Células de gordura marrom podem auxiliar combate a diabetes e obesidade

Especialista:
atualizado em 05/11/2020

Os casos cada vez mais comuns de obesidade e diabetes tipo 2 preocupam os especialistas. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a estimativa é de que 2,3 bilhões de adultos ao redor do mundo estejam acima do peso em 2025.

Da mesma forma, a diabetes tipo 2 cresce a cada dia e cerca de 463 milhões de adultos convivem com a doença.

Recentemente, uma pesquisa realizada pelo Joslin Diabetes Center, nos Estados Unidos, apontou que um transplante de células de gordura marrom pode ajudar a combater estas doenças e amenizar os sintomas.

Entenda os resultados desta pesquisa e como eles podem influenciar no tratamento da diabetes tipo 2 e combater a obesidade.

Pesquisa mostrou resultados promissores

Um dos grandes fatores que levam à obesidade e, consequentemente, à diabetes tipo 2, é a formação de células de gordura brancas. Isso porque elas atuam de maneira diferente das células de gordura marrom. Estas células quebram e processam mais facilmente os nutrientes.

Pensando nisso, a Joslin Diabetes Center, um dos centros de referência sobre diabetes no mundo, realizou um estudo com células marrons transplantadas para verificar o impacto no tratamento destas condições.

Os cientistas encontraram evidências de que as células marrons podem ajudar o corpo a queimar calorias mais rapidamente.

Os resultados do estudo foram publicados na revista Science Translational Medicine.

Além disso, a pesquisa constatou que células de gordura marrom transplantadas em ratos ajudaram a prevenir a obesidade. Da mesma forma, estas células podem auxiliar evitando outros problemas metabólicos.

Alterações nas células podem auxiliar no tratamento de obesidade e diabetes tipo 2

Durante a pesquisa, os cientistas alteraram as células de gordura branca. Com esta alteração, estas células produziam então uma proteína parecida com as de células de gordura marrom.

Esta proteína é conhecida como termogenina, reconhecida por sua facilidade em queimar a gordura das células.

Para realizar a alteração das células, os pesquisadores usaram uma técnica conhecida como  CRISPR, que consiste em editar os genes destas células.

As novas células de gordura marrom humana, produzidas em laboratório, são conhecidas pelo codinome HUMBLE. A fim de estudar os efeitos destas células HUMBLE, os pesquisadores utilizaram ratos de laboratórios.

Células Humble apresentam melhores resultados

Para os cientistas, os resultados foram positivos. Primeiramente, eles demonstraram que aqueles que receberam as células HUMBLE ganharam menos gordura que os outros grupos.

Além disso, as células deste grupo também responderam melhor à insulina. De acordo com os pesquisadores, tudo isso significa uma melhora no metabolismo dos ratos.

Pesquisa pode impactar futuros tratamentos

Obesidade

Os responsáveis pelo estudo estão esperançosos graças a essa resposta positiva. Eles acreditam que, se encontrarmos uma maneira segura de tornar as células brancas de gordura mais marrons, isso deve ajudar a tratar ou prevenir a obesidade.

Os pesquisadores também estão confiantes em relação ao tratamento da diabetes tipo 2. De acordo com eles, estas células produzidas em laboratório comprovaram seu valor no controle da insulina.

Pesquisadores ressaltam, no entanto, que testes e resultados em humanos podem demorar. No entanto, existem alguns dados promissores da técnica CRISPR em outras áreas.

A obesidade e a diabetes tipo 2 são condições cada vez mais comuns. Você possui uma delas? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...
Sobre Equipe Editorial MundoBoaForma

Quando se trata de saúde, é muito importante poder contar com uma fonte confiável de informações. Afinal de contas sabemos que o sua qualidade de vida e bem-estar devem estar em primeiro lugar para você. Por isso contamos com uma equipe profissional diversificada, com redatores e editores que desenvolvem um conteúdo de qualidade, adaptando-o a uma linguagem de fácil compreensão para o público em geral, tendo por base as mais confiáveis fontes de informação. Além disso todo artigo é revisado por profissional especialista da área, para garantir que as informações são verídicas. Tudo isso para que você tenha confiança no MundoBoaForma e faça daqui sua fonte preferencial de consulta para assuntos relacionados a saúde, boa forma e qualidade de vida. Conheça mais sobre os profissionais que contribuem para a qualidade editorial do portal.

Deixe um comentário