6 remédios para ginecomastia mais usados

Especialista da área:
atualizado em 16/10/2021

A ginecomastia é o desenvolvimento anormal da glândula mamária nos homens. Ela é provocada por um desequilíbrio hormonal, onde há uma redução ou bloqueio dos efeitos da testosterona (hormônio sexual masculino), ou um aumento da quantidade de estrogênio (hormônio sexual feminino).

  Continua Depois da Publicidade  

Esse desequilíbrio hormonal pode ser desenvolvido ainda pelo uso de drogas, álcool e esteroides anabolizantes androgênicos ou pelo uso de determinados remédios, como por exemplo os medicamentos utilizados para combater a AIDS e doenças cardiovasculares, antidepressivos tricíclicos, antibióticos, medicamentos para úlcera, cirrose e motilidade gástrica.

Além disso, o envelhecimento e problemas de saúde como hipogonadismo (mau funcionamento das gônadas, que produzem os hormônios sexuais), tumores em regiões como a glândula adrenal e a glândula pituitária, hipertireoidismo, má nutrição e tratamento de câncer com quimioterapia ou radioterapia também podem afetar o equilíbrio hormonal e provocar a ginecomastia.

Além do inchaço de uma ou das duas mamas, a ginecomastia pode provocar sintomas como sensibilidade mamária, dor e secreção em um ou nos dois mamilos.

6 opções de remédios e alternativas para tratar a ginecomastia

ginecomastia

A ginecomastia tem poucas complicações físicas e geralmente não é um problema sério. A grande questão para quem sofre desta condição é o desconforto causado por conta da aparência das mamas que se assemelham às femininas, sendo motivo de brincadeiras de mal gosto e queda na autoestima, o que pode resultar em problemas emocionais e psicológicos.

Ela pode ser tratada por meio de cirurgia, medicamentos, e em boa parte dos casos, pode se curar sozinha. O medicamento serve para casos recentes e em estágios iniciais da doença. Confira abaixo algumas opções de remédio para esta disfunção hormonal.

Tratar a causa da ginecomastia

Existem diversos fatores que podem provocar a ginecomastia e ao identificar o que originou esse distúrbio, o médico deve indicar um tratamento para essa causa.

  Continua Depois da Publicidade  

Se, por exemplo, a ginecomastia for provocada por uma questão de saúde, a solução será identificar o problema que a originou e tratar esta condição, no entanto, se a origem for pelo uso de um medicamento, o médico poderá suspender este remédio e sugerir a sua troca, caso isso seja possível.

Medicamentos para o câncer de mama

Os medicamentos indicados para o tratamento do câncer de mama como Tamoxifeno ou Arimidex podem ser úteis para alguns homens com diagnóstico de ginecomastia.

Conforme artigo publicado e revisado pela Escola de Medicina da Universidade de Ilinóis, dos Estados Unidos, o Tamoxifeno é um remédio que bloqueia a ação do hormônio feminino estrogênio no organismo. Ele é utilizado para o tratamento e ajuda na prevenção do câncer de mama, bem como pode promover a diminuição dos sintomas de dor na mama ou aumento do tecido mamário nos homens.

Há ainda quem use esses medicamentos off-label (utilização não indicada na bula) para tratar a ginecomastia em homens.

Entretanto, o uso desses remédios de câncer de mama como remédio para ginecomastia deve ser feito com muito cuidado e somente com a autorização e acompanhamento do médico, tendo em vista que eles não são destinados para o tratamento da condição e trazem contraindicações e efeitos colaterais, além da possibilidade de interagir com outros medicamentos.

A Food em Drug Administration (FDA), órgão norte-americano equivalente à nossa ANVISA, não aprovou esses remédios para o uso específico no tratamento da ginecomastia.

  Continua Depois da Publicidade  

Esperar a melhora da condição por conta própria

Uma outra alternativa para quem não deseja tomar medicamentos é esperar que essa disfunção hormonal possa melhorar por conta própria, isso porque na maioria dos casos, a ginecomastia regride sozinha sem a necessidade de tratamento. Geralmente ela desaparece em no máximo dois anos após o seu diagnóstico.

Entretanto, nos casos em que não houver a melhora da condição por conta própria em um determinado prazo de tempo, ou ela provocar significativa dor, sensibilidade ou vergonha, o médico pode e deve indicar algum tipo de tratamento.

Lipoaspiração

ginecomastia - antes e depois

Quando o problema passa a se tornar um grande incomodo, tanto estético, como psicológico, a cirurgia de ginecomastia é indicada.

Para quem, mesmo depois da observação e do tratamento inicial acompanhados pelo médico, sofrer com um incômodo aumento da mama, existe a possibilidade de se submeter a um procedimento cirúrgico.

Nesse caso, o médico pode optar por realizar inicialmente uma lipoaspiração, uma cirurgia plástica para retirar a gordura da mama, e também retirar o excesso de glândula.

  Continua Depois da Publicidade  

Mastectomia

Outra opção para tratar a ginecomastia é um procedimento cirúrgico chamado de mastectomia. Esta cirurgia consiste na retirada da mama e é realizada por meio de pequenas incisões (cortes), sendo menos invasiva e com um menor tempo para recuperação.

Reposição de testosterona

A reposição de testosterona pode ser indicada pelo médico para o tratamento da ginecomastia, especialmente nos casos dos homens mais velhos que sofrem com níveis baixos do hormônio no organismo. As informações são do artigo publicado e revisado pela Escola de Medicina da Universidade de Ilinóis, dos Estados Unidos

Entretanto, esse tipo de terapia deve ser feita somente sob a orientação do médico, que poderá avaliar se o tratamento é a melhor alternativa e se não trará riscos para o portador da doença. A terapia com testosterona traz riscos quando é feita sem a indicação médica ou para fins estéticos.

Fontes e referências adicionais

Você já pensou um utilizar remédios para ginecomastia? Sofre com essa condição e ela lhe causa muito incômodo? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (14 votos, média 4,43)
Loading...
Sobre Equipe MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas, sabemos que a sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso, contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso, todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

3 comentários em “6 remédios para ginecomastia mais usados”

  1. Não sei se oque eu tenho é ginecomastia mais parece gordura nos bicos do peito quero saber se tem algum tratamento sem cirurgia

    Responder
    • É difícil fazer um diagnóstico a distância, Alexandre. Vale a pena consultar um médico.

      Responder