Cetirizina Engorda? Para Que Serve, Posologia e Efeitos Colaterais

A Cetirizina em forma de comprimidos revestidos, também chamada de Dicloridrato de Cetirizina, é um medicamento de uso oral, adulto e pediátrico a partir dos 12 anos de idade.

O remédio é encontrado em embalagens contendo 12 comprimidos revestidos de 10 mg, conforme informações de sua bula disponibilizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Para que serve Cetirizina?

Ainda de acordo com informações de sua bula, o Dicloridrato de Cetirizina é indicado para amenizar os sintomas nasais e oculares da rinite alérgica sazonal (temporária) e perene (duradouro) e para o alívio dos sintomas da urticária – reação alérgica caracterizada por lesões vermelhas e inchadas que aparecem na pele, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

Sua comercialização é permitida somente mediamente apresentação da receita médica.

Cetirizina engorda?

Para quem se preocupa em emagrecer ou manter a forma física sem ganhar quilos a mais e recebeu a prescrição do medicamento, é importante saber que a Cetirizina engorda em alguns casos, embora seja bem raro.

A própria bula do Dicloridrato de Cetirizina apresenta o aumento de peso como uma das possíveis reações adversas do remédio. Entretanto, como esse efeito colateral aparece classificado na categoria das reações raras (≥1/10.000 e <1/1.000 usuários), não podemos bater o martelo e determinar que Cetirizina engorda em muitos casos. Esse parece ser um efeito colateral improvável para a grande maioria das pessoas, porém possível.

Outra reação adversa associada à elevação do peso que é apresentada pela bula do medicamento é o aumento do apetite. No entanto, a frequência pela qual esse efeito pode ser observado não é conhecida.

Ou seja, ao tomar o remédio, existem algumas chances de que o paciente experimente o aumento do peso, mas, não é possível determinar que a Ceritizina engorda para todos os usuários.

Para se proteger disso, você pode tentar cuidar melhor de sua dieta, alimentando-se de maneira saudável, controlada, equilibrada e nutritiva, sem cometer excessos, e fazer exercícios físicos com regularidade, que ajudam a aumentar o gasto calórico.

E caso venha experimentar a elevação do peso ao usar a Cetirizina, converse com o médico responsável por seu tratamento para saber se o problema foi realmente causado pelo remédio e verifique com ele como proceder para contornar a situação.

Outros efeitos colaterais da Cetirizina

De acordo com a bula disponibilizada pela Anvisa, o remédio pode trazer os seguintes efeitos colaterais:

  • Aumento do risco de retenção urinária;
  • Sonolência;
  • Fadiga;
  • Tontura;
  • Cefaleia (dor de cabeça);
  • Estimulação paradoxal de sistema nervoso central;
  • Dificuldades de micção;
  • Perturbação de acomodação dos olhos;
  • Boca seca;
  • Insuficiência hepática;
  • Dor abdominal;
  • Náusea;
  • Faringite;
  • Parestesia – pode trazer sensações anormais ou desagradáveis como formigamento, pressão, queimação, frio dormência ou coceira na pele;
  • Prurido – coceira ou comichão;
  • Erupção cutânea;
  • Mal-estar;
  • Astenia – perda ou diminuição da força física, fraqueza generalizada;
  • Agitação;
  • Diarreia;
  • Taquicardia;
  • Convulsões;
  • Urticária;
  • Edema (inchaço);
  • Hipersensibilidade;
  • Anormalidade da função hepática;
  • Hepatite;
  • Confusão mental;
  • Depressão;
  • Insônia;
  • Alucinação;
  • Trombocitopenia – contagem baixa de plaquetas no sangue;
  • Disgeusia – distorção ou diminuição do paladar;
  • Discinesia – distúrbio da atividade motora ou movimentos repetitivos involuntários;
  • Distonia – movimentos involuntários que podem ocorrer em qualquer parte do corpo;
  • Sincope;
  • Tremor;
  • Visão turva;
  • Oculógiro – rotação lateral dos olhos;
  • Disúria – dificuldade para urinar que pode vir acompanhada de dor;
  • Enurese – emissão involuntária de urina, xixi na cama;
  • Angioedema – inchaço nas camadas mais profundas da pele;
  • Choque anafilático;
  • Tiques nervosos;
  • Amnésia;
  • Alteração da memória;
  • Pensamentos suicidas;
  • Vertigem.

Contraindicações da Cetirizina

A sua bula ainda informa que o medicamento não deve ser utilizado por pessoas com hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da fórmula, à hidroxizina ou qualquer tipo de derivado piperazínico.

Ele também não pode ser ingerido por pessoas que sofrem com insuficiência renal grave, com clearance de creatinina (exame que avalia a função dos rins) inferior a 10 ml/min, e por pacientes com condições hereditárias raras de intolerância à galactose, deficiência de lactase de Lapp ou má absorção de glicose-galactose.

A bula ainda recomenda que o remédio deve ser utilizado com cautela por mulheres que estejam grávidas ou em processo de amamentação de seus bebês, portanto, a paciente que se encaixar em uma dessas situações deve informar ao médico a respeito disso. Outro grupo de indivíduos cujo uso do medicamento exige cautela é o dos pacientes epilépticos e que correm risco de ter convulsões.

Além disso, como os testes cutâneos de alergia podem ser alterados, é necessário interromper o uso da Cetirizina três dias antes de fazer esse tipo de exame. A bula aconselha também ter cautela em relação ao uso simultâneo do remédio e de bebidas alcoólicas.

Em relação ao efeito no que se refere à capacidade de operar máquinas, dirigir veículos e ao exercício de atividades potencialmente perigosas, a indicação é que a dosagem máxima não seja ultrapassada e a maneira como o paciente reage ao medicamento seja levada em consideração para saber a segurança em exercer tais tarefas.

Como a bula explicou, usuários sensíveis podem sofrer com a diminuição do estado de alerta ao usar a Cetirizina de forma concomitante a bebidas alcoólicas e remédios depressores do sistema nervoso central.

Outro ponto importante é informar ao médico a respeito de qualquer outro tipo de medicamento que esteja utilizando, para que ele defina se existem riscos de interação entre o remédio em questão e a Cetirizina.

Posologia

O remédio é de uso oral e o comprimido deve ser engolido acompanhado de um copo de líquido e não pode ser partido, aberto ou mastigado. A dosagem indicada é de um comprimido de 10 mg por dia, no entanto, isso deve ser determinado pelo médico, assim como o tempo de duração do tratamento.

A posologia para os pacientes com insuficiência renal pode ser diferente conforme a função renal do indivíduo e o seu exame de clearance de creatinina. Os pacientes pediátricos que sofrem com a condição também devem ser a dose ajustada individualmente. Em ambos os casos, o ajuste deve ser feito pelo médico que prescreveu o remédio.

Você conhece alguém que tenha tomado e afirme que a Cetirizina engorda? Tem receio de utilizar este medicamento por conta desse efeito colateral? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (47 votos, média: 3,72 de 5)
Loading...

Deixe um comentário