5 Remédios para Garganta Mais Usados

Especialista:
atualizado em 30/07/2020

Veja os remédios para garganta mais usados e também algumas dicas de soluções caseiras que podem ser proveitosas para aliviar o desconforto.

É bem provável que você já tenha sentido dor de garganta em vários momentos da vida. Sintomas como dor, coceira, queimação e às vezes até bolinhas na garganta e dificuldade para engolir alimentos podem incomodar muito e é sempre bom saber o que fazer para obter alívio.

Há casos em que a irritação na garganta ocorre por causa de uma afta, também. Veja quais as causas e como tratar a afta na boca, na língua ou na garganta.

Remédios para garganta mais usados

1. Analgésicos

Em casos de dor na garganta, analgésicos comuns como o paracetamol e a dipirona podem ajudar. Os analgésicos atuam em sítios específicos no corpo diminuindo a sensação de dor.

2. Anti-inflamatórios

Os anti-inflamatórios não esteroides como o naproxeno ou o ibuprofeno reduzem o inchaço e a inflamação na garganta e, consequentemente, a dor e a irritação.

3. Antissépticos e anestésicos

Comumente apresentados na forma de sprays bucais, os antissépticos podem ser usados como remédios para garganta para amenizar a irritação. Geralmente, eles têm ação antisséptica e anestésica em um mesmo remédio.

A função anestésica ocorre por meio do bloqueio temporário da ação de nervos que transmitem os sinais de dor para o cérebro. Dessa forma, o anestésico entorpece a garganta e suspende a dor por um tempo.   

4. Pastilhas de mentol

Pastilhas para a garganta que contêm mentol como ingrediente ativo podem oferecer um efeito calmante temporário que alivia a dor e a queimação na garganta.

O simples ato de chupar a pastilha faz você produzir mais saliva, deixando a região da garganta úmida e menos irritada.

5. Antibióticos

Se a sua garganta estiver infeccionada por bactérias, será necessário tratar o problema com antibióticos prescritos. Bactérias do tipo estreptococo podem causar infecção na garganta e, nesse caso, é preciso tomar o antibiótico exatamente da forma que o médico indicar.

Lembre-se que antibióticos são remédios para garganta específicos para bactérias e não devem ser tomados em casos de infecções virais.

6. Anti-histamínicos

Os anti-histamínicos podem ser indicados quando a irritação, coceira ou desconforto na garganta é causada por uma alergia.

Os ingredientes ativos dos anti-histamínicos mais conhecidos são a difenidramina, a cetirizina, a fexofenadina e a loratadina.

Remédios caseiros

– Água morna com sal

O gargarejo com água morna e sal alivia a garganta irritada. Isso ocorre porque o sal consegue remover parte do muco acumulado na garganta inflamada, contribuindo assim para a redução do inchaço local.

A recomendação é misturar ½ colher de chá de sal comum com 200 mL de água morna até que todo o sal seja dissolvido. Depois disso, é só gargarejar a solução algumas vezes por dia. Além do sal comum, adicionar uma pitada de bicarbonato de sódio potencializa o remédio. Entenda mais sobre o uso da água com sal para garganta inflamada.

– Mel com limão

O mel tem a capacidade de acalmar a garganta irritada e de suprimir a tosse quando ela também é um dos sintomas. Ele apresenta propriedades antibacterianas que ajudam no combate à garganta infeccionada. Segundo um estudo publicado em 2007 no periódico científico Archives of Pediatrics & Adolescent Medicine, o mel pode ser mais eficaz no alívio da tosse noturna do que um medicamento supressor da tosse.

Ao combinar o mel com as propriedades anti-inflamatórias do limão, temos um ótimo remédio caseiro para garganta inflamada.

– Chás de ervas

Um estudo publicado na revista científica European Journal of Medical Research em 2009 mostrou que uma combinação de equinácea e sálvia na forma de spray foi capaz de reduzir a dor de garganta. Preparar um chá com essas duas ervas pode oferecer algum alívio além de hidratar a região.

Outras ervas que também podem ajudar como remédio para garganta são a hortelã-pimenta e a camomila. Veja uma seleção dos melhores chás para dor de garganta.

– Outros remédios para garganta

O gengibre tem propriedades anti-inflamatórias e bactericidas que podem ser aproveitadas em um chá para dor de garganta. Outros ingredientes com potencial para acalmar a garganta e fortalecer o sistema imunológico incluem o própolis, o alho e frutas como a laranja. Não deixe de conferir mais sobre o alho e seus benefícios para a garganta irritada.

Mais dicas para cuidar da garganta

Dicas extras para aliviar a irritação na garganta incluem:

  • Tomar um banho quente;
  • Umidificar o ambiente;
  • Beber bastante água;
  • Descansar.

A garganta ressecada demora muito mais tempo para se recuperar de uma inflamação ou irritação. Se o corpo estiver desidratado, ele não é capaz de produzir saliva suficiente de modo a manter a garganta hidratada, piorando sintomas como inchaço e inflamação. Mesmo usando remédios para garganta, é importante não se esquecer de beber água e outros fluidos como chás, sopas e frutas ricas em água como a melancia, por exemplo.

O vapor de um banho quente e a umidade do ar também ajudam a hidratar a garganta e o nariz. E é por isso que é recomendado espalhar alguns potes com água pela casa ou usar um umidificador de ambientes quando o tempo está muito seco.

Por fim, mas não menos importante, o descanso é parte fundamental na recuperação de qualquer condição de saúde. Ao seguir as dicas e repousar bem ao fim do dia, sua garganta ficará bem.

Fontes e Referências Adicionais:

Você costuma tomar um desses remédios para dor de garganta que listamos acima quando sente os sintomas? Qual promove melhores resultados? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário