Catarro no ouvido: causas, sintomas e tratamento

Especialista da área:
atualizado em 26/10/2021

O catarro é o acúmulo de muco nas vias aéreas superiores, que incluem o nariz, os seios da face e a garganta. Em gripes e resfriados, essas regiões ficam congestionadas e sentimos que o nariz está entupido.  

  Continua Depois da Publicidade  

Mas, o ouvido também tem catarro? Sim. Os ouvidos, o nariz e a garganta são conectados. A pressão que fazemos ao assoar o nariz com muita força pode deslocar o catarro para o ouvido, onde fica acumulado. Quando isso acontece, temos a sensação de estar com o ouvido tampado e de ouvir nossa voz dentro da cabeça

A inflamação causada pelo catarro que fica acumulado nos ouvidos recebe o nome de otite média secretora, que significa uma inflamação no ouvido médio, logo atrás do tímpano.  

O catarro no ouvido é mais comum em crianças pequenas, de até 2 anos de idade, pois acabam ficando gripadas com mais facilidade, por não terem o sistema imunológico completamente desenvolvido.

Elas ficam bastante irritadas e agitadas e podem ter mais dificuldade para desenvolverem a fala, já que não conseguem ouvir direito. Podem até mesmo sofrer perda auditiva, se não forem tratadas. 

Veja quais são as causas do catarro no ouvido, os sintomas e o tratamento.

Causas do catarro no ouvido

mulher com dor de ouvido

O ouvido médio e o nariz estão conectados por um canal chamado tuba auditiva ou trompa de Eustáquio. Uma inflamação pode causar o mau funcionamento desse canal, provocando o acúmulo de catarro, que não é devidamente drenado para o nariz. O catarro pode ter consistência mais líquida ou espessa, como uma cola.

  Continua Depois da Publicidade  

Durante o inverno, é mais fácil termos contato com alguns vírus causadores de gripe, devido à má circulação de ar em ambientes fechados.  

O sistema imunológico reage às infecções virais, enviando células de defesa para as regiões de revestimento do nariz e garganta. Esse exército de células causa o inchaço (inflamação) e a produção de muco, mais conhecido como catarro. A inflamação atinge os ouvidos pela tuba auditiva, causando os sintomas.  

 As causas mais comuns são: 

  • Resfriados frequentes;
  • Infecções virais ou bacterianas nas vias aéreas;
  • Rinite alérgica ou não alérgica;
  • Sinusite;
  • Malformações craniofaciais, como a fenda palatina;
  • Poluição;
  • Pólipos nasais.

Para evitar esse problema, existem algumas medidas que vão agir diretamente nessas causas, o que pode te livrar dos incômodos causados pelo excesso de catarro no ouvido.  

O cuidado com a imunidade vai te deixar longe das doenças típicas de tempos de mudança de temperatura e umidade, como as gripes e resfriados. Hábitos saudáveis incluem nutrir bem o seu corpo com alimentos ricos em nutrientes e vitaminas, que vão fortalecer o seu sistema imunológico

Beber água pode ajudar a deixar o catarro menos espesso, o que diminui o desconforto nos ouvidos. Quanto mais líquida é a consistência do catarro, mais fácil fica a sua eliminação. O catarro espesso forma um tipo de cola dentro do ouvido, o que causa um enorme incômodo. 

  Continua Depois da Publicidade  

Evite mudanças bruscas de temperatura, pois isso agrava as doenças respiratórias, como a rinite alérgica. 

Evite também assoar o nariz com muita força, porque a pressão realizada na tentativa de eliminar a sensação de nariz entupido pode empurrar o muco para outras regiões do corpo, como os ouvidos e garganta. Alguns vasos sanguíneos podem até romper, causando sangramentos. 

Sintomas do catarro no ouvido

mulher com dificuldade de ouvir audição
A redução da audição é um dos sintomas do catarro no ouvido

O acúmulo de catarro no ouvido causa alguns sintomas passageiros, que são resolvidos de maneira natural. Mas, o excesso e a persistência de catarro no ouvido também podem causar sintomas mais graves, se não tratados por um especialista. 

Neste caso, o ideal é que o tratamento seja feito no início dos sintomas, pois assim são mais efetivos. Conforme os sintomas persistem ou ficam mais graves, os tratamentos vão ficando menos eficientes, até que seja necessária uma intervenção cirúrgica.  

Por isso, é importante ficar atento aos sintomas: 

  • Sensação de ouvido entupido: bem parecido com o que acontece ao descer uma serra de carro ou viajar de avião
  • Redução da audição: o acúmulo de catarro prejudica o bom funcionamento do ouvido, atrapalhando a audição
  • Autofonia: sensação de estar falando dentro da própria cabeça
  • Zumbido no ouvido
  • Dor: não é um sintoma muito comum, mas algumas pessoas podem sentir dor de ouvido
  • Surdez: pode ocorrer, se a infecção no ouvido afetar o nervo que envia os estímulos de sons para o cérebro

O otorrinolaringologista faz o diagnóstico através da otoscopia, com a qual ele observa se o tímpano está avermelhado, indicando acúmulo de catarro. O especialista também pode avaliar como está a vibração do tímpano e se há algum grau de perda auditiva. 

  Continua Depois da Publicidade  

Tratamento para o catarro no ouvido

Os tratamentos vão variar de acordo com a gravidade dos sintomas. 

O otorrinolaringologista pode indicar uma lavagem de ouvido, que serve para remover o excesso de cera e de muco acumulado no canal auditivo. Esse procedimento pode ser feito no consultório médico, mas também há a alternativa caseira. Veja como fazer a lavagem de ouvido e os cuidados que você deve tomar.  

Quando o ouvido está muito inflamado, o médico pode receitar anti-inflamatórios, que ajudam na diminuição do inchaço e no alívio dos sintomas. 

Em casos mais graves, quando há uma infecção bacteriana acompanhada de febre, pode ser indicado o uso de antibióticos

Se após o uso dos medicamentos os sintomas persistirem, o médico passa a considerar o tratamento cirúrgico. Neste caso, um dreno é colocado no canal auditivo, para tirar o catarro acumulado. Esse procedimento resulta na melhora da audição e previne outras infecções, pois limpa profundamente o canal. 

Fontes e referências adicionais

Você já conhecia todas as causas do catarro no ouvido? Sofre com algum desses sintomas? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média 5,00)
Loading...
Sobre Dr. Lucio Pacheco

Dr. Lucio Pacheco é Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral - CRM 597798 RJ/ CBCD. Formou-se em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 1994. Em 1996 fez um curso de aperfeiçoamento no Hospital Paul Brousse, da Universidade de Paris-Sud, um dos mais especializados na área de transplantes na Europa. Concluiu o mestrado em Medicina (Cirurgia Geral) em 2000 e o Doutorado em Medicina (Clinica Médica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro em 2010. Dr. Lucio Pacheco é um profundo estudioso na área de doença hepática e escreveu dezenas de livros e artigos sobre transplante de fígado. Atualmente é médico-cirurgião, chefe da equipe de transplante hepático do Hospital Copa Star, Hospital Quinta D´Or e do Hospital Copa D´Or. Além disso é diretor médico do Instituto de Transplantes. Suas áreas de atuação principais são: cirurgia geral, oncologia cirúrgica, hepatologia, e transplante de fígado. Dr. Lucio é uma referência profissional em sua área e autor de artigos científicos e diversos. Para mais informações, entre em contato com ele.

Deixe um comentário