Uma pessoa pode pegar COVID-19 mais de uma vez?

Especialista:
atualizado em 24/09/2020

A pandemia do novo coronavírus é oficial desde março e existem várias dúvidas a respeito da doença. Por exemplo, há quem acredite que, quando uma pessoa pega a COVID-19, ela fica imune ao vírus.

Mas será que isso é realmente verdade? Não, não dá para dizer que toda pessoa que pega uma vez o novo coronavírus jamais voltará a pegar COVID-19.

Por exemplo, um homem de 33 anos de Hong Kong infectou-se uma segunda vez pelo novo coronavírus. Isso ocorreu quatro meses e meio após ter contraído a COVID-19 pela primeira vez.

Pesquisadores da Universidade de Hong Kong sequenciaram o vírus e identificaram que uma variação diferente do vírus provocou a segunda infecção no paciente.

O caso sugere que uma reinfecção pela COVID-19 pode ocorrer meses após a primeira infecção.

Diferenças entre as duas infecções

Na primeira vez em que pegou COVID-19, o homem de Hong Kong teve tosse, dor de garganta, febre e dor de cabeça por três dias. Ele entrou no hospital em 29 de março e teve sua liberação em 14 de abril, após dar negativo em dois testes.

O paciente testou positivo para a COVID-19 outra vez depois de voltar de uma viagem à Espanha. Mas, nesta segunda infecção pelo novo coronavírus, ele ficou assintomático durante todo o curso da doença.

Esse foi o primeiro caso documentado de reinfecção pelo novo coronavírus. Entretanto, especialistas desconfiam que o homem não foi o único a contrair o vírus duas vezes.

Imunidade pós COVID-19

Por outro lado, isso não significa que não exista alguma imunidade ao novo coronavírus após contraí-lo. Evidências iniciais sugeriram que pode haver alguma proteção depois de pegar a COVID-19.

Uma análise sobre um surto da doença em um barco de pesca apontou que alguns dos presentes que já tinham testado positivo para anticorpos do novo coronavírus não pegaram a doença outra vez.

Uma outra pesquisa apontou que a maioria carrega anticorpos após recuperar-se da COVID-19.

um estudo que avaliou 34 pessoas com diagnóstico de COVID-19 indicou que os anticorpos que oferecem proteção contra a doença podem não durar muito e diminuir após três meses.

Homem Covid 19

O virologista Benjamin Neuman afirmou que, como o novo coronavírus é recente, os cientistas ainda estão descobrindo que tipo de imunidade de longo prazo as pessoas têm a ele.

O que se sabe por enquanto é que a imunidade aos outros coronavírus dura aproximadamente um ano, apontou Neuman.

Conforme Neuman, embora o homem de Hong Kong seja apenas um caso, isso sugere que a imunidade ao novo coronavírus deveria ser analisada na perspectiva dos outros coronavírus, “com anticorpos caindo rapidamente e a reinfecção sendo comum”, disse ele.

Entretanto, Neuman também ressaltou que a quantia de glóbulos brancos e anticorpos varia bastante em pessoas que tiveram a doença. Assim, daria para supor que a extensão da imunidade varia de pessoa para pessoa.

Segundo a chefe de divisão de doenças pediátricas infecciosas Yvonne Maldonado, a imunidade das pessoas que contraem uma infecção mais leve diminui mais rapidamente.

Vamos com calma

Porém, especialistas da área da saúde também afirmam que são necessários muitos outros estudos para determinar quão frequentes essas reinfecções podem ser.

Até porque o estudo de Hong Kong foi aceito pelo jornal acadêmico Clinical Infectious Diseases, mas ainda não passou pela revisão por pares (revisão por outros especialistas). Além disso, a pesquisa ainda não foi oficialmente publicada.

Um único estudo de caso não pode se aplicar a toda a população em geral. Ainda não está claro se a reinfecção é rara ou comum.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já pegou a COVID-19? Conhece alguém que contraiu mais de uma vez? Então, conte para nós nos comentários!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário