Chá de Alfafa Emagrece Mesmo?

Especialista:
atualizado em 12/12/2019

Quando desejamos emagrecer, a busca por alimentos que intensifiquem a queima de calorias e acelerem o metabolismo se torna constante e as experimentações não são poucas. Os chás sempre se destacaram nas dietas, devido a suas propriedades naturais e o efeito termogênico. Será que o chá de alfafa emagrece mesmo? Devemos sempre escolher a forma mais saudável de emagrecer, então é importante que avaliemos as propriedades da alfafa para notarmos os reais benefícios e se o seu consumo durante as dietas pode ou não ocasionar consequências posteriores à saúde.

O que é?

A alfafa é uma leguminosa que pode contribuir com diversos nutrientes benéficos à sua saúde. Ela possui uma diversidade de propriedades e pode contribuir com vitaminas e sais minerais. Ao inserir o chá de alfafa em sua dieta, você terá uma fonte extra de vitamina A, C, E, e vitaminas de complexo K, como a K4. Você ainda será beneficiado com pequenas quantidades de Fósforo, Ferro, Potássio e Cálcio. A erva pode ser utilizada em folhas, brotos, e até sementes para produção de remédios manipulados.

Ajuda a Emagrecer?

O chá de alfafa emagrece mesmo, e isso é devido ao poder detox que a erva possui. As enzimas contidas no alimento podem proporcionar uma eliminação mais completa de toxinas e induz a uma digestão mais agradável. Afirma-se que se você tomar o chá de alfafa regularmente, poderá perder até 4 quilos por semana, mas o consumo contínuo pode oferecer diversos riscos à sua saúde. Então vale a pena repensar sobre a adesão do hábito ou não.

Benefícios do Chá de Alfafa

Devemos ressaltar que os estudos ainda não comprovaram eficiência total do uso da alfafa para esses benefícios que são apontados como proporcionados pela adição da alfafa à alimentação. Afirma-se que o chá de alfafa emagrece mesmo, mas ele pode ainda contribuir com diversos benefícios à sua saúde, que poderemos conhecer abaixo:

  • A alfafa pode interferir positivamente para a redução da absorção de colesterol no intestino.
  • A erva pode reduzir os níveis de colesterol.
  • Ela é apontada para ser utilizada em tratamentos para próstata, asma, artrite reumatoide, diabetes, dores de estomago e ainda pode reduzir o impacto de uma doença hemorrágica chamada púrpura tombocitopénica.
  • O chá de alfafa também pode contribuir para a saúde dos rins e da bexiga.
  • Os brotos de alfafa contêm enzimas com poderosa ação desintoxicante.
  • A vitamina K contida na alfafa pode contribuir para a melhor coagulação do sangue.
  • O chá de alfafa pode auxiliar no tratamento de anemias, úlceras nervosas, doenças da circulação sanguínea e má digestão.

Efeitos colaterais

Não é recomendado o consumo de chá de alfafa a longo prazo. A ingestão contínua pode resultar em consequências à sua saúde, como ocasionar reações semelhantes às da doença autoimune conhecida como lúpus-eritematoso.

Pode-se dizer que o chá de alfafa emagrece mesmo, mas ela poderá elevar a sensibilidade da pele ao sol, principalmente se você possuir pele clara, contribuir para aumentar a intensidade das reações de doenças autoimunes, como a esclerose múltipla, a artrite reumatoide, o lúpus e outras mais.

Contra indicações

O uso excessivo e continuo de chá de alfafa é contra indicado para gestantes e mulheres em fase de amamentação. Afirma-se que consequências podem ocorrer devido ao comportamento da alfafa como estrogênio.

O consumo de alfafa deve ser evitado por pessoas que possuam doenças autoimunes, pois poderá ocorrer a intensificação dos sintomas. Há relatos de agravamento das condições, então se você possui doenças autoimunes, não tome chá de alfafa.

Se você possui doenças relativas a sensibilidades de hormônios, como câncer de mama, câncer de ovários, câncer de útero, endometriose ou miomas, a alfafa pode assumir reação de estrogênio, dessa forma agindo negativamente para a sua saúde.

A alfafa pode reduzir os níveis de açúcar na corrente sanguínea, então se você sofre com ocasionais hipoglicemias, deve evitar o consumo de chá de alfafa.

Em casos de transplantes renais, não consuma chá de alfafa, pois estudos afirmam que a erva pode contribui para a eficiência do sistema imunológico, assim aumentando a probabilidade de uma rejeição.

Se você toma pílulas anticoncepcionais, não o consuma, pois as pílulas contêm estrogênio. A alfafa pode reduzir a eficiência delas, então é recomendável que você busque outras alternativas para métodos contraceptivos.

Medidas

As dosagens aplicadas nos estudos que foram consumidas por via oral para tratamento de colesterol elevado variam de 5 a 10 gramas da erva para o preparo do chá, e ele pode ser consumido até 3 vezes ao dia.

Lembrando que essas medidas não devem ser consumidas constantemente, pois podem oferecer consequências ao funcionamento de seu organismo.

Você pode tomar o chá de alfafa em jejum e/ou 30 minutos antes das suas refeições, e o indicado é que consuma pelo menos 1 xícara por dia.

Receita

  • Reserve uma xícara (de chá) de alfafa.
  • Leve ½ litro de água ao fogo.
  • Acrescente os brotos de alfafa e aguarde até ferver.
  • Coe e sirva em seguida.
  • Não adicione açúcar.
  • Não se esqueça de higienizar corretamente os brotos de alfafa.

Dieta é fundamental

As afirmativas de que o chá de alfafa emagrece mesmo podem ser inúmeras, mas nenhuma erva pode se responsabilizar pelo seu emagrecimento de forma milagrosa. É fundamental que você adote hábitos saudáveis e um dos principais é escolher uma dieta equilibrada e saudável. Você deve buscar os alimentos mais funcionais para que seu corpo queime mais gorduras sem necessitar passar fome.

Exercícios físicos

O seu metabolismo pode se manter ainda mais ativo se você praticar exercícios físicos com uma certa regularidade. Eles podem não só ajudar você a emagrecer, mas pode também lhe oferecer uma melhor qualidade de vida e bem-estar. Não faça atividades físicas a contragosto, há uma grande variedade de opções, então escolha a prática que melhor se adeque às suas características.

Onde comprar

Você pode comprar a alfafa em lojas de produtos naturais e supermercados.

Você já experimentou o chá de alfafa? Acredita que ele possa ajudar a emagrecer? Tem algum outro chá que você prefira? Comente abaixo.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (23 votos, média: 3,96 de 5)
Loading...
Sobre Dra. Patricia Leite

Dra. Patricia é uma das nutricionistas mais conceituadas do país, sendo uma referência profissional em sua área e autora de artigos e vídeos de grande sucesso e reconhecimento. Tem pós-graduação em Nutrição pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, é especialista em Nutrição Esportiva pela Universidad Miguel de Cervantes (España) e é também membro da International Society of Sports Nutrition. É ainda a nutricionista com mais inscritos no YouTube em português. Dra. Patricia Leite é a revisora geral de todo conteúdo desenvolvido pela equipe de redatores especializados do Mundo Boa Forma.

Deixe um comentário

1 comentário em “Chá de Alfafa Emagrece Mesmo?”

  1. Boa noite! Tenho utilizado tintura de alfafa e cápsulas da mesma para aumentar a produção de leite materno… De fato, meus seios estão bem mais cheios e saciando mais o meu bebê, porém gostaria de saber se o uso contínuo por um longo período poderia causar algum problema para mim e/ou para o meu bebê. Já estou tomando a alfafa a aproximadamente 1 mês. Obrigada