Benefícios da Artemísia – O que é e como usar

Especialista da área:
atualizado em 08/12/2020

Alívio de cólicas menstruais, problemas digestivos e efeito diurético: conheça todos os benefícios da artemísia e como usar.

A artemísia é uma planta que pode ser usada na culinária e na medicina, devido aos seus efeitos benéficos para a saúde e sabor característico.

  Continua Depois da Publicidade  

Mas os benefícios da artemísia vão além. A presença de antioxidantes e diversos nutrientes na planta ajudam a tratar problemas em praticamente todo o corpo, e muitos outros usos ainda estão sendo estudados.

Ficou curioso? Vamos então conhecer e aprender mais sobre todos os benefícios da artemísia e suas diferentes aplicações.

Artemísia – O que é?

Plantação de artemísia
Plantação de artemísia

Existem várias espécies de artemísia, sendo a mais comum no Brasil a Artemisia vulgaris. Ela é conhecida popularmente por vários nomes, como:

  • Artemísia-comum;
  • Artemísia-verdadeira;
  • Artemige;
  • Artemijo;
  • Losna;
  • Losna-brava;
  • Absinto.

Os efeitos medicinais da artemísia estão ligados ao seu óleo essencial, rico em substâncias benéficas:

  • Cineol;
  • Flavonoides;
  • Taninos;
  • Saponinas;
  • Resinas;
  • Artemisinina.

Praticamente todas as partes da planta são usadas para fins medicinais. No entanto, o mais comum é extrair seus nutrientes das folhas. Assim, as folhas e as flores são colhidas um pouco antes da maturidade e secas para uso medicinal.

  Continua Depois da Publicidade  

Para que serve a artemísia?

A artemísia parece apresentar, entre outras, propriedades bactericidas, antifúngicas, antiasmáticas e expectorantes muito úteis para aliviar problemas respiratórios e infecções.

Além disso, medicina tradicional faz uso dela para várias outras condições, que ainda estão sendo estudados. Portanto vamos ver agora com mais detalhes quais são os benefícios da artemísia já confirmados pela ciência.

Benefícios da Artemísia

folhas de artemísia

1. Potencial tratamento de depressão

Alguns estudos preliminares mostram que o extrato de artemísia pode ser útil no tratamento da depressão. Mas novos estudos ainda são necessários para comprovar esta ação, e dar mais informações sobre um possível tratamento.

2. Pode proteger o estômago

Estudos mostram que alguns compostos presentes no extrato de artemísia estão ligados a proteção gástrica, prevenindo inflamações e danos locais. Esse efeito é visto principalmente no estômago.

3. Melhora os sintomas da dismenorreia

A dismenorreia é um problema que atinge muitas mulheres, e é caracterizada por sintomas como cólicas uterinas de forte intensidade, dores lombares e náuseas.

A artemísia tem sido usada por diversos povos como um medicamento para esses problemas, e estudos já comprovam esse efeito benéfico.

  Continua Depois da Publicidade  

4. Fortalecimento dos ossos

Algumas espécies de artemísia podem ser úteis na prevenção e no tratamento da desmineralização óssea. Assim, estudos mostram, o uso da artemísia poderia evitar problemas como a osteoporose e fraturas.

5. Efeito diurético

Estudos comprovaram que algumas espécies de artemísia, como a Artemisia thuscula, tem efeitos diuréticos, e podem ser usadas para tratar quadros leves de retenção de líquidos.

Mas é importante sempre consultar um médico para descobrir a causa do problema, de forma a tratá-lo corretamente.

6. A artemísia é rica em antioxidantes

O óleo essencial da artemísia é rico em compostos antioxidantes, que ajudam a combater a ação dos radicais livres. Assim, estudos mostram que ela contribui para a prevenção de alguns problemas de saúde, como:

  • Certos tipos de câncer;
  • Problemas inflamatórios e autoimunes;
  • Degeneração macular, que ocorre mais frequentemente com o envelhecimento;
  • Envelhecimento precoce da pele;
  • Problemas cardiovasculares.

Essa ação se deve principalmente à regulação do sistema imunológico, que ajuda a evitar processos inflamatórios exagerados, ligados ao desenvolvimento e piora de doenças como as citadas acima.

7. Ação calmante

Estudos concluíram que extratos de artemísia tem ação sedativa e ansiolítica. Assim, o uso do chá de artemísia pode ajudar a aliviar os sintomas relacionados ao estresse e a ansiedade.

  Continua Depois da Publicidade  

8. Efeito contra malária

A artemisinina, um dos compostos presentes no óleo essencial da artemísia, age sobre o Plasmodium falciparum, que é um dos principais agentes causadores da malária.

A descoberta do efeito dessa substância, já demonstrado em vários estudos, rendeu o prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia para farmacologista chinesa Youyou Tu.

Como usar a artemísia

Não há uma dose ideal e considerada segura. Tradicionalmente, o principal uso da artemísia é como um chá.

A técnica de moxabustão consiste em uma prática em que as folhas da artemísia são juntas em forma de um bastão e queimadas sobre a pele.

Chamada também de acupuntura térmica, os praticantes do método afirmam que ela influencia na energia corporal e ajuda o sangue a circular melhor. Era a técnica utilizada por parteiras em complicações do parto.

No entanto, a moxabustão não é totalmente comprovada cientifica mente e é difícil encontrar alguém que saiba aplicar o método da forma adequada sem causar queimaduras e danos à pele.

Fitoterapeutas indicam tomar até 2 xícaras de chá de artemísia por dia. Como suplemento, é indicado verificar as informações do rótulo ou usar de 1 a 2 cápsulas por dia.

Chá de artemísia

Ingredientes:

  • 1 colher de chá das folhas secas de artemísia
  • 300ml de água.

Modo de preparo:

  1. Ferva a água e em seguida adicione a Artemísia;
  2. Deixe em infusão por 5 a 10 minutos;
  3. Por fim, basta coar a bebida e tomar;

Caso prefira, adoce com açúcar, mel ou algum adoçante a sua escolha.

Efeitos colaterais e cuidados

O uso da Artemísia, principalmente em grandes quantidades, pode causar alguns efeitos colaterais

Os principais efeitos associados ao uso da planta incluem:

  • Problemas renais e hepáticos;
  • Convulsões;
  • Aborto;
  • Dilatação dos vasos sanguíneos;
  • Reações alérgicas.

Assim, é importante consultar um médico antes de iniciar o tratamento com alguma planta medicinal, principalmente se você já tem algum problema de saúde.

Fontes e Referências Adicionais

Você já tinha ouvido falar dos benefícios da artemísia para a saúde e boa forma? Já experimentou o chá de artemísia? Tem curiosidade? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (19 votos, média 4,53)
Loading...
Sobre Marcela Gottschald

Marcela Gottschald é Farmacêutica Clinica - CRF-BA 8022. Graduada em farmácia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2013. Residência em Saúde mental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Experiência em pediatria e nefrologia, com ênfase em unidade de terapia intensiva. Ela faz parte da equipe de redatores do MundoBoaForma.

Deixe um comentário

14 comentários em “Benefícios da Artemísia – O que é e como usar”

  1. Ouvi a falar e pretendo comprar porque entrei em menopausa tenho dores musculares .com a chegada de covid os medicos nao nos tem dado devida atençao .por isso temos de recorrer a mais antiga medicina do mundo .a minha avo morreu com 104 anos nuca tomou um comprimido na vida.sempre tratou com chas e banhos .para tudo.

    Responder
  2. Esta planta é excelente como reposição hormonal natural. Ajuda a amenizar os sintomas da menopausa.Eu parei de usar uma medicação controlada para ansiedade, só com o uso do chá da artemísia. O poder das plantas são surpreendentes, muita gratidão pela medicina natural.

    Responder
  3. Já ouvi falar da artemisia, e já comecei a tomar o chá do mesmo, tem um bom resultado, mas é amargo. Peço saber se artemisia cura nódulo mamario ou massa mamaria?

    Responder
  4. Olá
    Vou fazer uma cirurgia no dente, gostaria de saber se devo suspender o uso do chá de Artemísia ?

    Responder
  5. O ideal é consumir durante dez dias, parar por 5 dias, depois mais 10 dias, parar 5 dias, e assim até completar 3 meses.

    Responder
  6. Durante quanto tempo se deve consumir o chá de artemísia, sei que é de 2 a 3 xícaras por dia, mais durante quanto tempo?

    Responder