Álcool baixa pressão ou aumenta?

Especialista da área:
atualizado em 04/11/2021

Há quem afirme que uma taça de vinho por dia faz bem para o coração. Mas o consumo excessivo de bebidas alcoólicas também é frequentemente associado a riscos para a saúde, incluindo hipertensão e doenças cardiovasculares.

  Continua Depois da Publicidade  

Confira então se o álcool baixa ou aumenta a pressão e qual é a recomendação dos órgãos de saúde sobre o consumo de bebidas alcoólicas.

O que é consumo moderado de álcool?

Taça e garrafa de vinho

Segundo especialistas, o consumo moderado de álcool consiste em uma dose de álcool por dia para as mulheres e duas doses para os homens. A saber, uma dose de álcool corresponde a 355 mL de cerveja, 148 mL de vinho ou 44 mL de uma bebida alcoólica destilada.

Mesmo o vinho, que tem antioxidantes benéficos para a saúde, quando ingerido em excesso pode fazer mal.

Assim, consumir mais do que as recomendações acima em um único evento pode causar alterações temporárias na pressão arterial. Já quem consome altos níveis de álcool constantemente pode experimentar elevações de longo prazo e desenvolver hipertensão crônica.

Ou seja, quanto mais você bebe, maior é o risco de você ter problemas como a pressão alta.

Além disso, o álcool contém calorias que podem colaborar para o ganho de peso, que é um fator de risco para a obesidade e a hipertensão.

  Continua Depois da Publicidade  

Dessa forma, o consumo de bebidas alcoólicas de forma exagerada pode tornar a pressão alta um problema crônico.

Por último, o álcool pode contribuir com o aumento de gordura na corrente sanguínea, o que, por sua vez, pode danificar ou obstruir as artérias, gerando a pressão elevada. Vale lembrar que a obstrução das artérias também aumenta o risco de coágulos sanguíneos e complicações como a trombose, o derrame e o ataque cardíaco.

Tudo isso mostra que o álcool, principalmente quando consumido em altas doses, pode aumentar a pressão arterial.

Não se sabe ao certo porquê o álcool aumenta a pressão, mas é possível que a bebida:

  • Danifique o revestimento interno dos vasos sanguíneos;
  • Aumente o risco de aterosclerose (endurecimento das paredes arteriais);
  • Afete o sistema nervoso central;
  • Interfira nos receptores de pressão arterial do corpo;
  • Atue sobre os hormônios que contraem e relaxam as artérias;
  • Leve ao ganho de peso, aumentando o risco de doenças crônicas.

Quais são os valores considerados normais para a pressão arterial

ClassificaçãoSistólica (mmHg)Diastólica (mmHg)
Pressão arterial normalAbaixo de 120Abaixo de 80
Pressão elevada120-129Abaixo de 80
Hipertensão estágio 1130-13980-89
Hipertensão estágio 2140 ou acima90 ou acima
Crise hipertensivaAcima de 180Acima de 120
Fonte: American Heart Association (AHA)

Como reduzir a pressão

A boa notícia é que com a redução do consumo de bebidas alcoólicas para níveis baixos ou moderados, uma pessoa que já tem hipertensão pode notar uma diminuição de 2 a 4 mmHg na pressão arterial sistólica e de 1 a 2 mmHg na pressão diastólica. Nesses casos, reduzir o consumo de álcool é fundamental para controlar a pressão, mas é importante fazer tal redução aos poucos.

De acordo com os especialistas no assunto, uma redução drástica na ingestão de álcool por quem tem o hábito de consumo regular, pode levar à abstinência e ao aumento repentino da pressão arterial sanguínea. Por isso, é recomendada a redução gradual ao longo de uma ou duas semanas até atingir níveis moderados, baixos ou nulos de álcool. 

  Continua Depois da Publicidade  

Para quem não tem problemas de pressão alta, o álcool pode ser consumido, desde que em quantidades baixas ou moderadas.

Em qualquer um dos casos, também é preciso prestar atenção a outros fatores de risco para a pressão que podem incluir o tabagismo, o estresse, a dieta rica em sódio e o sedentarismo. Por isso, além de atentar ao consumo de álcool, vale a pena seguir uma dieta equilibrada, ter um estilo de vida saudável e praticar exercícios físicos regularmente para tratar ou prevenir a hipertensão.

Fontes e referências adicionais

Você sabia que consumir bebidas alcoólicas em excesso aumenta a pressão? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Nenhum voto ainda)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é Nutricionista - CRN-RJ 0510146-5. Ela é uma das mais conceituadas profissionais do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition.

Deixe um comentário