através da nossa alimentação. 

  Continua Depois da Publicidade  

Por isso, é bastante comum ouvirmos algo parecido com essa frase: “não emagreço, porque meu metabolismo é lento” ou “não consigo ganhar massa muscular, porque meu metabolismo é muito acelerado“. 

Todo mundo sabe, em menor ou maior grau, que o metabolismo tem bastante relação com a nossa facilidade em ganhar e perder gordura e com a nossa disposição. 

Em termos mais específicos, os hormônios T3 e T4 produzidos pela tireoide regulam:

  • Os batimentos cardíacos
  • Os movimentos intestinais
  • O ciclo menstrual nas mulheres
  • A respiração celular
  • O metabolismo das gorduras, proteínas e carboidratos

Quando a tireoide produz menos hormônios do que os níveis normais e saudáveis, se desenvolve um quadro de hipotireoidismo. O oposto, que é o hipertireoidismo, ocorre quando a produção dos hormônios excede os níveis normais. 

Os sintomas que sinalizam um possível problema no funcionamento da tireoide são: 

  • Olhos secos 
  • Pele muito seca ou muito oleosa
  • Queda de cabelo
  • Unhas fracas
  • Tremores nas mãos
  • Batimentos cardíacos alterados
  • Cansaço excessivo
  • Dificuldade para perder peso ou muita facilidade para ganhar peso
  • Perda ou aumento do apetite

O que é T4 total?

Quando uma pessoa chega ao consultório médico com queixas que indicam alterações na tireoide, o médico ou médica clínico geral/endocrinologista pode solicitar a dosagem dos hormônios, sendo o T4 total, um deles. 

  Continua Depois da Publicidade  

A produção de T4 pela tireóide é controlada por uma glândula que fica no cérebro, a hipófise. Se esta glândula recebe uma sinalização de que está ocorrendo pouca produção de T3 e T4, ela libera o hormônio estimulante da tireoide (TSH), para que aumente a produção dos hormônios da tireoide. No caso contrário, a hipófise para de liberar TSH, para reduzir a produção de T3 e T4. 

O T3 é a forma ativa do hormônio, ou seja, capaz de atuar na regulação do metabolismo. A tireoide produz uma pequena quantidade de T3, por isso a maioria é derivada da metabolização do T4, que é transformado em T3 para ser utilizado pelas células. 

O T4 é transportado na corrente sanguínea até os órgãos através de uma proteína chamada globulina ligadora de tiroxina (TBG). Entretanto, nesta forma (ligado à proteína), o T4 não pode ser utilizado pelas células, apenas na forma livre. 

O T4 total informa a quantidade de T4 ligado à proteína TBG, somado à quantidade de proteína livre para ser utilizado pelas células. 

Para que serve T4 total?

Exame de sangue parra detectar T4 total
O T4 total é um tipo de exame de sangue comum

O T4 total é um exame realizado para verificar a dosagem do hormônio T4 produzido pela tireóide, resultando em um dado que informa a quantidade total de T4 presente no organismo, tanto na forma livre, quanto ligada a proteínas. 

O resultado do exame T4 total, em conjunto com os outros exames que normalmente são solicitados (T4 livre, T3 e TSH), permite avaliar o funcionamento da glândula tireóide e detectar possíveis problemas. 

  Continua Depois da Publicidade  

Altos níveis de T4 total podem indicar que a pessoa tem hipertireoidismo, causado por um distúrbio autoimune na tireóide, conhecido como Doença de Graves. Mas, níveis elevados de T4 total também podem sinalizar: 

  • Tumores originados de células germinativas, que são aquelas que dão origem aos óvulos e aos espermatozoides. 
  • Nódulos na tireoide.
  • Paralisia periódica hipocalêmica tireotóxica: episódios de fraqueza muscular devido à altas concentrações de hormônios da tireoide.
  • Níveis elevados de TBG, a proteína ligadora do T4, condição que pode ocorrer na gravidez, em terapia de reposição hormonal com estrogênio, uso de pílulas anticoncepcionais e problemas no fígado. 
  • Hipertireoidismo induzido pelo iodo.
  • Aumento da glândula tireoide, por excesso de hormônio (bócio tóxico).
  • Excesso de medicamentos que estimulam a produção de hormônios pela tireoide.

Baixos níveis de T4 total no sangue podem auxiliar no diagnóstico de:

  • Hipotireoidismo, causado pelo distúrbio imunológico conhecido como tireoidite de Hashimoto. 
  • Má nutrição. 
  • Excesso de alguns medicamentos que atrapalham a produção de hormônios pela tireoide. 

Valores de referência para o T4 total

Segundo os Arquivos Brasileiros de Endocrinologia e Metabologia, o valor de referência para adultos para o T4 total é de 4,5 a 12,6 mcg/dL (58-160 nmol/L). 

No período neonatal, a concentração de T4 total deve estar entre 7 e 16 mcg/dL e, para crianças até 3 anos de idade, entre 10 e 16 mcg/dL. 

Para crianças até 12 anos, o valor de referência de T4 total está entre 6 e 13 mcg/dL e, a partir dos 13, se utiliza a mesma referência usada para os adultos. 

Esses intervalos podem variar de laboratório para laboratório, dependendo do método de dosagem utilizado.

Alguns medicamentos podem alterar os resultados do exame de T4 total, por isso, informe ao seu médico ou médica sobre todos os medicamentos que você utiliza, para saber se é necessário suspender o uso de algum deles, para fazer o exame. 

Lembrando que não é necessário estar em jejum para fazer o exame de T4 total.

Fontes e referências adicionais

Você já fez um exame de T4 total? Quais foram os sintomas que levaram seu médico ou médica a solicitar esse exame? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. Lucio Pacheco

Dr. Lucio Pacheco é Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral - CRM 597798 RJ/ CBCD. Formou-se em Medicina pela UFRJ em 1994. Em 1996 fez um curso de aperfeiçoamento em transplantes no Hospital Paul Brousse, da Universidade de Paris-Sud, um dos mais especializados na Europa. Concluiu o mestrado em Medicina (Cirurgia Geral) em 2000 e o Doutorado em Medicina (Clinica Médica) pela UFRJ em 2010. Dr. Lucio Pacheco é autor de diversos livros e artigos sobre transplante de fígado. Atualmente é médico-cirurgião, chefe da equipe de transplante hepático do Hospital Copa Star, Hospital Quinta D'Or e do Hospital Copa D'Or. Além disso é diretor médico do Instituto de Transplantes. Suas áreas de atuação principais são: cirurgia geral, oncologia cirúrgica, hepatologia, e transplante de fígado. Para mais informações, entre em contato.

Deixe um comentário