Bicarbonato para herpes funciona?

Especialista da área:
atualizado em 29/11/2021

O uso de bicarbonato para herpes é uma prática comum entre as pessoas que apresentam sintomas da doença. Veja a seguir se ele realmente surte efeitos significativos sobre as feridas e se existe um limite de uso para que ele não acabe prejudicando a sua saúde.

Você irá descobrir isso agora e conferir dicas comprovadas de como tratar as erupções com remédios naturais, fáceis de encontrar.

  Continua Depois da Publicidade  

Herpes é uma doença contagiosa que se manifesta principalmente na região bucal e genital e alguns fatores podem contribuir para que se alastre. A doença é comum e pode ser causada pelo Vírus Varicela-Zóster (VVZ) ou, mais comumente, pelos herpesvírus tipo 1 e tipo 2. No entanto, há ainda outras variedades da doença que se manifestam em condições adversas.

O uso de bicarbonato para herpes é comumente associado ao tratamento herpético devido ao fator antisséptico que o ingrediente possui, assim como outros remédios naturais, que podem ser utilizados para melhorar os sintomas.

A herpes não tem cura e você precisará aprender a conviver com ela. Por isso, é importante que você saiba que sempre que a sua imunidade está baixa, ela pode voltar a atacar o seu corpo. Sendo assim, é de extrema importância que você saiba como aumentar a sua imunidade.

O contato de mucosas entre uma pessoa que não possui a doença e uma que manifesta seus sintomas poderá transmiti-la pela primeira vez.

Quando os sintomas se manifestam em um indivíduo, o tratamento deve ser iniciado mediante acompanhamento dermatológico, a fim de identificar o tipo de infecção e os tratamentos adequados.

  Continua Depois da Publicidade  

Bicarbornato para herpes funciona?

bicarbonato de sódio

O bicarbonato de sódio é uma substância que pode ser adaptada para diversas finalidades: limpeza doméstica, clareamento dentário, absorção de ácaros e mais uma infinidade de usos.

Comumente as pessoas utilizam o bicarbonato para herpes no intuito de tratar as feridas que ela provoca, sobretudo as que se manifestam nas regiões bucais.

Entretanto, o ingrediente pode ser utilizado para acalmar os sintomas e jamais deve ser administrado substituindo o tratamento adequado acompanhado por um dermatologista.

Como usar

Para utilizar o bicarbonato para herpes, basta pegar um pedaço de algodão embebido em água filtrada, aplicar sobre ele o ingrediente e tencionar diretamente na ferida.

O mesmo algodão não deve ser reutilizado em outras feridas para não contaminá-las. Se houver mais de um foco infeccioso, então é necessário que um outro algodão seja preparado para administrar o bicarbonato sobre o herpes.

Nos casos mais agudos de feridas genitais, é possível adicionar meia xícara de bicarbonato de sódio à água para os banhos em banheira e, em seguida, imergir as feridas na solução. Isso pode ser feito até duas vezes ao dia para melhorar os sintomas. 

  Continua Depois da Publicidade  

Outros remédios naturais para herpes

Além do bicarbonato de sódio, há outros ingredientes naturais que podem ser administrados para diminuir os sintomas nos pacientes que sofrem com essa doença.

Há evidências de que certas modificações na dieta e substâncias naturais podem ser úteis no tratamento de lesões.

Babosa

Também conhecida como aloe vera, a babosa é uma planta multifuncional repleta de propriedades benéficas para a pele e cabelo, além de ser uma boa opção para tratar queimaduras.

Ao ser cortada, a planta libera uma espécie de gel que pode ser aplicada diretamente na ferida de herpes, inibindo a dor e fazendo com que ela se acalme.

Pesquisas clínicas mostram que o gel liberado pela babosa também é efetivo em tratamentos de outras doenças dermatológicas, como psoríase.

pedaços de aloe vera babosa

Erva-cidreira

A erva-cidreira é uma planta cujo nome científico é Melissa officinalis. Este é considerado um dos remédios naturais mais potentes no tratamento herpético, pois tem ação antiviral contra os vírus herpes simplex do tipo 1 e 2.

  Continua Depois da Publicidade  

Dessa maneira, a infusão da planta ajuda a acalmar sintomas de coceira, dor, vermelhidão e ardor das feridas bucais e genitais. Outra função do tratamento com o chá de erva-cidreira é ajudar na cicatrização das feridas.

Como usar

Além do chá, é possível fazer um bálsamo labial que pode ser utilizado assim que os sintomas começarem a se manifestar na região bucal. Para fazê-lo, você irá precisar de:

  • 20 g de folhas de erva-cidreira desidratadas;
  • 50 ml de óleo de coco;
  • 3 colheres de sopa de cera de abelha;
  • 1 colher de sopa de manteiga de cacau.

Para o preparo, basta triturar as folhas secas da erva-cidreira e inserir em um recipiente, adicionar o óleo de coco, a cera e a manteiga de cacau. Em seguida, mexa com uma colher e tampe o recipiente. Deixe descansar por cerca de 10 dias. Quanto mais tempo o bálsamo tiver para descansar, mais denso ele fica.

Quando estiver pronto, basta aplicá-lo diretamente nas feridas labiais.

Compressas

Bolsas com compressas quentes e frias são tratamentos alternativos para melhorar os sintomas das feridas ocasionadas pelo herpes.

As compressas quentes ajudam a diminuir dor e inchaço e podem ser aplicadas diretamente nas feridas.

Como usar

Caso você não possua bolsa de água, uma compressa seca pode ser feita enchendo uma meia até a metade com arroz e esquentando por cerca de 1 minuto no micro-ondas. Após este processo, basta pressioná-la diretamente na ferida.

Compressas frias também reduzem o inchaço e podem ser feitas com gelo enrolado em fraldas, panos de prato ou tecidos finos e delicados sobre o herpes.

compressa de água

Flor de Cone (Equinacea)

A flor do cone é o nome popular da Equinacea, uma planta que combate a ação bacteriana no organismo. Isso ocorre, pois, a planta libera a enzima hialuronidase. Essa enzima, por sua vez, auxilia no tratamento de feridas de modo geral, ajudando a cicatrizá-las.

Em lojas de produtos naturais é possível encontrar a planta desidratada pronta para infusão, em saquinhos.

O consumo dessa planta deve ser feito via oral. Após o preparo do chá, basta consumi-lo entre as refeições para que as propriedades façam efeito no organismo.

Azeite de oliva

O azeite de oliva é um ingrediente comumente encontrado nas cozinhas. Ele é considerado um remédio natural para tratar os sintomas do herpes pois alivia coceiras e dores que podem acompanhar as feridas.

Como usar

Para utilizar este ingrediente e seu efeito calmante, basta esquentar uma xícara de azeite de oliva com duas colheres de cera de abelha e 10 gotas de óleo de lavanda.

Após misturar os ingredientes basta retirar do fogo, esperar esfriar e embeber uma bola de algodão com a mistura. O algodão deve ser aplicado diretamente sobre a ferida que está manifestando o sintoma.

Amido de milho

O amido de milho também é um ingrediente que integra a maioria das despensas.

Como usar

O uso do ingrediente é bastante simples. Basta aplicar diretamente sobre as feridas com o auxílio de algodão úmido. O uso do alimento pode ser feito constantemente, com intervalo de poucas horas.

O amido é um ingrediente que ajuda na cicatrização e na irritação que as feridas podem ocasionar.

amido de milho

Alho

O famigerado alho, além de ser um dos temperos mais utilizados na culinária brasileira, possui propriedades antivirais que podem auxiliar no tratamento herpético.

Como usar

Para utilizá-lo, basta esmagar um dente de alho fresco e misturar com um pouco de azeite, apenas o suficiente para diluir. Com a ajuda de um algodão úmido você pode aplicar a mistura diretamente na ferida até três vezes ao dia.

Dieta adequada para pessoas com herpes

Além dos tratamentos dermatológicos e do uso de remédios naturais para diminuir os sintomas, é importante considerar que algumas alterações alimentares são importantes para potencializar o efeito dos tratamentos.

Alguns alimentos devem ser consumidos para que o organismo trabalhe respondendo ao tratamento da melhor maneira possível, tais como:

Alimentos antioxidantes

Os vegetais ricos em propriedades antioxidantes devem ser consumidos frequentemente para diminuir a ação dos radicais livres. Dessa maneira, a inflamação é tratada mais efetivamente, além de promover o fortalecimento do sistema imunológico.

Couve, couve-flor, espinafre e tomate são alimentos que contam com a ação antioxidante e com lisina, uma proporção de aminoácidos que auxiliam no combate ao herpes.

Alimentos com vitamina C

Estudos apontam que o consumo de alimentos ricos em vitamina C pode acelerar a cura de surtos de herpes. Além disso, também pode ajudar a prolongar o tempo entre as crises de aparecimento das feridas.

Frutas e vegetais coloridos, tais como morangos, pimentões, goiaba, mamão e brócolis são alimentos que podem ser consumidos para tornar o organismo mais suscetível ao tratamento.

alimentos ricos em vitamina C

Proteínas

Consumir regularmente proteína é essencial para combater o vírus do herpes. Uma dieta rica em proteínas e com pouca gordura saturada é ideal para combater a doença.

Amêndoas, aveia, ovos e carnes são alimentos que devem ser incorporados na dieta das pessoas que sofrem com as feridas.

Alimentos a serem evitados

Frutas cítricas e sucos de frutas cítricas não são recomendados nos períodos em que as feridas se manifestam. Cerveja, refrigerante e alimentos processados tendem a ser mais ácidos.

A acidez não é uma combinação favorável com o herpes, já que, em contato as feridas que estão em processo de cicatrização, elas podem ser abertas, retardando o tratamento.

Refrigerante

Dessa forma, alimentos ricos em açúcar não são boas opções para pessoas que estão tratando feridas. Isso porque o organismo converte o açúcar em acidez, sendo prejudicial. Recomenda-se que as opções de doces industrializados sejam substituídas por frutas não cítricas, como banana, manga e goiaba.

Alimentos com arginina também devem ser evitados, sobretudo o chocolate. Alguns estudos apontam que esses alimentos desencadeiam sintomas de herpes.

Todas essas combinações, no entanto, não suprem a necessidade de consultar um dermatologista que possa identificar a variedade das feridas manifestadas e saber a qual classe pertencem para que você possa iniciar o tratamento adequado sob recomendação médica.

Fontes e referências adicionais
  • Comparative Study of Mechanisms of Herpes Simplex Virus Inactivation by Sodium Lauryl Sulfate and n-Lauroylsarcosine, Antimicrob Agents Chemother. 2002 Sep; 46(9): 2933–2942.
  • Natural remedies for Herpes simplex, Altern Med Rev. 2006 Jun;11(2):93-101.

Você tinha ouvido falar que o uso de bicarbonato para herpes funciona? Já teve a oportunidade de experimentar? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (24 votos, média 4,29)
Loading...
Sobre Dr. Alexandre Seraphim

Dr. Alexandre Seraphim é Nutrologista - CRM 52.978779. Formou-se médico pela Universidade do Grande Rio e é pós-graduado em Nutrologia pela Associação Brasileira de Nutrologia. Possui diversos cursos na área de emagrecimento, hipertrofia e medicina ortomolecular que o qualificam ainda mais como um grande especialista da área. Atualmente, exerce sua especialidade em uma clínica localizada na Barra da Tijuca e também em Bangu, ambas no Rio de Janeiro. Para mais informações, entre em contato com ele em sua conta oficial no Instagram (@dr.alexandre.seraphim).

Deixe um comentário