Rachadura nos Pés – Causas, Remédios e Tipos de Tratamento Caseiro

Especialista:
atualizado em 24/11/2019

A rachadura nos pés é muito desagradável esteticamente e também pode causar dor. As causas podem ser muitas, mas existem remédios e opções de tratamento caseiro para acabar com esse tipo de rachadura.

Muitas vezes, a pele seca é a responsável por calos e rachaduras nos pés. Não deixe de conferir se passar um bom creme hidratante para a pele ressecada pode resolver o problema.

Há muitas soluções caseiras que ajudam a deixar a pele bem hidratada e bonita. Um exemplo bem comum é o óleo de coco para a pele. Conheça a seguir mais detalhes sobre esse e outros tipos de tratamentos caseiros para tratar a rachadura nos pés e sobre tudo o que pode ser feito para te ajudar a ter pés lisinhos e saudáveis.

Rachadura nos pés

O calcanhar do pé é uma parte do corpo bem difícil de manter hidratada. O ressecamento nessa região causa desconforto e até dor.

As rachaduras nos pés não são problemas graves, mas a condição pode se tornar um grande problema se a rachadura for profunda e o local for infectado.

Em outros casos, sintomas adicionais como vermelhidão, dor intensa, inchaço e sangramento podem ser observados. Mesmo que você não ligue para a beleza dos seus pés, esses sinais indicam que é hora de consultar um médico.

Causas

A falta de hidratação não é a única responsável pelas rachaduras nos pés. Existem outras causas que podem contribuir para o problema:

– Estresse físico

Uma publicação de 2015 do periódico científico Dovepress mostrou que mudanças de calor e de umidade contribuem para a perda de água da pele. Isso faz com que a camada superior da pele fique mais espessa e propensa a rachaduras.

Um exemplo clássico de estresse físico é usar um sapato apertado, ou apenas fechado, que aumenta muito a temperatura do pé.

– Produtos para limpar a pele

Alguns sabonetes e produtos feitos para remover as impurezas da pele podem retirar os óleos presentes naturalmente na pele, contribuindo para o ressecamento.

Outros produtos para limpeza de pele podem deixar resíduos potencialmente irritantes que também deixam a pele mais seca.

– Envelhecimento

Um estudo de 2014 publicado no Journal of Dermatology mostrou que o processo natural de envelhecimento deixa a camada mais externa da pele – chamada de estrato córneo – mais espessa.

As alterações hormonais e metabólicas que ocorrem ao longo dos anos reduzem a taxa de renovação das células epiteliais. Além disso, a camada protetora de gordura da sola do pé fica mais fina, o que diminui o amortecimento no calcanhar e o torna mais sensível ao ressecamento e as rachaduras.

– Condições de saúde

Problemas de saúde podem contribuir para a pele seca. Algumas condições incluindo a desnutrição, a diabetes e o hipotireoidismo são algumas das causas mais comuns.

A deficiência em vitamina A ou em ácidos graxos essenciais – como o ácido alfa-linolênico e o ácido gama-linolênico – pode prejudicar a hidratação da pele. Esse tipo de deficiência pode ser causada por outras condições que ocasionam má absorção digestiva como a doença celíaca ou a doença de Crohn.

– Clima seco ou frio

Segundo dados publicados no periódico Medical Science Monitor em 2012, a pele fica ainda mais seca nos meses de inverno em que o tempo está com baixa umidade.

Pessoas que tem sensibilidade na pele podem sofrer ainda mais nesse tipo de clima.

Fatores de risco

Além das causas descritas acima, alguns fatores de risco podem contribuir com o surgimento de rachaduras nos pés:

  • Obesidade;
  • Uso de sapatos abertos;
  • Atrito na parte de trás dos sapatos;
  • Modo de andar;
  • Uso de sapatos mal ajustados;
  • Permanecer em pé por muito tempo, especialmente em pisos duros;
  • Pé achatado;
  • Infecções fúngicas;
  • Dermatose plantar juvenil;
  • Esporas de calcanhar;
  • Pé-de-atleta;
  • Síndrome de Sjögren;
  • Eczema;
  • Psoríase.

Remédios

– Antibiótico

Se uma infecção bacteriana for identificada, o médico deverá prescrever antibióticos de uso tópico para os pés.

– Agentes amaciadores ou removedores

Quando os cremes hidratantes ou esfoliantes não ajudam a tratar a pele ressecada, um médico pode prescrever agentes amaciadores ou removedores mais fortes para os pés.

– Cola médica

Uma cola médica pode ser usada em casos de rachaduras graves para selar as feridas.

Outras recomendações médicas

Além da prescrição de remédios, um dermatologista pode indicar procedimentos extras para tratar a rachadura nos pés que podem incluir:

  • Remoção da pele morta;
  • Aplicação de curativos ou ataduras, principalmente no calcanhar;
  • Uso de sapatilhas ou protetores de calcanhares dentro dos sapatos;
  • Fisioterapia ou instruções para corrigir o modo de andar.

Tratamento caseiro

Há diversos tipos de tratamento caseiro para rachadura nos pés. A maior parte dos tratamentos envolve o uso de hidratantes, mas alguns envolvem a esfoliação ou a aplicação de remédios caseiros especiais para caprichar na hidratação dos pés.

Em casos de rachaduras leves, hidratar a pele de 2 a 3 vezes por dia é suficiente para resolver o problema. Mas há casos que precisam de um tratamento um pouco mais cuidadoso.

Veja a seguir um passo a passo para recuperar a maciez e hidratação dos seus pés e conheça mais algumas dicas de tratamento caseiro para hidratar os pés.

Tratamento intensivo para pés ressecados

Passo 1: hidratante emoliente ou umectante

Os hidratantes emolientes penetram fundo na pele e diminuem a perda de água. Isso acontece porque eles preenchem lacunas na pele que a deixam mais macia, flexível e hidratada.

Os umectantes penetram na camada mais externa da pele. Eles atuam atraindo as partículas de água do ar para manter a umidade da pele.

Porém, um umectante não é uma boa escolha durante climas secos porque se não houver umidade do ar, o creme acaba retirando a umidade das camadas mais profundas da pele, causando desidratação novamente.

Passo 2: hidratante oclusivo

Depois de usar um creme umectante ou um emoliente, você pode aplicar uma camada bem espessa de hidratante oclusivo por cima dos cremes, antes de dormir, para selar a umidade e manter a pele hidratada durante a noite inteira.

Esse tipo de creme reveste a pele com uma película protetora que evita que a pele perca umidade da camada mais externa da pele.

Alguns exemplos de hidratantes do tipo oclusivos são:

  • A vaselina;
  • A lanolina;
  • Os silicones como a dimeticona;
  • O óleo mineral.

Segundo um estudo de 2016 publicado no Indian Journal of Dermatology, a vaselina é o hidrante oclusiva mais eficaz já que ele é capaz de reduzir a perda de água da camada externa da pele em mais de 98%.

Passo 3: uso de meias de algodão

Depois de usar um hidratante oclusivo, você pode colocar meias de algodão 100% para potencializar ainda mais o efeito hidratante. As meias de algodão ajudam a:

  • Manter a umidade do pé;
  • Deixar a pele do pé respirar;
  • Evitar manchas nas roupas de cama por causa do creme.

Se você seguir essa rotina de hidratação apenas até o passo 3, você já vai notar a diferença e a pele dos calcanhares vai começar a amolecer depois de alguns dias.

Passo 4: aplicação de um queratolítico na pele

O uso de um queratolítico na pele é útil quando a pele do pé é extremamente espessa.

Os queratolíticos são agentes que ajudam a afinar a pele, causando a descamação da camada externa da pele. Isso ajuda na remoção de células mortas e contribui diretamente para a retenção de mais umidade.

Cremes queratolíticos geralmente contém ingredientes como:

  • Ácido salicílico;
  • Alfa-hidroxiácidos como o ácido glicólico ou o ácido lático;
  • Ureia.

Existem cremes que contêm uma combinação de queratolíticos com umectantes que podem ser bastante uteis para remover as rachaduras e hidratar a pele ao mesmo tempo.

Passo 5: esfoliação com uma pedra-pomes

Esfregar uma pedra-pomes no calcanhar depois da hidratação ajuda a diminuir os calos e as rachaduras na pele. A esfoliação deve ser feita suavemente e sempre com a pele previamente hidratada para evitar danos extras.

Se você sofre de diabetes ou de neuropatia, não é indicado usar pedra-pomes nos pés sem antes consultar um dermatologista ou um podólogo.

Passo 6: curativo líquido

Há vários tipos de curativo líquido em forma de ataduras, géis ou sprays que podem proteger a pele rachada do ambiente externo.

Usar um curativo fornece uma camada extra de proteção e é muito útil para diminuir a dor e evitar que sujeira ou germes do ambiente entrem em contato com as rachaduras nos pés mais profundas.

Proteger o pé dessa forma também acelera a cicatrização. Aproveite para saber mais sobre as pomadas cicatrizantes mais conhecidas.

Mais dicas de tratamento caseiro

– Esfoliação

Se você precisar de uma esfoliação mais intensa, mergulhe os pés em um balde com água morna e sabão por cerca de 20 minutos.

Use uma bucha ou uma pedra-pomes para remover a camada mais grossa e dura da pele. Em seguida, seque bem os pés e aplique logo em seguida um hidratante e um pouco de vaselina para reter a umidade.

– Mel

Segundo uma publicação de 2012 do Journal of Research in Ayurveda, o mel tem propriedades antimicrobianas e bactericidas que ajudam a proteger a pele de infecções além de ser um remédio natural para pés rachados.

De acordo com o estudo, os benefícios do mel para a pele incluem: ajudar a curar, limpar as feridas e a hidratar a pele. Além disso, ele também pode ser usado como esfoliante para os pés depois da imersão da pele em água morna.

– Óleo de coco

O óleo de coco é conhecido por suas propriedades hidratantes. Ele é muito recomendado para pessoas que têm pele seca, psoríase ou eczema.

Ele ajuda a reter a umidade da pele e protegê-la contra germes e inflamações devido ao seu efeito anti-inflamatório e antimicrobiano.

– Enxaguante bucal

Algumas pessoas usam enxaguante bucal diluído em água morna para lavar os pés. Ele funciona porque muitos dos ingredientes presentes em um antisséptico bucal são capazes de eliminar germes e hidratar a pele.

Para obter melhores resultados, depois da imersão, faça uma esfoliação suave e aplique um creme hidratante em seguida.

Como se prevenir

Evitar banhos muito quentes

Se sua pele é muito seca, você deve evitar banhos muito quentes, pois eles podem ressecar ainda mais a pele. Algumas dicas práticas incluem:

  • Usar água morna ao invés da água quente;
  • Limitar o tempo de banho para 5 ou 10 minutos para minimizar a perda de umidade da pele;
  • Usar produtos suaves e sem perfume para hidratar a pele;
  • Secar a pele com suavidade, sem esfregar;
  • Aplicar um hidratante logo depois de se secar.

Aplicar hidratante nos calcanhares depois de lavar

Sempre depois de um banho ou depois de lavar os pés, é indicado hidratar os calcanhares imediatamente depois para reter a umidade.

A American Academy of Dermatology orienta o uso de uma pomada ou creme contendo óleo ou manteiga de karité sobre a pele seca. Produtos hipoalergênicos em geral são bons ingredientes que não irritam a pele seca.

Outros ingredientes que são recomendados nesses casos incluem:

  • Óleo mineral;
  • Lanolina;
  • Ureia;
  • Ácido hialurônico;
  • Dimeticona;
  • Glicerina;
  • Petrolato;
  • Ácido lático.

Evitar o uso de sabonetes duros ou produtos perfumados

Usar sabonetes muito ásperos podem ressecar ainda mais a pele. É importante manter a pele do pé limpa, mas se você tem a pele ressecada prefira usar um produto mais suave que ajude a preservar a umidade da pele.

Existem alguns produtos emolientes, por exemplo, que podem ser utilizados no lugar do sabão para limpar e hidratar a pele ao mesmo tempo.

É bom evitar os produtos que contém fragrâncias fortes ou compostos como álcool, retinoides ou alfa hidroácidos que podem ser muito agressivos para os óleos naturais da pele.

Uso de sapatos fechados

Enquanto seus pés estão se recuperando das rachaduras, o ideal é protegê-los do ambiente externo e usar sapatos fechados para ajudar na cicatrização e evitar novas rachadura nos pés.

Se possível, use meias de algodão para reduzir o atrito e evitar a retenção de umidade na pele. Sapatos com solas antiderrapantes também podem diminuir o atrito e proteger os pés.

Cuidados com a alimentação

A saúde da nossa pele está diretamente relacionada com aquilo que comemos. A pele precisa de nutrientes e também precisa que você beba uma boa quantidade de água diariamente.

Não basta usar os melhores cremes para os pés se você não tem uma dieta saudável para a sua pele e para a sua saúde geral.

Idas regulares ao dermatologista ou podólogo

Não é difícil tratar a rachadura nos pés, mas se as dicas de tratamento intensivo para rachaduras não forem suficientes para melhorar as rachaduras após uma semana, é sinal de que seus pés estão gravemente rachados e que você precisa procurar um dermatologista ou um podólogo.

Além disso, se você estiver sentindo muita dor, ou se houver sangramento e sinais de infecção no local, é indispensável procurar ajuda especializada.

Dependendo do grau de ressecamento dos seus pés, a rachadura nos pés podem levar vários dias ou até semanas para melhorar. Mas é esperado notar ao menos uma melhora significativa após uma semana de hidratação intensiva.

Mesmo que seus pés não estejam ressecados, é importante visitar um dermatologista ao menos uma vez por ano para checar a saúde da sua pele. Nessa consulta de rotina, você pode pedir para ele olhar seus pés e indicar os cuidados e produtos para hidratação extra, se for necessário.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já teve rachadura nos pés? Conhece alguém que já tenha passado por isso? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (3 votos, média: 4,67 de 5)
Loading...
Sobre Felipe Santos e Dra. Patrícia Leite

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Depois disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas, e só então ele é publicado no site. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário