Espinheira Santa – Para que serve, benefícios e efeitos colaterais

Especialista da área:
atualizado em 03/04/2021

A espinheira santa, de nome científico Maytenus ilicifolia, é uma planta muito comum na região sul do Brasil, e, apesar de ser bastante conhecida, nem todo mundo sabe exatamente para que ela serve.

  Continua Depois da Publicidade  

O nome espinheira santa se deve ao formato de suas folhas, que parecem ter vários espinhos e por ser considerada um “santo remédio” na linguagem popular. Outros nomes pelos quais ela também é conhecida são: salva vidas, coro-milho-do-campo, espinho de Deus, maiteno, sombra-de-touro, congorça e cancerosa.

Então, iremos agora aprender para que serve espinheira santa e quais os seus benefícios para a saúde, além de aprender a usar esse medicamento natural.

O que é a espinheira santa?

espinheira santa

A espinheira santa, ou Maytenus ilicifolia, é uma planta usada há séculos na medicina tradicional, principalmente na América do Sul. Ela é usada de várias formas, desde o chá feito a partir de suas folhas, até formulações farmacêuticas, como tinturas e cápsulas.

E, entre os seus principais efeitos, podemos citar o seu poder cicatrizante e a capacidade de controlar a produção de ácido clorídrico no estômago.

Principais benefícios da espinheira santa

A seguir iremos conhecer com mais detalhes os principais benefícios da espinheira santa para a saúde.

1. Problemas gástricos

Esse é o efeito mais conhecido da espinheira santa, e também o mais bem estudado. Ele se deve às propriedades medicinais dessa planta, como anti-inflamatória, antibacteriana, cicatrizante, protetora gástrica e digestiva.

Por isso, a espinheira santa pode ajudar no tratamento de diversos problemas que atingem o sistema gastrintestinal, como:

  • Má digestão;
  • Azia e acidez estomacal;
  • Refluxo;
  • Gastrites, inclusive as causadas por Helicobacter pylori;
  • Úlceras gástricas e duodenais;
  • Enterites, ou inflamações do intestino;
  • Flatulência;
  • Mau hálito causado por distúrbios estomacais.

2. Possível ação anticancerígena

Alguns estudos mostram que o extrato da espinheira santa pode ter um efeito anticancerígeno, matando as células tumorais ao mesmo tempo que protegem as células sadias.

Mas este efeito ainda precisa ser estudado mais profundamente, para entender melhor o seu funcionamento, além de determinar as doses e formas de uso mais adequadas.

  Continua Depois da Publicidade  

E é sempre importante lembrar que, como o tratamento de câncer envolve o uso de muitos medicamentos diferentes, fale com seu médico antes de iniciar o uso de qualquer planta medicinal, incluindo a espinheira santa.

Assim, você evita o aparecimento de interações medicamentosas que podem ser bastante perigosas.

3. Possível ação contraceptiva

Apesar de não existirem muitos dados sobre o efeito anticoncepcional da espinheira santa em humanos, a planta é comumente usada com esta finalidade em algumas localidades da América Latina.

Mas não é recomendada a troca de métodos contraceptivos já utilizados pela medicina, uma vez que este efeito ainda precisa ser mais bem estudado.

4. Ação diurética

Por fim, a espinheira santa também é usada como um diurético leve, ajudando no funcionamento dos rins e aliviando problemas como a retenção de líquidos.

Como usar?

Para cada forma de consumo as doses mais comumente usadas são:

  • Chá: No máximo, três xícaras ao dia. Para fazer o chá ferva cerca de 30 g de folhas picadas em meio litro de água fervente e deixe em infusão por 10 minutos;
  • Tintura: 15 gotas diluídas em água, no máximo três vezes ao dia;
  • Cápsulas: Uma ou duas cápsulas de 380 mg três vezes ao dia. Não usar mais do que seis cápsulas ao dia.
  • Compressas: Ferver 10 folhas picadas em meio litro de água, e aplicar topicamente após esfriar.
Chá de espinheira santa
Chá de espinheira-santa

Contraindicações

Apesar de ser usada no tratamento de várias doenças, e de ser considerada segura para a maior parte das pessoas, a espinheira santa tem algumas contraindicações. São elas:

  • Mulheres que estejam tentando engravidar não devem fazer uso de espinheira santa, devido à possibilidade de ela reduzir a fertilidade;
  • Por ter ação estrogênica, pessoas com doenças causadas, ou que sofrem influência dos níveis desse hormônio, como ocorrem em alguns casos de câncer de mama, não devem consumir espinheira santa;
  • Mulheres durante o período de amamentação também não devem fazer uso da espinheira santa, devido à sua influência na produção do leite materno;
  • Além disso, ela é contraindicada para crianças menores de 6 anos, por não haver estudos que comprovem sua segurança nessa faixa etária.

Efeitos colaterais da espinheira santa

Os efeitos colaterais da espinheira santa são raros, mas, quando acontecem, eles incluem:

  Continua Depois da Publicidade  

  • Boca seca;
  • Náuseas;
  • Dores no estômago;
  • Dores de cabeça.

Assim, a espinheira santa é um fitoterápico extremamente seguro, principalmente quando usada nas doses recomendadas.

Cuidados

A espinheira santa, cuja espécie é Maytenus ilicifolia, é facilmente encontrada no mercado informal, porém existem muitos casos de adulteração com uma outra planta, chamada Sorocea bomplandii.

Devido a essa recorrente adulteração, algumas pesquisas foram conduzidas com a planta, e foram encontradas ações no sistema gástrico parecidas com as da verdadeira espinheira santa, devido à presença de alguns flavonoides.

Entretanto, a toxicidade do consumo da planta não foi investigada e pessoas que compram Sorocea bomplandii pensando ser Maytenus ilicifolia estão sob o risco dos seus efeitos e toxicidade, que não são completamente conhecidos.

Fontes e referências adicionais

Você já utilizou o chá ou o extrato de espinheira santa para algum destes benefícios listados acima? Qual foi seu resultado? Você a recomendaria? Comente abaixo!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (854 votos, média: 4,05 de 5)
Loading...
Sobre Marcela Gottschald

Marcela Gottschald é Farmacêutica Clinica - CRF-BA 8022. Graduada em farmácia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2013. Residência em Saúde mental pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Experiência em pediatria e nefrologia, com ênfase em unidade de terapia intensiva. Ela faz parte da equipe de redatores do MundoBoaForma.

  Continua Depois da Publicidade  

Deixe um comentário

3 comentários em “Espinheira Santa – Para que serve, benefícios e efeitos colaterais”

  1. Tenho gastrite cronica e em consequência dores de estômago permanentes.
    Tomei chá de espinheira santa alguns dias mas, piorei em vez de sentir alivio .
    Parei porque tive receio de estar com isso, a agravar ainda mais o meu problema.
    Depois de ler que tem tantos benefícios, fico triste que que não tenha funcionado comigo.
    Porque será?