5 Benefícios da Fruta Marmelo – Para Que Serve e Propriedades

Especialista:
atualizado em 06/05/2020

Veja quais são todos os benefícios da fruta marmelo para a saúde de acordo com as suas propriedades, para que serve e como preparar para consumo.

Conhecemos muito a respeita das vantagens de frutas mais populares, porém, não escutamos tanto das frutas menos famosas e conhecidas. Por isso, vale a pena conhecer os benefícios de fruta exóticas que são super alimentos e de outras como a fruta marmelo, um tanto quanto desconhecida do grande público.

O seu nome científico é Cydonia oblonga e ela é uma integrante da família Rosaceae. O marmelo é produzido por uma planta de porte médio conhecida pelo nome de marmeleiro, que possui entre 3 m a 6 m e é originária das regiões mais amenas da Ásia Menor e do Sudeste da Europa.

A fruta costuma apresentar uma coloração amarela quando se encontra madura, mede aproximadamente 6 cm a 8 cm, apresenta um peso entre cerca de 50 g a 80 g e é aromática.

O marmelo foi uma das primeiras frutas introduzidas pelos portugueses em nosso país, onde foi utilizado no preparo de um doce chamado marmelada. Ácido e firme, ele não é comestível cru: é necessário passá-lo por um processo de cozimento para amaciar e conceder um sabor mais doce ao alimento.

Apesar de poder ser cultivada em algumas regiões de Minas Gerais, houve uma diminuição da produção nacional e a fruta passou a ser importada do Uruguai e da Argentina.

Atualmente não é muito fácil encontrar o marmelo no mercado, já que ele é pouco produzido, apenas para algumas indústrias ou em pomares caseiros.

Para que serve – 5 benefícios da fruta marmelo

Uma vez que estamos mais familiarizados com a fruta, vamos conhecer alguns dos benefícios da fruta marmelo para a nossa saúde:

1. As propriedades da fruta marmelo

O marmelo é considerado uma fonte de bons níveis de carboidratos, fibras e vitamina A, ao mesmo tempo em que também carrega doses de outros nutrientes importantes para o funcionamento do nosso organismo em sua composição como potássio, fósforo, ferro, cálcio, vitamina B1, vitamina B2, vitamina B3 e vitamina C.

As informações são do livro Valor Nutricional de Frutas, de autoria de Luiz Carlos Donadio e Ronaldo Posella Zaccaro.

2. Fonte de antioxidantes

De acordo com a nutricionista e mestra em nutrição clínica Rachael Link, em seu artigo publicado no site Dr. Axe, o marmelo é uma ótima fonte de antioxidantes, que são conhecidos como substâncias que auxiliam a proteger contra os radicais livres, compostos prejudiciais que favorecem o desenvolvimento de doenças.

“A fruta não é apenas rica em vitamina C, uma vitamina solúvel em água com propriedades antioxidantes, mas também é uma boa fonte de outros antioxidantes, incluindo o ácido cafeoilquínico e a rutina”, acrescentou a nutricionista.

3. Fonte de vitamina C

Já que a vitamina C foi mencionada, vale a pena destacar que atuar como um antioxidante não é a única função exercida por este importante nutriente.

A vitamina C também é importante para o tecido conjuntivo e atua na formação de uma proteína empregada na construção da pele, dos tendões, dos ligamentos e dos vasos sanguíneos, informou o MedlinePlus, portal dos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos.

O nutriente ainda promove a cicatrização, contribui com a absorção de ferro por parte do organismo e trabalha na reparação e na manutenção de ossos, dentes e cartilagens acrescentou o portal dos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos.

4. Fonte de vitaminas do complexo B

O livro Valor Nutricional de Frutas informa que doses de algumas vitaminas do complexo B (vitamina B1, vitamina B2 e vitamina B3) são encontradas na composição da fruta marmelo.

Pois bem, isso é um dos benefícios da fruta porque essas vitaminas auxiliam o organismo a obter ou produzir energia por meio dos alimentos que são consumidos e contribuem com a produção de glóbulos vermelhos.

Particularmente, a vitamina B1 (tiamina) é conhecida por auxiliar as células do organismo na transformação dos carboidratos em energia. O nutriente também participa da contração muscular e da condução de sinais nervosos, além de ser essencial para o metabolismo do piruvato, uma importante molécula orgânica, que está envolvida em diversos processos biológicos e é classificada como essencial para a respiração celular.

Por sua vez, a vitamina B2 (riboflavina) é importante para o crescimento corporal e para a função celular, auxilia na produção dos glóbulos vermelhos e contribui com a liberação de energia das proteínas.

Já a vitamina B3 (niacina) atua como uma auxiliar para o funcionamento do sistema digestivo, da pele e dos nervos, além de ser importante para a tarefa de converter alimentos em energia. As informações são do MedlinePlus, portal dos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos e da PhD em química física Nicola McDougal.

5. Fonte de vitamina A

A publicação de Luiz Carlos Donadio e Ronaldo Posella Zaccaro também apontou o marmelo como uma fruta dotada de bons níveis de vitamina A.

Segundo o MedlinePlus, portal dos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos, o nutriente é classificado como um antioxidante, além de exercer papéis em relação à reprodução, às funções celulares e ao sistema imunológico.

A vitamina A também contribui com a formação e a manutenção de dentes, tecidos moles, tecido esquelético, membranas e pele saudáveis, ao mesmo tempo em que produz pigmentos na retina dos olhos e promove a boa visão, especialmente na baixa luminosidade.

Como preparar o marmelo

Se não dá para consumir a fruta crua, então, como utilizá-la? A nutricionista e mestra em nutrição clínica Rachael Link ensinou, em seu artigo publicado no site Dr. Axe, como fazer isso:

  • Cortar a fruta em quartos;
  • Remover o núcleo e as sementes;
  • Retirar qualquer pedaço que esteja mole;
  • Encher uma panela com água e levar à fervura;
  • Colocar a fruta na panela e deixar cozinhar em fogo brando durante 40 a 50 minutos, até que o marmelo fique macio.

A nutricionista sugeriu que a fruta cozida pode ser utilizada para acompanhar saladas, iogurtes ou aveia, por exemplo. Entretanto, é importante ponderar que o ato de cortar, cozinhar (principalmente por muito tempo) e submeter alimentos a temperaturas muito elevadas provoca a perda de alguns nutrientes, como as vitaminas do complexo B e a vitamina C.

Tome cuidado ainda com as receitas com marmelo que levem muito açúcar, pois sabemos que o excesso de açúcar faz mal, podendo assim neutralizar os benefícios trazidos pelas propriedades e nutrientes da fruta marmelo.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já conhecia os benefícios da fruta marmelo para a saúde? Pretende encontrar e experimentá-la? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário