5 Benefícios do Chá de Losna – Para Que Serve e Contraindicações

Especialista:
atualizado em 13/03/2020

Veja quais são os benefícios do chá de losna, para que serve essa bebida para o nosso organismo e quais são as suas contraindicações.

Depois que ficar mais familiarizado com os benefícios do chá de losna, veja se é verdade que chá de losna emagrece mesmo e confira como fazer chá de losna em casa.

Sobre a losna

Artemisia absinthium ou losna é uma planta que também pode ser conhecida pelos nomes de absinto, erva-do-fel, alenjo, erva-de-santa-margarida, sintro ou erva-dos-vermes. Originária da Europa, ela apresenta um sabor bastante amargo.

Dona de flores amarelas, a losna possui folhas que são aromáticas e podem ser utilizadas em cercas vivas. Suas folhas e as partes superiores das suas flores ainda podem ser empregadas no preparo de chás, tinturas, compressas ou extratos fluidos.

Para que serve – 5 benefícios do chá de losna

1. Doença de Chron

Pesquisas iniciais apontaram que o uso diário da losna durante seis a dez semanas melhorou os sintomas, a qualidade de vida e o humor de alguns pacientes diagnosticados com a doença de Chron.

Entretanto, também classificaram as evidências a respeito dos benefícios do chá de losna para essa finalidade como insuficientes. Portanto, quem sofre com a doença só deve usar o chá de losna depois de consultar o médico e ser autorizado pelo profissional a usar a bebida, sempre respeitando todas as instruções e cuidados que forem recomendados pelo profissional.

Jamais use um chá de ervas como o chá de losna no lugar de todo um tratamento recomendado pelo médico porque isso pode ser bastante perigoso para a sua saúde. Não somente pelo risco da bebida ser ineficaz, mas também porque o chá de losna tem contraindicações e pode provocar uma série de efeitos colaterais, como vamos conferir mais abaixo.

2. Vermes

Há quem use a losna para eliminar vermes intestinais como o oxiúro e a lombriga (nematelminto). Porém, as evidências a respeito do uso da planta contra a infestação de vermes são consideradas insuficientes.

Logo, quem desconfia que está com sintomas de vermes, ou já sabe que sofre com vermes, precisa buscar o auxílio médico para saber como lidar com o problema de maneira eficiente e segura e só pode usar o chá de losna para auxiliar o tratamento se e como o médico autorizar.

3. Indigestão

Ente os possíveis benefícios do chá de losna está o seu uso para lidar com a indigestão. “A planta, em infusão em um chá forte, é usada tradicionalmente na Europa assim como na forma de um estabilizante para combater a indigestão”, afirmou a coach de saúde holística Annie Price.

O problema é que as evidências a respeito do uso da losna para a indigestão também são classificadas com insuficientes.

4. Falta de apetite

Outro dos alegados benefícios do chá de losna refere-se ao tratamento contra a falta de apetite. Entretanto, esta é outra finalidade para a qual as evidências a respeito do uso da planta são classificadas como insuficientes.

Com isso, para quem tem apresentado a falta de apetite, o mais aconselhável é procurar o auxílio médico para saber como lidar com o problema de maneira eficiente e segura e usar o chá de losna somente se o médico autorizar e conforme as instruções do profissional.

Consultar o médico a respeito da falta de apetite também é importante porque a ausência de fome pode ser sintoma de doenças mais sérias, que exigem um tratamento completo.

5. Vida sexual

Um dos possíveis benefícios do chá de losna seria o tratamento contra o baixo desejo sexual. Entretanto, as evidências a respeito da utilização da planta para essa finalidade são classificadas como insuficientes.

Portanto, para quem tem problemas de libido com certeza será mais efetivo procurar o auxílio médico para identificar a origem do problema e tratá-la devidamente. Por exemplo, você sabia que existem alimentos que prejudicam a libido?

Use o chá de losna para ajudar o tratamento da falta de desejo sexual somente se e como o médico indicar.

A losna aborta? Quais são suas contraindicações?

Sim, a losna é contraindicada durante uma gestação justamente porque pode provocar o aborto. Portanto, se você está grávida, passe longe dessa planta. Ela também não pode ser utilizada pelas pessoas que sofrem com a pressão arterial elevada.

É aconselhável também que as mulheres que amamentam evitem o uso da planta até que se saiba mais a respeito da segurança da losna para elas e seus filhos.

Quem sofre com alergias precisa consultar o médico antes de começar a usar a erva porque ela pode provocar uma reação alérgica nas pessoas que são sensíveis às plantas da família Asteraceae (Compositae), que inclui tasneira, crisântemo, calêndula, margarida, entre muitas outras.

As pessoas com problemas nos rins também devem consultar o médico antes de começar a utilizar a losna, pois o uso do seu óleo pode provocar a insuficiência renal.

Efeitos colaterais e outros cuidados com a losna

A planta pode provocar efeitos colaterais como cólicas abdominais, sangramento e aumento da pressão arterial. Quando passada na pele, a erva pode causar ardor e vermelhidão severa.

A losna é composta por uma substância química chamada de tujona, que pode ser perigosa porque sua ingestão pode provocar degradação muscular (rabdomiólise), insuficiência renal, inquietação, dificuldade para dormir, pesadelos, vômito, cólicas estomacais, tontura, tremores, mudanças no ritmo cardíaco, retenção urinária, sede, dormência nos braços e nas pernas, paralisias e até a morte.

A tujona presente no óleo de losna também pode piorar um quadro de porfiria. Esse composto químico também pode causar convulsões, por isso, existe a preocupação de que a losna pode aumentar a probabilidade de ocorrer convulsões em pessoas propensas ao sintoma, como aquelas que sofrem com a epilepsia ou outros distúrbios convulsivos.

Na forma de chá, a planta não pode ser utilizada por mais de quatro semanas consecutivas, a não ser que haja alguma indicação por parte do médico. Falando nisso, é preciso destacar que a erva deve ser usada somente sob a supervisão de um profissional da área da saúde.

Por isso, antes de usar o chá de losna para qualquer finalidade é importante consultar o médico para saber se a bebida é realmente indicada para o seu caso em particular, verificar se ela não pode fazer mal para você e checar em que dosagem, frequência de uso e por quanto tempo máximo o chá pode ser consumido.

Como já deu para perceber, mesmo os produtos naturais como os chás à base de plantas podem ter contraindicações e provocar efeitos colaterais. Em alguns casos, essas bebidas também pode interagir com outras substâncias, por isso, aproveite a conversa com o médico para conferir se não é perigoso tomar o chá de losna ao mesmo tempo em que um remédio, suplemento ou outra planta que você já use.

Essa recomendação de consultar o médico antes de começar a tomar o chá de losna deve ser seguida por todas as pessoas, no entanto, é especialmente importante nos casos de crianças, adolescentes, idosos e indivíduos que sofrem com algum tipo de doença ou condição específica de saúde.

Caso experimente algum efeito colateral ao tomar o chá de losna, procure rapidamente o auxílio médico, mesmo que não imagine se tratar de uma reação adversa tão grave assim. Isso é necessário para verificar a real seriedade do problema em questão, receber o tratamento apropriado e checar com o médico se pode continuar ou não a fazer uso do chá de losna.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já conhecia os benefícios do chá de losna? Pretende experimentar esse chá para algum propósito? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário