Calêndula – O Que é, Para Que Serve, Chá e Propriedades

Especialista:
atualizado em 02/07/2020

A calêndula é uma planta baixinha – que chega no máximo a 1 m de altura – que dá origem a flores que podem apresentar as cores vermelho, amarelo e laranja, que têm um sabor que vai do amargo ao doce e apresentam um aroma classificado como leve.

Ela também é conhecida pelos nomes de maravilha, verrucária, bem-me-quer-mal-me-quer, boas-noites, belas-noites e margarida dourada, porém o seu nome científico é Calendula officinalis. Sua origem é o sul da Europa e a bacia do Mediterrâneo.

É comum encontrar a calêndula sendo utilizada para fins de decoração. No entanto, ela também pode ser utilizada em chás, pães, manteigas, saladas e sopas, por exemplo.

Para que serve a calêndula? 

Agora que já sabemos o que é essa planta, vamos conhecer algumas das utilidades que ela oferece.

– As propriedades da calêndula 

Acredita-se que a calêndula apresente propriedades adstringentes, anti-inflamatórias, analgésicas, antifúngicas, calmantes, cicatrizantes, antialérgicas, antivirais, tonificantes da pele e bactericidas.

– Saúde da pele 

Uma publicação do Agronegócios EU creditada à licenciada em engenharia agrônoma pela Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, de Portugal, Orquídea Barbosa, relatou que uma pesquisa realizada com mulheres que faziam tratamento quimioterápico para o câncer de mama analisou os efeitos da aplicação de uma pomada feita a partir de calêndulas na pele das pacientes.

Segundo Barbosa, o resultado foi que houve uma diminuição do número de dermatite grave – que causa irritação na pele, vermelhidão e dor – durante o tratamento das participantes.

No mesmo sentido, a pomada com calêndula pode ser utilizada para amenizar queimaduras solares, verrugas, acne, picadas e ulcerações, para ajudar a curar feridas e lidar com a pele seca e bolhas.

– Saúde digestiva 

O chá de calêndula pode auxiliar a diminuir os sintomas provocados por doenças inflamatórias intestinais e para reduzir cólicas menstruais e estomacais.

– Tosse, dor de gargante e febre

Em alguns casos, as gotas ou o extrato da calêndula podem ser usados para contribuir com o controle de sintomas de tosses, dores de garganta e febre. 

– Combate aos radicais livres 

O extrato das flores de calêndula também já mostrou ser capaz de proteger as células de danos provocados pelos radicais livres, considerados uma das principais causas do envelhecimento e da deterioração celular.

– Saúde dos ouvidos 

Um dos usos bem pesquisados do extrato de calêndula é a sua aplicação em forma de gotas dentro do canal auditivo para ajudar o tratamento de infecções bacterianas do ouvido e diminuir a dor.

Já foi identificado que as gotinhas de calêndula podem diminuir o inchaço e a inflamação no ouvido interno em poucos dias.

– Hemorroidas e fissuras anais 

Graças ao fato de que os tratamentos feitos com a calêndula podem promover a cura do tecido e diminuir o inchaço, algumas pessoas acreditam que a sua aplicação tópica nas áreas genitais e anais pode colaborar com a diminuição de sintomas das hemorroidas e das fissuras anais.

Uma pesquisa feita com animais investigou os efeitos do tratamento com a calêndula em feridas que sangravam e descobriu que a utilização do produto em um período de oito dias provocou um fechamento de aproximadamente 90% de feridas teciduais.

Já os animais que não foram tratados com a calêndula registraram um fechamento de somente 51% em suas feridas.

– Repelente natural contra insetos 

Por conta de seu odor pungente (aguçado), seu teor de antioxidantes e seus óleos voláteis, as calêndulas podem ser utilizadas para repelir mosquitos, pragas e outros insetos.

É por conta disso que as flores de calêndula costumam ser plantadas em hortas e utilizadas no formato de extrato em velas e sprays contra insetos, além de aparecerem em loções de pele para prevenir picadas de mosquitos.

Atenção: antes de usar a calêndula para qualquer uma das condições mencionadas acima, você deve consultar o médico para ter certeza de que ela realmente pode ajudar e que não te fará mal. Jamais substitua qualquer tratamento pelo uso da planta porque isso pode prejudicar gravemente a sua saúde. 

Receita de chá de calêndula 

Ingredientes: 

  • 2 colheres de sopa de flores de calêndula;
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo:

  1. Colocar as flores de calêndula dentro de uma panela com a água;
  2. Levar ao fogo e deixar ferver durante 10 minutos;
  3. Na sequência, desligar, tampar e deixar abafar por alguns minutos;
  4. Depois que ele atingir a temperatura desejada, coar e servir-se imediatamente.

O ideal é tomar um chá logo após o seu preparo (não necessariamente tomar todo o conteúdo preparado de uma vez), antes que o oxigênio do ar destrua os seus compostos ativos. Um chá costuma preservar substâncias importantes até 24 horas depois do preparo, porém, depois desse período, as perdas são consideráveis.

É necessário certificar-se ainda de que as flores de calêndula que você utilizar no preparo do seu chá sejam de boa qualidade, de boa procedência, orgânicas, estejam bem limpinhas e higienizadas e não tenham a adição de nenhuma substância ou produto que possa prejudicar a sua saúde.

Cuidados com o chá de calêndula 

A calêndula em forma de chá ou de outras maneiras não deve ser consumida por mulheres que estejam grávidas ou em período de amamentação e por crianças com menos de 12 anos de idade.

Quem sabe que possui alergia a tasneiras, margaridas, crisântemos, camomila, echinaceas e outras plantas da mesma família da calêndula, não deve fazer uso de produtos à base de calêndula.

Não se deve aplicar a calêndula diretamente em feridas abertas, a não ser que haja a indicação médica, porque isso pode provocar uma irritação.

Vale ressaltar que qualquer tratamento, mesmo aqueles que são feitos com produtos naturais, precisa de orientação do médico.

Mesmo que você não vá utilizar o chá para alguma condição de saúde, verifique com o médico se ele não pode te prejudicar ou se não é contraindicado para você. Isso serve para todos, claro, mas principalmente para adolescentes, idosos e pessoas que sofrem com algum tipo de doença ou condição de saúde.

Caso faça uso de qualquer medicamento, suplemento ou produto natural como outro chá, questione o médico se não existem riscos de interação entre a substância em questão e o chá de calêndula. Por exemplo, o uso oral da calêndula – em forma de chás, extratos líquidos, gotas, entre outras maneiras – pode causar interações com medicamentos sedativos.

Algumas pessoas ainda podem experimentar efeitos como o aumento da sonolência ao utilizar a calêndula, principalmente quando ela é combinada com tranquilizantes, remédios para dormir e medicamentos contra a ansiedade.

Caso perceba quaisquer efeitos colaterais ao usar a calêndula, busque rapidamente a ajuda do médico para verificar o que deve fazer.

Você já tinha ouvido falar da calêndula e suas propriedades medicinais para a saúde? Já experimentou o chá ou algum produto dessa planta? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (10 votos, média: 4,20 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo muito solicitada para palestras, consultoria a empresas e atendimento personalizado para atletas, pessoas com condições especiais de saúde e pessoas que desejam melhorar a forma física de forma saudável. É a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España). É também membro da International Society of Sports Nutrition. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma. Dra. Patricia Leite é uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento.

Deixe um comentário

3 comentários em “Calêndula – O Que é, Para Que Serve, Chá e Propriedades”

  1. Usar de 3 a 5 flores de calêndula secas, verter cerca de 200 ml de água fervente, podendo ser utilizado uma xícara ou copo de vidro. Deixar em infusão por cerca de 10 minutos. Tire as flores, coe e faça bochechos em caso de feridas, aftas ou machucaduras na boca por mordida própria ou machucado no céu da boca que não sararam naturalmente em 2 a 3 dias. Pode-se também tomar cerca de 100 ml deste mesmo chá. Você verá o resultado de 2 a 4 dias. Não haverá mais sintoma nem machucado nenhum. Cura e sara mesmo. Fiz este teste mais de 3 vezes e 100% de êxito. Acredite, um santo remédio. Ache as flores em casas de chá especializadas. Verifique se são de boa procedência e limpas.