9 Benefícios da Arnica – Para Que Serve e Cuidados

O uso das chamadas plantas medicinais para tratar doenças é uma prática bastante antiga e que permanece até hoje. Ao longo das últimas décadas, muitas pesquisas foram feitas com a proposta de identificar a existência de substâncias nas plantas que fossem capazes de auxiliar na melhoria do bem-estar e também ajudassem a tratar muitas doenças.

Atualmente, a indústria farmacêutica possui milhares de produtos que são feitos a base de plantas e ervas que possuem aplicação na melhoria da saúde. Vamos conhecer 9 benefícios da arnica, entender para que serve esta planta e quais os cuidados que você deve ter na hora de usar.

O que é a arnica?

A arnica é uma planta oriunda das regiões montanhosas da Europa, sendo encontrada até 2 mil metros acima do nível do mar, contendo alturas entre 20 e 60 cm e com flores amareladas e de pontas arredondadas, aparecendo em meados do verão e no início do outono.

Esta planta tem muitos nomes populares, entre eles arnica das montanhas, tabaco das montanhas, dórico-da-alemanha, cravo-dos-alpes, entre muitos outros.

A arnica também pode ser vista de forma nativa na Sibéria e nas altas montanhas temperadas da América do Norte. Atualmente, esta é uma das espécies protegidas na Itália, na Espanha e na Suíça. Os extratos podem ser feitos com as flores frescas e secas, sendo utilizados em preparações homeopáticas para o tratamento de várias doenças e as flores também podem ser usadas na sua forma bruta.

Este é um gênero de aproximadamente 30 espécies de plantas perenes, sendo as mais usadas e conhecidas a Arnica montana e a Arnica chamissonis. Ela é uma planta muito conhecida nas medicinas dos povos ancestrais da Europa, principalmente pelas primitivas tribos germânicas, e é bastante usada na fitoterapia moderna.

Juntamente com a calêndula, esta planta era utilizada para o preparo de pomadas para a cicatrização de feridas dos gladiadores nos circos romanos.

Para que serve a arnica?

As propriedades curativas e os benefícios da arnica para o organismo são inúmeros, e são bastante conhecidos há séculos. Entre as principais propriedades da arnica estão seu poder de cicatrização de ferimentos superficiais, ajudando no combate das dores causadas por contusões e machucados, auxílio ao combate de hemorragias leves, além de ser um ótimo anti-inflamatório natural de uso externo. Ela também é conhecida por sua ação antisséptica, tônica, estimulante e analgésica.

Esta planta possui propriedades medicinais devido à grande quantidade de flavonoides em sua composição, possuindo variadas aplicações. Muitas espécies de arnica também contêm helenalina, uma lactona que é um ingrediente essencial em produtos anti-inflamatórios usados em contusões. O óleo desta planta também é outro produto muito usado para tratamentos tópicos.

Veja, a seguir, 9 benefícios da arnica e para que serve esta planta:

1. Ajuda no tratamento de problemas de pele

A arnica é rica em ácido carbônico, em flavonoides, em óleos voláteis e outras substâncias benéficas que podem contribuir para melhorar o aspecto da pele, aumentando a hidratação. Ela contém uma substância chamada de sesquiterpeno lactona, conhecida como helenalina, que é o principal restaurador da arnica e, juntamente com os flavonoides, ajuda na renovação da pele.

Além disso, ela possui alto poder de cicatrização, possuindo também propriedades antibacterianas e antissépticas que auxiliam na recuperação da pele em casos de queimaduras, exposição excessiva ao sol e ajudando a reduzir a inflamação da pele causada pela acne e pelas espinhas.

Os extratos desta planta são bastante usados como ingredientes em produtos para tratamento de eczema, coceiras e feridas na pele.

2. Reduz as dores musculares

A arnica é uma das substâncias mais usadas em produtos para a redução de dores musculares. Um estudo realizado em 2003 com um grupo de corredores de maratona que utilizou uma solução homeopática de arnica mostrou que houve uma redução significativa nas dores musculares. Isto acontece principalmente devido às propriedades anti-inflamatórias desta planta, que atua diretamente no combate das dores musculares, sendo excelente no combate das contusões e hematomas.

3. Auxilia no combate dos sintomas da artrite

Uma pesquisa realizada em 2007, com um grupo de pessoas diagnosticadas com osteoartrite nas mãos, demonstrou que o uso de gel à base desta planta diminuiu de forma significativa os sintomas de dor, sendo tão eficaz quanto no uso do medicamento ibuprofeno.

Em outro estudo realizado em 2002 com um grupo de pessoas diagnosticadas com osteoartrite média no joelho, os cientistas perceberam uma redução significativa da dor e também da rigidez com o uso de gel à base desta planta que foi usado duas vezes ao dia pelo período de 6 semanas.

4. Melhora a saúde bucal

A arnica é bastante usada pela indústria de produtos para higiene pessoal pprque possui diversos benefícios para a saúde bucal. Estudos mostram que ela pode ser usada para tratar infecções orais, no tratamento de piorreia, dor de dente e gengivite. Esta planta também pode ser usada como solução para lavar a boca entre uma e duas vezes ao dia.

5. Combate a artrite reumatoide

As substâncias anti-inflamatórias da arnica são capazes de auxiliar no tratamento da artrite reumatoide, uma doença que afeta milhões de pessoas ao redor do mundo. Algumas pesquisas mostram que o uso de gel desta planta pode diminuir de forma significativa a dor e a rigidez presente nos joelhos e nas mãos de pessoas que sofrem com esta doença.

O uso de compressas contendo chá de arnica também é uma solução natural bastante usada para reduzir as dores causadas nas articulações.

6. Auxilia no combate da queda de cabelo

Algumas pesquisas mostram que esta planta favorece o crescimento e o fortalecimento dos cabelos, ajudando no combate da queda de cabelo, deixando os cabelos mais macios e flexíveis, além de auxiliar no rejuvenescimento do couro cabeludo. Em função destas propriedades, esta planta é bastante usada na fabricação de produtos como shampoos, sendo muito usada em conjunto com outras substâncias como o jaborandi e a calêndula.

7. Ajuda na redução da caspa

A arnica possui propriedades que atuam na redução do excesso de oleosidade e do sebo do couro cabeludo, removendo, assim, a sujeira e os detritos presentes, atuando também no combate da caspa e da coceira. Esta planta é usada em concentrações entre 1% e 2% nos produtos para os cabelos, ajudando também no tratamento de infecções do couro cabeludo, devido às suas propriedades antibióticas.

8. Ajuda na redução das dores menstruais

A arnica possui propriedades anti-inflamatórias que podem ajudar na redução e no tratamento das cólicas menstruais. Para utilizar esta planta, pode-se preparar um chá que só deve ser usado de forma tópica, sendo aplicado na região para reduzir a dor e a inflamação gerada pelas cólicas.

9. Ajuda no tratamento de sangramento interno

Os compostos orgânicos presentes nesta planta ajudam a curar os vasos sanguíneos rompidos em várias camadas de pele, eliminando os hematomas e reduzindo a aparência gerada pelo rompimento destes vasos que podem ser normais com o passar da idade. Ela pode ser usada de forma tópica sobre os hematomas, auxiliando na recuperação.

Quais os cuidados que você ter com o uso desta planta?

Apesar de a arnica possuir inúmeros benefícios à saúde, ela não deve ser utilizada via oral, por ser comprovadamente hepatotóxica. Ela somente pode ser usada em homeopatia, onde a diluição evita a toxicidade, podendo também ser usada tanto em quadros agudos quanto crônicos.

Outra forma de aplicação da arnica é com o uso externo através de soluções feitas com álcool comum ou de cereais, utilizada de forma diluída (com concentrações de 10%) em água para banhos e compressas, ou aplicada através de massagem nas áreas afetadas.

Em diluições maiores, pode ser empregada para bochechos e gargarejos, podendo ser associada a outras plantas, como a calêndula, a cânfora, a menta, a erva-baleeira e outras. Esta planta possui várias contraindicações se utilizada sem cuidados. O uso interno em qualquer situação, exceto em homeopatia, pode causar diversos problemas devido ao seu potencial tóxico elevado, podendo levar a náuseas, vômitos, dores abdominais, tonturas, hiporreflexia, alucinações e até a morte.

Conclusão 

A arnica é uma planta oriunda das regiões montanhosas da Europa e que tem muitos nomes populares. Ela também pode ser vista de forma nativa na Sibéria e nas altas montanhas temperadas da América do Norte.

Entre as principais propriedades desta planta, estão seu poder de cicatrização de ferimentos superficiais, ajuda no combate das dores causadas por contusões e machucados, auxílio no combate de hemorragias leves, além de ser um ótimo anti-inflamatório natural de uso externo. Ela também é conhecida por sua ação antisséptica, tônica, estimulante e analgésica.

Referências adicionais:

Você já conhecia os benefícios da arnica para a saúde geral? Já consumiu esta planta medicinal de alguma forma? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (23 votos, média: 3,96 de 5)
Loading...

5 comentários em “9 Benefícios da Arnica – Para Que Serve e Cuidados”

  1. Boa noite, eu fiz uma consulta com um especialista que faís consulta pela Iris dos olhos, ele me receitou um remédio natural composto com arnica e castanha da Índia, tô usando esse remédio e tô sentindo uma dor de lado, abaixo do abdome parece que é no rim, devo parar de usar esse remédio?

    • Trabalho nunha chácara onde tem muito mosquitos pernilongos enfim todo tipo de insetos pego um galhinho ponho atrás da orelha e os bichos não se aproximam de mim , isso depois de várias picadas .

Deixe um comentário