A Dieta Ravenna: Como Funciona, Cardápio e Dicas

Especialista:
atualizado em 18/12/2019

A dieta Ravenna envolve diversos pontos interessantes como ingestão calórica entre 800 a 1200 calorias, restrição de carboidratos de alto índice glicêmico como doces, pães, massas, arroz, milhos e batata, além da promessa de perda de peso corporal média de 5% a  7% para mulheres e de 7% a 10% para homens por mês. Saiba tudo sobre a dieta que emagreceu a ex-presidente Dilma Rousseff.

A Dieta Ravenna voltou a ficar em evidência depois que a presidente Dilma Rousseff apareceu 13 kg mais magra no começo de 2015. Muita gente se perguntou o que ela teria feito para conseguir enxugar os quilos a mais que antes possuía.

Vamos falar um pouco mais sobre a dieta Ravenna e você terá um cardápio completo para ver exatamente como funciona.

Se você está em busca de dietas diferenciadas, saiba que uma das mais famosas é a Dieta dos Pontos. Trata-se de uma dieta não restritiva onde você poderá comer o que quiser e na hora que bem entender, desde que consiga juntar os pontos para os momentos que a vontade de comer besteira mais aperta.

Mas se você não se acha tão disciplinado assim para ficar juntando pontinhos, talvez seja mais fácil aprender de uma vez por todas quais os 7 melhores alimentos para sua dieta que quase não tem calorias

Como você pode ver, existe uma infinidade de dietas com regras e resultados diferentes. Abaixo, segue uma lista de cardápios que vão de 600 a 900 calorias diárias para você seguir de acordo com os seus objetivos dentro da dieta Ravenna.

O que é? 

A dieta Ravenna consiste na alimentação sem carboidratos simples. Ela estimula a adoção de um cardápio rico em alimentos saudáveis e com índice glicêmico baixo. Ela não exige que você se alimente a cada 3 horas e é constituída por 2 fases diferentes. Essa dieta é voltada para pessoas que desejam controlar a compulsão alimentar.

Como funciona? 

A metodologia da dieta Ravenna consiste na indicação de ingestão de uma porção de salada e uma porção de caldo antes de começar a comer os pratos principais equivalentes às refeições.

Como já dito, a dieta é dividida em 2 fases. No primeiro momento, você busca o emagrecimento. Após conquistar a forma que deseja, deve se dedicar para a manutenção do peso conquistado. Na primeira fase, é proibido o consumo de alimentos gordurosos, doces e frituras. As frutas, os chás, café e carnes devem ser consumidos com moderação.

Na segunda fase são incluídos os alimentos que eram proibidos na primeira fase. Devemos lembrar que a adição desses alimentos deve ser gradual, já que você deve se dedicar ao controle da ingestão.

Você pode consumir gelatina diet como sobremesa, ajudando a reduzir os desejos por doces sem a presença gorduras. O consumo de café também é permitido. Distribua pequenas dosagens da bebida durante o dia, pois ela pode contribuir com efeito termogênico, assim auxiliando na queima de calorias.

A dieta Ravenna se diferencia de outras dietas que possuem mais restrições de alimentos para consumo pois possui muitas opções, mas devemos reconhecer que o consumo diário de caldos e salada pode se tornar pouco motivador a longo prazo.

Afirma-se que a metodologia da dieta é voltada para o controle dos excessos, assim reduzindo a probabilidade de ganho de peso.

Cardápio da dieta Ravenna

Café da manhã:

  • Pequena porção de salada de frutas;
  • 1 pote de iogurte desnatado ou grego com 1 colher (de chá) de aveia.

Almoço:

  • 1 tigela pequena de sopa de legumes;
  • 1 colher (de sopa) de arroz integral;
  • 1 filé de carne magra (preferencialmente peito de frango);
  • Alface à vontade.

Lanche da tarde:

  • 2 fatias de pão de forma integral (tipo grãos);
  • 2 colheres (de sopa) de requeijão light.

Jantar:

  • 1 tigela pequena de sopa de legumes;
  • Pequena porção de salada de vegetais ricos em vitamina A;
  • Pequena porção de carne magra;
  • 1 taça de gelatina diet;
  • 1 xícara de chá.

Exercícios físicos

Dietas são fundamentais para a perda de peso, mas elas devem ser funcionais e principalmente, não podem ser radicais, pois isso reduz a probabilidade de ser mantida a longo prazo. Busque perder peso com hábitos saudáveis, incorpore-os a sua rotina e faça com que contribuam para uma queima calórica maior diariamente.

Os exercícios físicos podem garantir a queima de gorduras e principalmente oferecem benefícios ao funcionamento geral de seu organismo. A dieta Ravenna é indicada por nutricionistas, mas é recomendado que ela seja aliada à prática de exercícios físicos, assim garantindo a conquista de resultados eficazes e com maior probabilidade de serem mantidos, já que a segunda fase é destinada à manutenção do corpo conquistado.

Acompanhamento médico 

É importante que você busque uma avaliação sobre a adoção da dieta Ravenna. Todos nós possuímos características individuais, e a dieta pode não ser compatível com o funcionamento de seu organismo. As clínicas que indicam a adoção da dieta Ravenna oferecem acompanhamento personalizado, indicando procedimentos paralelos que podem contribuir para a conquista das mudanças corporais.

Profissionais de saúde afirmam inclusive que a dieta Ravenna é contraindicada para pessoas que desejam adotá-la sem o acompanhamento de um médico. O reconhecimento da necessidade dessa orientação é fundamental, pois reduz a possibilidade de deficiências nutricionais.

Dicas 

  1. Incorpore alimentos que contribuam para a termogênese em seu corpo, pois assim a queima de gorduras pode ser intensificada;
  2. Coma gelatina para reduzir o desejo por doces, não necessariamente nas refeições. A gelatina é pouco calórica e pode reduzir a ansiedade, reduzindo assim também as porções consumidas;
  3. Não adicione conservantes ou condimentos que elevem os níveis de Sódio e substâncias não tão benéficas ao organismo;
  4. Beba pelo menos 2,5 litros de água por dia. A bebida auxilia a eliminação de toxinas indesejáveis ao seu corpo, mantendo-o mais limpo e em equilíbrio;
  5. Atente para as porções de nutrientes, reconheça que seu corpo necessita de fonte de proteínas, sais minerais e também carboidratos; dessa forma, não elimine radicalmente o consumo de qualquer um deles, pois seu corpo reagirá negativamente, tornando-se deficiente;
  6. Os alimentos gordurosos, frituras e doces são proibidos na primeira fase, podendo ser incorporados de forma gradual à sua alimentação a partir da segunda fase; no entanto, é imprescindível que você reconheça que esses alimentos podem influenciar negativamente no equilíbrio de seu corpo;
  7. Controle o consumo de café no período noturno, pois a bebida pode interferir no seu momento de sono, que é fundamental para seu corpo se recuperar e regenerar para as atividades do dia seguinte;
  8. Caso sinta desconfortos e incômodos devido ao pouco consumo calórico, consuma alimentos que contribuam para que seu corpo se recupere mais rápido, como carboidratos simples. Vale ressaltar para você não exagerar nesses consumos emergenciais e deve comunicar essas reações ao médico que esteja acompanhando o processo.

Você conhece alguém que tenha adotado a dieta Ravenna? Tem vontade de experimentar como funciona essa dieta para a perda de peso? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (12 votos, média: 3,67 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário